Fui diagnosticada com caxumba e me mantive em repouso...

Na quinta feira acordei com a minha região de parótida e cervical com muito inchaço e ao procurar um pronto socorro fui diagnosticada com caxumba. Desde então me mantive em repouso, fiz uso de anti-inflamatório (meloxicam), antibiótico (tamiram) e antitermico (parecetamol). Hoje (segunda feira) comecei a desinchar, mas estou com medo de voltar às minhas atividades normais e o inchaço recorrer. Há esse risco?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

É pouco provável que volte o inchaço, se os sintomas já regrediram você já entrou na fase de remissão da doença e pode voltar ao trabalho após 5 dias do aparecimento do inchaço, pois após esse período já não há rico de transmissão da doença.

O que é a caxumba e quais os seus sintomas?

A caxumba é uma doença viral, causada pelo vírus Paramyxoviridae. Ela acomete principalmente as glândulas salivares, sendo a glândula parótida frequentemente acometida. A caxumba causa inchaço e dor nessas glândulas.

O inchaço da parótida pode desencadear ainda dor de ouvido e dor na região temporomandibular. Outros sintomas que podem estar presentes na caxumba são sensação de mal estar, febre baixa, dores musculares, inapetência e dor de cabeça.

Qual o tratamento para a caxumba?

Não existe um tratamento especifico para a caxumba. Geralmente, recomenda-se repouso e hidratação, além disso, são usados medicamentos para aliviar os sintomas de dor e febre. Quando o vírus acomete também os testículos o uso de suspensório escrotal pode aliviar a dor e o desconforto.

Geralmente, os sintomas duram cerca de 10 dias, tendem a nesse período se resolverem espontaneamente. É raro a ocorrência de complicações.

Algumas medidas são orientadas para evitar a propagação da caxumba, entre elas:

  • Permanecer em casa e afastar-se das atividades laborais e de estudo por 5 dias;
  • Higienizar as mão;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Usar uma máscara cirúrgica quando for preciso fazer deslocamentos.

Como prevenir a caxumba?

A principal forma de prevenção da caxumba é através da vacinação. Ela está indicada para crianças com 12 meses na tríplice viral ou para crianças com 15 meses na tetraviral.

Atualmente se recomenda também uma segunda dose em adultos entre os 20 e 29 anos. Adultos entre os 30 e os 19 anos também podem se vacinar com a tríplice viral dose única.

É válido ressaltar que a vacina não está indicada em gestantes e imunodeprimidos. Por isso, mulheres que planejam engravidar deve se vacinar antes da gravidez.

Para mais informações sobre a caxumba consulte o seu médico de família ou clínico geral.