Qual o tratamento para derrame pleural?

O tratamento do derrame pleural será o da doença que o causou, visto que o derrame pleural não é uma doença em si, mas um sinal de uma doença. Portanto, a simples drenagem do líquido é paliativa, visto que, se a causa não for tratada, a maior hipótese é de que o derrame se forme novamente.

O derrame pleural será resolvido assim que a doença que o está causando for controlada, sendo assim:

  • Infecções, como pneumonia, tuberculose, infecções abdominais: são controladas com antibióticos,
  • Insuficiência renal, síndrome nefrótica: são tratados com diuréticos ou com hemodiálise;
  • Doenças auto-imunes: são tratadas com imunossupressores;
  • Câncer e linfoma: tratados com radio e quimioterapia;
  • Cirrose hepática: tratada com medicamentos e algumas vezes transplante hepático.

Se a causa do derrame pleural não for passível de tratamento, como no caso de câncer metastático, é possível a realização de pleurodese, procedimento em que se injeta uma substância irritante dentro da pleura, causando uma grande cicatrização da mesma e aderência dos folhetos parietal e visceral, eliminado assim, o espaço pleural.

O médico pneumologista, oncologista ou o médico que fez o diagnóstico do derrame pleural deverá orientá-lo sobre o tratamento.