Dor lombar com pontadas, urina amarelada e dor no ânus?

Dor lombar com pontadas, urina amarelada intensamente e dor com pancadas no ânus, o que é isso?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A dor lombar associada a urina amarelada e dor no ânus sugerem algumas doenças ou alterações no organismo, sendo as principais hipóteses:

  • Cólica renal
  • Infecção urinária
  • Hérnia de disco lombar (doença na coluna lombar)
  • Hemorroidas (veias dilatadas na região anal)

Entretanto, esses sintomas podem ter origem diferentes, e não estarem interligadas.

O que pode ser dor no ânus?

A dor no ânus pode vir acompanhada de outros sintomas, que devem ser observados para auxiliar no diagnóstico. As causas mais comuns são:

Hemorroidas

As hemorroidas são a causa mais comum de dor no ânus e dificuldade de se sentar. Caracteriza-se pela presença de veias dilatadas na região anal, que causam dor no ânus, associada a sangramento vivo de pequena quantidade, observado nas fezes ou no papel higiênico durante a limpeza. O tratamento para hemorroidas são banhos de assento, alimentação adequada, evitando fezes endurecidas, roupas mais folgadas e de tecidos leves, além do uso de pomadas específicas como por exemplo: Proctyl® e Proctosan®.

Veja: Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

Fissura anal

A fissura é uma ferida na região anal, que pode ser causada por pequenos traumas, que ocorrem devido a fezes endurecidas, relação anal, episódios de diarreia aonde há necessidade de limpeza local repetidamente, alergia local, entre outras situações. Outros sintomas são, coceira e pequeno sangramento. O tratamento consiste em uma boa higiene local, mantendo a região limpa e seca, o que geralmente resulta na cicatrização espontânea.

Infecção

As infecções podem ser bacterianas ou fúngicas, e podem vir acompanhadas de coceira intensa, dor e dificuldade de se sentar. Pessoas com a imunidade mais baixa, ou que fazem uso de roupa apertada por muito tempo, ou de tecidos que não ajudam na transpiração, tem maior propensão em adquirir essas infecções. O tratamento dependerá do germe responsável.

Proctalgia fugaz

A proctalgia fugaz, é uma dor intensa, de início súbito, que acomete a região anal, por vezes incapacitante, que felizmente dura poucos minutos. Causada por espasmos violentos nos músculos do ânus. O tratamento visa o alívio dos sintomas, visto que não existe cura, através de medidas que relaxam a musculatura local, por medicamentos relaxantes e banhos quentes, além de orientações alimentar.

Abscesso anal

O abscesso anal é uma coleção de pus, com intensa inflamação local, que leva a dor lancinante, pulsátil e constante, portanto trata-se de uma patologia complicada, que merece atendimento de urgência. Os sintomas são a dor incapacitante, dificuldade em se sentar, febre, calafrios, ainda, sintomas urinários, como ardência e incontinência urinária. O tratamento é cirúrgico.

Câncer

O câncer no ânus é considerado um tumor raro pelo Instituto nacional de câncer (INCA), com estimativa de 1 a 2% dos tumores colorretais. Os sintomas mais comuns são o sangramento anal de cor viva durante a evacuação, ou perceptível no papel higiênico, associado a dor na região do ânus. Pode apresentar também, emagrecimento, febre, coceira local, secreções incomuns, feridas na região anal e incontinência fecal (impossibilidade para controlar a saída das fezes). O tratamento varia de acordo com o estágio em que se encontra e características clínicas do paciente.

Para todos os casos possíveis de dor no ânus, o médico responsável pelo diagnóstico e tratamento é o proctologista.

Entenda mais: Dor no ânus o que pode ser?

O que pode causar dor lombar?

A dor lombar apresenta como principais causas: infecção urinária "alta", quando já acomete rim e ureteres, hérnia de disco lombar, cálculo renal impactado (cólica renal), sedentarismo, artroses e ansiedade.

Infecção urinária

As infecções urinárias se apresentam com ardência ao urinar, urina de mal cheiro e coloração mais amarelada, ainda, dor na parte inferior da barriga, ou na região lombar, caso a infecção esteja alcançando a via urinária alta. Nos casos mais graves mais sintomas são evidenciados, como a febre, calafrios e desorientação nos casos mais graves.

Hérnia de disco lombar

Nos casos de hérnia de disco, a dor lombar é o sintoma principal. A dor costuma irradiar para região do glúteo, perna (unilateral), ou região anal, dependendo da altura da hérnia e de qual nervo está comprimindo.

Apesar de não ser um caso em que haja alteração na coloração da urina, deve ser investigada por ser uma doença muito comum na nossa população.

Cólica renal

A cólica renal, é uma dor de forte intensidade, sabidamente uma das piores dores na medicina, ocasionada pela obstrução da via urinária, na maioria das vezes por um cálculo renal, embora cistos e tumores possam causar os mesmos sintomas.

Costuma ser unilateral, constante, associada a suor frio, mal-estar, náuseas e vômitos.

Sedentarismo

A falta de exercícios físicos, leva a uma atrofia da musculatura e desidratação de articulações, causando dores locais frequentes, artrose, especialmente em pessoas com sobrepeso e que precisam passar a maior parte do seu dia sentados, quando o peso do corpo se deposita exclusivamente na coluna lombar. Por isso a orientação, nesses casos, é de procurar se levantar e movimentar pernas e tronco constantemente durante o dia.

Ansiedade

A ansiedade acaba por gerar dores crônicas, sobretudo em pescoço e região lombar, devido a "tensão" gerada pela liberação de neurotransmissores. A atividade física e psicoterapia auxiliam muito no tratamento.

E a urina amarelada pode representar apenas uma baixa ingesta de água, por isso, uma urina se torna concentrada. Outra causa seria a infecção urinária, que nem sempre apresenta mais sintomas.

Portanto, no caso de dor lombar e ou urina amarelada, aconselhamos procurar um/a médico/a da família ou clínico geral, para correta avaliação e conduta.

Pode lhe interessar: Quais são os sintomas de uma cólica renal?