Perguntar
Fechar

O que é aneurisma da aorta?

Aneurisma da aorta é uma dilatação anormal e permanente de uma porção da artéria aorta, a maior artéria do corpo humano, que começa no coração, atravessa o tórax (aorta torácica) e termina na altura do umbigo (aorta abdominal). Considera-se aneurisma quando a dilatação da artéria é 50% superior ao seu calibre normal.

O aneurisma da aorta ocorre devido ao enfraquecimento da parede do vaso, sendo a aorta abdominal a mais acometida pelos aneurismas. O problema afeta sobretudo homens, fumantes, hipertensos e com histórico da doença na família.

Trata-se de uma doença silenciosa e muito perigosa devido ao risco de ruptura da artéria, que pode ser fatal. Além da rotura da aorta, o aneurisma pode provocar trombose, embolia, corrosão das vértebras da coluna e compressão de estruturas vizinhas, podendo trazer graves consequências para o organismo.

Com o enfraquecimento da parede arterial, o vaso se dilata devido à pressão constante do sangue no seu interior. A dilatação aumenta progressivamente até que a artéria se rompe, causando uma grande perda de sangue que pode levar à morte. Quanto maior o aneurisma, maior o risco de ruptura.

A maioria dos casos de aneurisma da aorta não apresenta sintomas. Quando presentes, os sintomas são decorrentes da compressão de estruturas vizinhas pela artéria dilatada ou das complicações.

Um aneurisma grande da artéria torácica pode causar dificuldade para engolir, devido à compressão do esôfago, e falta de ar, pela compressão da traqueia.

Saiba mais em: Aneurisma da aorta: quais são os sintomas e qual é o tratamento?

O diagnóstico do aneurisma da aorta é feito principalmente através de ecografia abdominal. Contudo, a tomografia computadorizada fornece imagens mais detalhadas, que permitem ao médico obter informações mais precisas sobre o tamanho, a localização e os limites do aneurisma.

O tratamento do aneurisma da aorta é feito através de cirurgia ou terapia endovascular. O procedimento cirúrgico consiste na retirada do aneurisma e colocação de uma prótese que restabelece o fluxo sanguíneo. Já a terapia endovascular é uma técnica minimamente invasiva em que é colocada uma prótese internamente ao aneurisma.

O médico especialista responsável pelo tratamento dos aneurismas é o cirurgião vascular.