Quais são os alimentos com ômega 3?

Os alimentos ricos em ômega 3 são os peixes marinhos de água fria e profunda, como salmão, sardinha, cavala, arenque e atum. O ômega 3 também está presente em boas quantidades em alguns alimentos de origem vegetal, como sementes de linhaça, amêndoas, nozes e óleos de canola e soja.

Os peixes de água salgada são mais ricos em ômega 3 porque se alimentam de algas que têm grandes concentrações desse nutriente.

Contudo, peixes brancos com pouca gordura, como o bacalhau e o linguado, fornecem baixas doses de ômega 3 e não são considerados boas fontes desses ácidos graxos.

Publicidade

Abaixo seguem as quantidades de ômega 3 encontradas em cada 100 g de alguns tipos de peixe:

  • Cavala: 2,5 g;
  • Salmão: 1,8 g
  • Sardinha: 1,7 g;
  • Arenque 1,6 g;
  • Atum branco: 0,7 g.

Já os óleos de canola e soja contêm 9% e 7% de ômega 3 em suas composições, respectivamente.

O consumo diário de ômega 3 deve ser superior a 1,8 g, o equivalente a 300 g de peixe por semana. Os outros alimentos devem ser incluídos na dieta diária sempre que possível.

O ômega 3 é uma gordura boa e necessária para o nosso organismo, sobretudo pelos benefícios que traz ao sistema cardiovascular, prevenindo a formação de coágulos (trombose) e o depósito de gordura nas paredes das artérias.

Saiba mais em: Quais são os benefícios do ômega 3?

Por isso, recomenda-se o consumo de peixes ricos em ômega 3 pelo menos duas vezes por semana. Vale lembrar que, embora nem todos os peixes sejam boas fontes de ômega 3, o consumo regular de diferentes tipos de peixe pode fornecer quantidades significativas do nutriente.

Também podem lhe interessar:

Ômega 3 aumenta o colesterol?

Posso tomar ômega 3 na gravidez?

Ômega 3, 6 e 9: Para que servem e quais são os seus benefícios?