Perguntar
Fechar

Pedra nos Rins

Como é a cirurgia para pedra nos rins?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A cirurgia para pedra nos rins pode ser feita com ondas de choque, laser, introdução de sonda pela uretra ou ainda por meio de cirurgia aberta. O tipo de tratamento cirúrgico para os cálculos renais depende principalmente do tamanho, da forma e da localização da pedra.

As cirurgias mais usadas para tratar pedra nos rins são:

⇒ Cirurgia por ondas de choque (litotripsia extracorpórea): Os cálculos renais são quebrados com ondas de choque aplicados através da pele. As pedras são fragmentadas em pedaços pequenos que são eliminados espontaneamente. O procedimento pode ser feito com sedação.

⇒ Cirurgia a laser pela uretra (ureterolitotripsia): Neste procedimento, é introduzido um aparelho endoscópico muito fino e flexível pela uretra, com o qual o médico pode aplicar o laser ou as ondas de choque diretamente nos cálculos renais. As pedras são então fragmentadas e retiradas com pinças especiais.

⇒ Cirurgia a laser pela lombar (nefrolitotripsia percutânea): Através de um pequeno "furo" na pele da região lombar, são introduzidos aparelhos que fragmentam e removem a pedra. Trata-se de uma punção direta no rim para chegar ao cálculo. 

⇒ Cirurgia aberta convencional: O rim é aberto para que as pedras sejam retiradas. A cirurgia aberta normalmente é usada em casos de cálculos renais coraliformes (pedras ramificadas que se moldam aos contornos do rim ao seu redor).

De todos os tipos de cirurgia para pedra nos rins, a litotripsia extracorpórea por ondas de choque é a mais usada.

Porém, se as pedras forem muito grandes (mais de 2 cm) ou se estiverem presas no ureter, que é o canal que leva urina do rim à bexiga, a litotripsia extracorpórea pode não ser suficiente para removê-las. Nesses casos, a ureterolitotripsia ou a nefrolitotripsia percutânea são mais indicadas.

Casos específicos em que os cálculos estão localizados em rins muito dilatados, também pode ser considerada como opção a remoção cirúrgica das pedras por laparoscopia (pielolitotomia laparoscópica).

Cabe ao médico urologista avaliar o caso e indicar o tratamento cirúrgico mais apropriado em cada situação.

Saiba mais em:

Qual o tratamento para quem tem pedra nos rins?

Como eliminar pedras nos rins?

Quais os sintomas para quem tem pedra nos rins?

Como aliviar a dor nos rins?

Para aliviar a dor nos rins pode-se utilizar remédios anti-inflamatórios, antiespasmódicos e analgésicos. Se a cólica renal for causada por pedra nos rins, além de usar os medicamentos, é importante aumentar a ingestão de água e outros líquidos para facilitar a passagem do cálculo.

Muitas vezes as pedras nos rins são eliminadas espontaneamente pela urina, o que alivia imediatamente a dor. Em outros casos, os cálculos precisam ser retirados.

Quando a pedra é volumosa e não consegue atravessar o canal da urina, outros procedimentos podem ser necessários, como cirurgia para retirar o cálculo ou aplicação de laser para quebrar a pedra.

Os remédios usados para aliviar a dor nos rins irão depender da intensidade da cólica. A pessoa pode, a princípio, utilizar anti-inflamatórios comuns, porém, em alguns casos, há necessidade de internamento hospitalar provisório para administração de medicação intravenosa capaz de controlar a dor.

A dor no rim causada por cálculo renal é aguda e intensa, deixa a pessoa agitada e pode inclusive provocar náuseas e vômitos. A cólica não piora nem melhora se a pessoa mudar de posição.

Veja também: Quais os sintomas para quem tem pedra nos rins?

Procure um médico clínico geral ou médico de família para receber uma avaliação detalhada da origem da cólica renal, bem como indicação das medicações apropriadas.

Saiba mais em: Dor nos rins: o que pode ser e o que fazer?

Quais os sintomas para quem tem pedra nos rins?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os sinais e sintomas de quem está com pedra nos rins podem incluir dor no rim em que está localizada a pedra (cólica renal), presença de sangue na urina, que fica avermelhada, saída de pequenos pedaços da pedra na urina, náuseas, vômitos, dor ao urinar e vontade urgente de urinar.

A cólica renal é sentida como uma dor intensa na parte de baixo das costas (região lombar), do lado do rim em que o cálculo está localizado. 

A dor que caracteriza a cólica tem início súbito e pode irradiar para a parte lateral do abdômen e região genital, independentemente da posição ou da pessoa estar em repouso ou movimento. A cólica pode ser tão intensa que pode causar náuseas e vômitos.

Já a eliminação dos cálculos renais juntamente com a urina depende do tamanho e da localização da pedra.

Contudo, muitas pessoas com pedras nos rins não apresentam nenhum sintoma e os cálculos muitas vezes são encontrados em exames destinados para outro propósito.

A urina avermelhada é um sinal da presença de sangue. O sangramento geralmente é provocado pela passagem da pedra pelo canal da urina, o que pode causar lesões.

Veja também: Dor nas costas pode ser pedras nos rins?

Se você está com esses sintomas, procure um serviço de saúde para avaliação. O urologista e o nefrologista são os médicos especialistas responsáveis pelo diagnóstico e tratamento das pedras nos rins.

Continue a leitura em:

Qual o tratamento para quem tem pedra nos rins?

Como eliminar pedras nos rins?

Como é a cirurgia para pedra nos rins?

O que causa pedra nos rins?

Qual o tratamento para quem tem pedra nos rins?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O tratamento para pedra nos rins (cálculos renais) pode ser feito com medicamentos ou cirurgia, dependendo do tamanho da pedra, da sua localização, da presença de sintomas e da intensidade da dor.

Na presença de náusea, vômitos, febre e dores intensas, a pessoa precisa ir ao serviço de urgência para tomar medicamentos pela veia. 

Os remédios que são colocados diretamente na corrente sanguínea e absorvidos imediatamente. Assim, os sintomas melhoram de forma mais rápida, reduzindo a perda de líquidos e o incômodo da dor. 

Nos casos de dores não muito intensas e sem a presença de outros sinais e sintomas, pode-se esperar que o cálculo seja expelido naturalmente

Isso é feito com uso de analgésicos e anti-inflamatórios para tolerar a dor, medicamentos para dissolver a pedra e aumento da ingestão de água.

Cirurgia

As pedras que são maiores e não são capazes de passar para o canal da urina precisam de intervenção cirúrgica para sua retirada ou para facilitar a redução do tamanho. Isso pode ser feito com ondas de choque, laser, cirurgia comum ou com introdução de sonda pela uretra.

Litotripsia extracorpórea

Esse tratamento cirúrgico fragmenta as pedras em pedaços bem pequenos através de um aparelho que emite ondas de choque. Depois, os cálculos são expelidos juntamente com a urina. 

Nefrolitotripsia percutânea

Essa cirurgia é feita por meio de uma pequena incisão pela qual se chega ao rim. Depois, é introduzido um aparelho que destrói e remove o cálculo renal.

Ureterolitotripsia

A retirada das pedras é feita pela introdução de um tubo bem fino e flexível (endoscópio) no uréter, com o qual é possível destruir e remover os cálculos com o auxílio de pinças especiais.

Saiba mais em: Como eliminar pedras nos rins?

A decisão de qual tratamento mais indicado em cada situação é realizada pelo/a médico/a juntamente com o/a paciente.

Leia também:

Como é a cirurgia para pedra nos rins?

Quais os sintomas para quem tem pedra nos rins?

Cálculo renal: como saber se tenho pedra nos rins?

O que causa pedra nos rins?

O que causa pedra nos rins?

A principal causa de pedra nos rins é o aumento da concentração de cálcio, ácido úrico ou outros minerais na urina. Os cálculos renais muitas vezes se formam quando há pouca ingestão de água ou ocorre um aumento de minerais no organismo.

Mesmo quando os níveis dessas substâncias estão normais, pode haver formação de pedra nos rins se a urina estiver muito concentrada. Com um volume de urina baixo, não há líquido suficiente para dissolver os sais, que vão se acumulando no rim sob a forma de cristais até formarem a pedra.

Dentre as causas mais comuns de cálculo renal estão:

⇒ Pouca ingestão de água (menos de 1,5 litro por dia): É observada em mais da metade dos casos de pedra nos rins;

⇒ Aumento da concentração de cálcio no sangue: Doenças que alteram o metabolismo do cálcio, como hiperparatireoidismo e tumores ósseos podem aumentar a absorção óssea de cálcio, elevando a concentração sanguínea do mineral;

Aumento de ácido único no sangue: Pode ser a causa de até 20% dos casos de cálculo renal.

Leia também: Quais os sintomas do ácido úrico alto e baixo?

Para prevenir a formação de pedra nos rins, é muito importante manter uma ingestão adequada de água (cerca de 2 litros por dia). Uma boa forma de saber se o corpo está bem hidratado é observar a cor da urina. Se ela estiver muito amarela ou escura é sinal que falta água no corpo, enquanto que uma coloração bem clara indica uma hidratação adequada.

Também recomenda-se diminuir a ingestão de alimentos que podem provocar um aumento do acido úrico, como frutos do mar, aves, carne vermelha, bacon, miúdos e bebidas alcoólicas, principalmente cerveja.

A formação de pedra nos rins é observada sobretudo em pessoas que já possuem alguma predisposição genética ou que ingerem pouco líquido.

Saiba mais em:

Quais os sintomas para quem tem pedra nos rins?

Como eliminar pedras nos rins?

Qual o tratamento para quem tem pedra nos rins?

Como é a cirurgia para pedra nos rins?

Cálculo renal: como saber se tenho pedra nos rins?

Os sintomas de cálculo renal podem incluir cólicas renais, presença de sangue na urina, dor ao urinar, náuseas, vômitos e vontade urgente de urinar. Dependendo do tamanho e da localização do cálculo, pode haver saída de pequenos pedaços da pedra juntamente com a urina.

A cólica renal caracteriza-se como uma forte dor na região lombar, do lado em que a pedra está localizada. A dor começa de forma súbita e pode irradiar para a porção lateral do abdômen e área genital.

A dor provocada pelos cálculos renais não melhora com o repouso, nem piora com os movimentos. A intensidade da cólica renal pode provocar inclusive náuseas e vômitos.

A presença de sangue na urina é verificada pela coloração avermelhada da mesma. Nesses casos, o sangue costuma ser decorrente das lesões na uretra causadas pela passagem da pedra.

Vale lembrar que os cálculos renais nem sempre manifestam sinais e sintomas. Muitas vezes a pedra é detectada durante outros exames. 

Em caso de sintomas de pedra nos rins, procure um serviço de urgência para receber a medicação para aliviar as cólicas e o tratamento necessário para eliminar os cálculos. O especialista indicado para tratar cálculos renais é o médico urologista ou nefrologista.

Saiba mais em:

Como eliminar pedras nos rins?

O que causa pedra nos rins?

Quais são os sintomas de uma cólica renal?

Pedra nos rins, dor na coluna e agora estou com medo...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sim. Se tem pedra nos rins retire as pedras, se tem problema de coluna precisa tratar, e está também com um problema de ordem psicológica (não posso dar o diagnóstico pela internet) que também precisa de tratamento.