Perguntar
Fechar

Pílula

Perdi uma pílula do anticoncepcional. Posso engravidar? O que fazer?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Se perder 1 pílula do anticoncepcional referente a determinado dia, você deve tomar essa pílula esquecida quando se der conta e a do dia a seguir no horário de costume. A depender do tempo de esquecimento, isso pode significar tomar 2 pílulas no mesmo dia. Continuar a cartela até o final e fazer a pausa programa normalmente. Começar a nova cartela após a pausa.

Quando a mulher esquece 2 ou mais pílulas, ela deve continuar tomando as pílulas da sequência da cartela até o final e começar a nova cartela sem fazer a pausa programada, ou seja, emendar as cartelas. Nesse caso é recomendado usar algum outro método contraceptivo associado (ex: preservativo) pelo menos durante os próximos 7 dias.

Posso tomar pílula do dia seguinte no resguardo?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

pílula do dia seguinte pode ser tomada durante o resguardo.

O resguardo é o período que compreende os 40 dias após o parto. Durante esse período, é indicado que a mulher não pratique relações sexuais, pois o seu aparelho reprodutor está se recuperando, há maior risco de infecções e pode haver desconforto ou mesmo dor.

A maioria das pílulas do dia seguinte disponíveis nas farmácias são compostas pelo progestágeno Levonorgestrel que não apresenta repercussão para o aleitamento materno.

Os métodos anticoncepcionais hormonais de uso contínuo só podem voltar a ser utilizados após os 40 dias de resguardo. Se a mulher estiver amamentando, ela só poderá tomar anticoncepcionais sem o componente de estrogênio.

É muito importante conversar com o/a profissional de saúde sobre os métodos anticoncepcionais disponíveis e mais indicado para cada situação, além de realizar um planejamento familiar durante as consultas do pré-natal ou mesmo nas consultas de acompanhamento pós parto.

Leia também: Sangramento durante o resguardo é normal?

2 pílulas de anticoncepcional tem o mesmo efeito da pílula do dia seguinte?

Não, tomar duas pílulas de anticoncepcional não faz o mesmo efeito da pílula do dia seguinte e por isso não serve como método anticoncepcional de emergência. A ideia de que duas pílulas anticoncepcionais podem substituir a pílula do dia seguinte está relacionada com o fato de que ambas as pílulas possuem os mesmos hormônios em suas composições. Contudo, as doses hormonais em cada uma delas são muito diferentes.

A quantidade de hormônios presente na pílula do dia seguinte é bastante superior àquela encontrada na pílula da cartela. Para se ter uma ideia, uma pílula do dia seguinte corresponde a cerca de metade da cartela do anticoncepcional convencional. São doses muito elevadas de hormônios, que podem inclusive causar diversos efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, dor de cabeça e dor nas mamas.

Por isso a pílula do dia seguinte só deve ser usada em situações de emergência e não regularmente. O seu uso frequente pode desequilibrar os níveis hormonais da mulher. 

Portanto, se teve relação sexual sem proteção durante o período fértil, se a camisinha estourou ou você se esqueceu de tomar a pílula convencional e pretende evitar uma gravidez, deve tomar a pílula do dia seguinte, que é feita especificamente para essas situações. Como foi visto, tomar duas pílulas de anticoncepcional não produz de forma alguma o mesmo efeito.

Consulte um médico ginecologista, clínico geral ou médico de família para receber indicações e orientações sobre um método contraceptivo que seja adequado para você.

Também podem ser do seu interesse:

Faz mal tomar a pílula do dia seguinte tomando anticoncepcional?

Tomar junto as 2 pílulas do dia seguinte faz mal? Corta efeito?

Tomar duas pílulas de anticoncepcional faz mal?

Pílula do dia seguinte pode atrasar ou fazer descer a menstruação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A pílula do dia seguinte pode atrasar ou adiantar a menstruação.

A pílula do dia seguinte contém hormônios que irá desregular o ciclo menstrual habitual da mulher. Com esse desequilíbrio, a menstruação poderá vir antes do esperado ou depois.

Normalmente, se ocorrer um atraso da menstruação, esse atraso não ultrapassará 4 semanas. Por isso, a mulher que tomou a pílula do dia seguinte e não menstruou até 4 semanas após o uso, deverá procurar um serviço de saúde para investigação de possível gravidez.

A pílula do dia seguinte não é abortiva, por isso ela não impede a gravidez que já esteja efetivada.

Leia também:

A pilula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?

Estou amamentando, posso tomar pilula do dia seguinte?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A mulher que está amamentando pode tomar pílula do dia seguinte desde que seja após 6 semanas do parto.

A pílula do dia seguinte pode ser usada apenas após 6 semanas do parto devido aos riscos de eventos trombogênicos na mulher. Após esse período, a pílula pode ser utilizada sem acarretar danos ao/à bebê ou à mulher.

Apesar de ser secretada pelo leite materno em pequena quantia, a pílula do dia seguinte não acarreta problemas no desenvolvimento da criança.           

Essa medicação contém uma quantidade elevada de hormônio, por isso pode, em alguns poucos casos, reduzir a produção de leite por um curto período. 

Leia também:

Quais os riscos para o bebê de tomar pílula do dia seguinte enquanto estiver amamentando?

Quais os riscos para o bebê de tomar pílula do dia seguinte enquanto estiver amamentando?

A mãe que precisou tomar pílula do dia seguinte pode continuar amamentando normalmente.

Caso você queira utilizar métodos contraceptivos de longo prazo, converse com o/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para escolher juntamente com você o método mais adequado nesse período da amamentação.

Tenho ovário policístico o ginecologista passou Diane...
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher que tem a Síndrome dos Ovários Policístico pode ter alguma dificuldade de engravidar, porém ela pode engravidar e essa possibilidade deve ser sempre levada em consideração.

Por isso, se há um atraso menstrual, é importante procurar o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação pormenorizada.

O teste da farmácia, apesar de ser confiável, pode nem sempre revelar o positivo.

Saiba mais em:

Teste de farmácia pode dar resultado errado?

Quem apresenta o diagnóstico de síndrome dos ovários policísticos, em geral, possui uma irregularidade menstrual.  

O uso da pílula anticoncepcional, como o Diane 35, pode regularizar o ciclo menstrual da mulher, fazendo com que ela menstrue a cada 21 dias. Quando a mulher está em uso deste anticoncepcional, é comum que a menstruação aconteça nos 7 dias de intervalo entre uma cartela e outra. Porém, quando a mulher para de tomar a pílula, o organismo dela volta a se adaptar com um novo ciclo menstrual

De qualquer maneira, a mulher com síndrome dos ovários policísticos deve fazer um acompanhamento médico regular, indo às consultas de rotina, tirando suas dúvidas e realizando o tratamento aconselhado.  

Leia também: 

Ovários policísticos tem cura? Qual o tratamento?

Tive relação e o preservativo se rompeu, tomei a pílula...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Em relação ao seu sangramento: um aborto somente seria possível se já estivesse grávida de mais tempo, se engravidou esse mês e já abortou dificilmente teria um sangramento grande ou com dores fortes, o mais provável é um sangramento decorrente da pílula do dia seguinte ou sua menstruação mesmo. A diarreia pode ter sido mera coincidência e significa uma intoxicação alimentar ou infecção intestinal. Não acredito que precise fazer alguma coisa agora que já está melhor.

Xenical orlistat diminui efeito da pilula anticoncepcional?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Xenical ou Orlistat não absorve nada, muito menos gordura, ele é um inibidor da lipase (enzima que faz a digestão das gorduras no intestino) como as gorduras não são digeridas, elas não podem ser absorvidas e são eliminadas nas fezes. Xenical ou Orlistat não diminui o efeito do anticoncepcional. Segunda a descrição do remédio (bula), parece não haver riscos em usar os dois juntos.

Vomitei depois de 12 horas que tomei a pílula do dia seguinte?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher que vomita após 12 horas de ter tomado a pílula do dia seguinte não precisa tomar a medicação novamente.

Náusea e vômito são efeitos adversos da pílula do dia seguinte. Em alguns casos, é recomendado o uso de medicação que previna os vômitos juntamente com a pílula do dia seguinte.

Quando o vômito ocorre após 3 horas da ingestão da pílula do dia seguinte, é necessário tomar uma nova pílula. Porém, quando o vômito ocorre após esse período, a pílula já foi absorvida e fará seu efeito normalmente.

A pílula do dia seguinte é indicada para mulheres que apresentaram falhas no método contraceptivo habitual (esqueceu de tomar a pílula ou injeção, camisinha estourou) ou tiveram relação sexual desprotegida durante o período fértil ou em situações de estupro.

Ela é considera uma contracepção de emergência e não deve ser tomada como método contraceptivo de rotina.

Se a mulher deseja evitar gravidez é recomendado procurar o/a médico ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para indicar um método contraceptivo de longa duração. 

Leia também:

Se tomar a pílula do dia seguinte muitas vezes ela perde o efeito?

Pílula do dia seguinte e usada antes ou depois da relação?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pílula do dia seguinte é um anticoncepcional de emergência e deve ser usado em situações especiais em que não foi possível se precaver de outra forma, se sabe que vai ter relação não é, então emergência, e deve usar outro tipo de anticoncepção mais seguro como a camisinha por exemplo.

Quem toma anticoncepcional injetável pode tomar pílula do dia seguinte?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A mulher que toma anticoncepcional injetável pode tomar a pílula do dia seguinte.

Quando o anticoncepcional é aplicado corretamente, no momento certo (a cada mês ou a cada três meses a depender da medicação) e sem esquecimento, não há necessidade da mulher tomar a pílula do dia seguinte mesmo tendo feito sexo vaginal desprotegido.

O anticoncepcional usado rotineiramente apresenta uma boa segurança para evitar gravidez indesejada.

Vale lembrar que a pílula do dia seguinte contém uma quantidade alta de hormônio capaz de desequilibrar o ciclo menstrual da mulher e não deve ser tomada constantemente.

A mulher que já usa o anticoncepcional injetável só precisa tomar a pílula do dia seguinte na situação:

  • atraso maior de 2 semanas na aplicação da injeção de Medroxiprogesterona (ex: Depo-Provera® ).

Fora dessas situações, não há necessidade de usar os dois métodos em conjunto.

Links úteis:

Pílula do dia seguinte corta efeito do anticoncepcional?

Tomo pílula e uso camisinha e ainda tenho medo engravidar...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Bom, você está usando dois métodos anticoncepcionais eficientes e ainda assim tem medo de engravidar. Precisa realmente procurar ajuda, um psicólogo seria bem indicado para você aprender a lidar com esse medo, ou procure um médico homeopata que, também, pode te ajudar a vencer este medo.