Perguntar
Fechar

Preventivo

Existe diferença entre papanicolau e preventivo?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. Papanicolau e Preventivo são diferentes nomes para o mesmo exame.

A partir desse exame, o/a profissional de saúde realiza coleta de secreção do colo do útero e vagina. Após análise laboratorial, é possível avaliar as características das células dessa região, bem como a presença de algum micro-organismo agressor.

O exame preventivo é hoje o principal exame para detecção precoce do câncer do colo do útero.

Leia também:

Como é feito o exame preventivo feminino?

Os dois primeiros exames devem ser anuais e, se tiverem normais, deve ser repetido após 3 anos. O exame precisa ser feito todo ano apenas nas mulheres portadoras do vírus HIV ou imunodeprimidas.

O exame preventivo pode ser feito gratuitamente nas Unidades de Saúde da Família (USF) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) pelos profissionais de saúde da Medicina e Enfermagem.

O que significa esfregaço hemorrágico?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Esfregaço hemorrágico significa a presença de sangue no esfregaço do exame preventivo, também conhecido como Papanicolau. O esfregaço é uma camada fina de líquido orgânico recolhido no exame, que é colocado sobre uma lâmina de vidro para ser examinado ao microscópio.

A partir dessa amostra de secreção do colo do útero e da vagina, é possível detectar alterações nas células dessa região, além de micro-organismos agressores. O Papanicolau é o exame utilizado para detectar o câncer do colo do útero.

Em alguns casos, no momento da coleta podem ser eliminados materiais que atrapalham os resultados e a qualidade do exame citopatológico, como sangue, que pode impedir um visão nítida das células. Esse esfregaço com sangue é denominado "esfregaço hemorrágico".

O resultado do Papanicolau deve ser avaliado pelo/a médico/a ginecologista ou médico/a de família.

Também podem lhe interessar: 

É normal sangrar depois do preventivo?

Qual a diferença de fazer o preventivo e a transvaginal?

Resultado do exame preventivo deu Gardnerella. O que pode ser?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Se o resultado do exame preventivo indicou infecção por gardnerella, significa que você tem vaginose bacteriana, que precisa ser tratada e após o tratamento deve-se repetir o exame.

A gardnerella vaginalis é uma bactéria que faz parte da flora vaginal. O micro-organismo está naturalmente presente em até 80% das mulheres sexualmente ativas.

A gardnerella vaginalis é uma das principais causas de vaginose bacteriana, que caracteriza-se pelo desequilíbrio da flora vaginal, com predominância dessa bactéria.

Na vaginite, ocorre uma infecção dos tecidos da vagina, com inchaço e vermelhidão, bem como dores durante as relações sexuais. Já na vaginose não há lesões dos tecidos. Quando presentes, as lesões são discretas. O que se observa é o desequilíbrio da flora vaginal.

Quais as causas da vaginose bacteriana?

A vaginose bacteriana ocorre quando há um desequilíbrio da flora vaginal normal, com predominância da gardnerella. Há diversas condições que podem causar esse desequilíbrio, tais como: tabagismo, uso constante de duchas vaginais, ter vários parceiros sexuais, imunidade baixa, infecções e gravidez.

Quais são os sintomas da vaginose por gardnerella?

A vaginose por gardnerella pode não manifestar sinais e sintomas. Quando presentes, pode haver:

  • Corrimento vaginal branco acinzentado, com odor desagradável e consistência cremosa. Pode haver presença de bolhas na superfície do corrimento;
  • Coceira na vagina (pouco comum);
  • Presença de odor semelhante ao de peixe podre após a relação sexual.

Para maiores esclarecimentos, consulte o médico que solicitou o exame. Ele é o especialista responsável por analisar e interpretar os resultados do exame e indicar o tratamento mais adequado.

Fiz um exame de colpocitologia oncótica e o resultado foi...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O exame apresenta resultado dentro dos limites da normalidade. No entanto, como todo exame complementar, deve ser analisado pelo médico que o solicitou, para que junto com a análise clínica, seja definido melhor tratamento e acompanhamento.

A descrição dos achados no exame é dividida em:

  1. Identificação da amostra,
  2. Características do material colhido,
  3. Diagnóstico final.
Analisando o exame descritoAvaliação da amostra: satisfatória.

A avaliação "satisfatória", significa que pode ser realizada a análise do material. Ou seja, significa que a coleta do material foi adequada, a quantidade de material está suficiente e os cuidados com a lâmina ou frasco entregues estão nas condições exigidas. Como foi no seu caso.

Quando ocorre alguma falha, seja na coleta ou no material colhido, como quebra de uma lâmina no transporte para o laboratório ou sinais de contaminação, o patologista pode invalidar a amostra e solicitar nova coleta para uma análise mais segura.

Microbiologia: Flora bacilar

A flora bacilar quer dizer que a maior parte é representada por lactobacilos, os quais são considerados bactérias "boas" da flora vaginal. Os lactobacilos são responsáveis pela defesa natural dessa região, impedindo a proliferação de fungos e bactérias causadores de doenças.

Quando ocorre algum desequilíbrio nessa flora, seja por gestação, menstruação, atividade sexual, má higiene ou uso de hormônios, a mulher se torna mais exposta a bactérias nocivas, resultando nos quadros de corrimento, cervicite e vaginite. As doenças mais comuns são a candidíase, tricomoníase e vaginose por gardenerella.

Avaliação hormonal: Esfregaço eutrófico.

O resultado esfregaço "eutrófico" no exame, significa que o material analisado está normal.

No esfregaço, são avaliadas as camadas celulares do colo, sua proliferação, amadurecimento e descamação. Todo esse processo é coordenado pelos hormônios sexuais femininos, por isso, em situações de alteração hormonal esse resultado pode estar alterado sem que sinalize uma doença, como por exemplo no caso de menopausa, aonde o estrogênio está diminuído e o resultado esperado deve ser de tecido "hipotrófico".

Portanto, todo resultado de exames, deve ser avaliado em conjunto com a análise clínica.

Diagnóstico: Negativa para células neoplásicas. Presença de alterações celulares reativas ou reparativas em células escamosas.

Esse é o principal critério apresentado no laudo, aonde indica a presença ou ausência de células malignas/pré-malignas, além de outros achados que forem evidenciados. No seu caso foi negativo para células malignas (neoplásicas), descartando células precursoras de câncer.

A presença de células reativas ou reparativas em células escamosas, nos diz que foram visualizadas alterações no epitélio do colo (escamoso), as quais geralmente estão relacionadas a reações inflamatórias prévias, uso de absorventes internos ou DIU, reações alérgicas, exposição à radiação ou mesmo decorrente da atrofia epitelial esperada na menopausa.

O que é o Exame de colpocitologia oncótica?

O exame de colpocitologia oncótica, é o exame preventivo feminino, ou Teste de Papanicolau. Exame de rastreio, utilizado de rotina na prática médica para prevenção do câncer do colo de útero na mulher, o terceiro tipo de câncer mais comum na população feminina mundial.

O objetivo principal é a detecção precoce de células precursoras do tumor, para um tratamento precoce e eficaz. Quanto mais cedo for detectado o câncer, maior a chance de cura.

Para maiores esclarecimentos converse com seu/sua médico/a ginecologista, e mantenha sempre um acompanhamento regular.

É possível saber se está grávida fazendo Papanicolau?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. O exame Papanicolau não serve para diagnosticar gravidez.

A partir da realização do exame preventivo (Papanicolau) não é possível identificar se uma mulher está ou não grávida. O exame preventivo tem a utilidade de identificar alterações nas células do colo do útero e vagina para detectar precocemente lesões ou doenças como câncer do colo do útero. Dessa forma, o resultado que o preventivo fornece não é capaz de informar gravidez.

Os testes de diagnóstico da gestação são a partir do exame Beta-HCG no sangue ou na urina e com a ultrassonografia transvaginal ou abdominal.

A mulher grávida pode e deve fazer o exame preventivo durante a gravidez para identificar alterações, mas não com o objetivo de descobrir a gestação.

Se você tem suspeita de gravidez, procure um serviço de saúde para a melhor identificação e acompanhamento.

Fiz um preventivo e fiquei 2 dias sangrando?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não é normal, apesar de que pequenos sangramentos podem ocorrer após o exame, talvez no seu caso o colo uterino pode estar com algum tipo de inflamação e por isso teve esse sangramento.

Posso fazer o exame preventivo no dia seguinte que tive relação sexual com preservativo ?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não. O ideal é que siga as orientações sobre os cuidados de 48 h antes do exame, para que o resultado seja mais fidedigno possível.

As recomendações para realização do exame preventivo na mulher são 48 h antes:

  • Abster-se de ter relações sexuais (mesmo com camisinha);
  • Evitar o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais (por exemplo, espermicidas)
  • Não realizar exame ginecológico com toque, ultrassonografia transvaginal e/ou ressonância magnética da pelve
  • Ainda, não estar no período menstrual.

O exame é praticado por realizado por método simples e rápido, além de estar disponível na rede pública de saúde, entretanto pode apresentar algum resultado falso ou indeterminado no caso de não seguir as devidas orientações, o que acarretará na necessidade de repetir, ou até de um tratamento desnecessário.

Para mais esclarecimentos, o médico ginecologista é o responsável por esses casos e deverá ser consultado.

Pode lhe interessar também:

Para fazer preventivo é preciso depilar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não é preciso se depilar para fazer o preventivo.

Durante o exame preventivo, o/a profissional de saúde realiza coleta de secreção do colo do útero e do interior da vagina. Ou seja, ele/ela coloca um especulo dentro da vagina da mulher para realizar a retirada do material. Não há necessidade de retirar os pelos pubianos pois o especulo entrará pelo introito vaginal e os pelos não atrapalharão no procedimento.

Após análise laboratorial, é possível avaliar as características das células dessa região, bem como a presença de algum micro-organismo agressor.

O exame preventivo é hoje o principal exame para detecção precoce do câncer do colo do útero.

Leia também:

Como é feito o exame preventivo feminino?

A mulher pode ir para o exame sem realizar nenhuma depilação.

O exame preventivo pode ser feito gratuitamente nas Unidades de Saúde da Família (USF) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) pelas/os profissionais de saúde da Medicina e Enfermagem.

Vou ao ginecologista pela primeira vez, que falar para ele?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Uma preocupação das mulheres que vão ao ginecologista é o medo ou vergonha de serem examinadas, de uma forma geral o médico ginecologista não irá examinar todas as vaginas de todas as mulheres que ele atende. Na verdade o exame será dirigido para suas queixas. Caso você tenho um nódulo de mama ele terá que examinar sua mamas obrigatoriamente, caso contrário o exame das mamas não precisa ser feito em todas as consultas (apesar que deveria). Caso suas queixas sejam referentes a um corrimento ele terá que fazer o exame ginecológico, mas se você não tem nenhuma queixa, provavelmente ele não fará o exame. Porém o ideal é que você faça o preventivo do câncer de colo uterino uma vez  ao ano (ou seja, pelo menos uma vez por ano você não tem escapatória). E não vale dizer ao médico que não tem nada só para escapar do exame, ai não adianta ir ao médico.

Fiz preventivo e o médico disse que tenho a bexiga baixa...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O resultado do seu preventivo, a constatação de infecção no colo uterino pelo seu médico e esse corrimento que você tem dizem respeito a mesma coisa (mesma doença) uma infecção que precisa de tratamento, seu médico pode providenciar esse tratamento. Com relação a questão da cirurgia esse é um ponto que precisa de maior cuidado, toda vez que o médico diz que necessita de cirurgia, mas essa indicação é relativa (como no seu caso) o ideal é procurar outro ginecologista, que ira fazer o mesmo exame e ver qual a opinião dele, se ele for favorável a cirurgia, tenha certeza que você realmente precisa dela, se ele discordar provavelmente você não precisa da cirurgia.

Preventivo e o diagnóstico é de gardnerella/mobilungus?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O resultado do seu preventivo significa que você tem uma infecção por um germe com esse "nome estranho", não é grave, só precisa ir ao médico para fazer o tratamento que pode ser com uso de creme vaginal ou comprimidos.

Fiz o Preventivo do Câncer de Colo do Útero e deu...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Quer dizer que o exame está normal. Vamos detalhar um pouco a descrição para melhor compreensão, entretanto é fundamental que leve o resultado para o médico que o solicitou, pois o exame é um dado complementar ao exame físico e história do paciente. Não define ou descarta nada sozinho.

O que é o exame preventivo?

Também conhecido por Papanicolau, o exame preventivo é uma avaliação ginecológica, que deve ser realizada periodicamente, de acordo com a faixa etária da mulher.

No exame é coletado material celular do colo do útero e regiões ao redor, com o objetivo principal de detectar células anormais precocemente. Por isso o exame é considerado exame de rastreio para câncer de colo de útero.

Leia também: Com qual idade a mulher deve fazer o preventivo pela primeira vez?

Como entender o resultado do exame preventivo?

No exame são avaliados itens como: tipo de célula encontrada, presença de lesão ou reação inadequadas, germe mais prevalente na flora bacteriana e presença ou ausência de lesão neoplásica (células tumorais).

O médico especialista deverá avaliar os dados e comparar aos considerados normais para sua faixa etária, para definir a melhor conduta em cada caso.

No seu caso, as células escamosas são as células normalmente encontradas no exame de Papanicolau, assim como as alterações celulares benignas reativas ou reparativas e a prevalência de lactobacilos sp.

Um dos dados mais importantes, a pesquisa de células neoplásicas, no seu caso aparece como negativa, o que significa que as células não foram evidenciadas descartando a possibilidade de câncer por esse exame

Leia também: Fiz exame de papanicolau e gostaria entender resultado...

Por isso seu resultado é considerado normal. Mantenha o acompanhamento regular com seu/sua médico/a ginecologista.

Pode lhe interessar: O que significa lactobacillus sp no preventivo? e O que é neoplasia? É câncer?