Perguntar
Fechar

Urina

Minha urina está com pouco de espuma o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A eliminação de substâncias pelos rins pode causar espuma na urina, como é o caso de proteínas na urina. O ideal é fazer um exame de urina para ver se isto não é uma alteração que precisa de cuidados médicos. Pode não ser nada de grave, mas em alguns casos pode significar doenças.

Bilirrubina na urina, o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Bilirrubina na urina é um sinal de doenças no fígado, na vesícula biliar ou distúrbios no sangue, já que em condições normais a bilirrubina não costuma estar presente na urina. Dentre as doenças que podem aumentar a concentração dessa substância na urina podemos citar: hepatites, cirrose, câncer de fígado, anemia falciforme, tumores ou cálculos biliares, entre outras.

A bilirrubina é um pigmento da bile (líquido produzido pelo fígado), que fica armazenada na vesícula biliar. A maior parte da produção de bilirrubina é proveniente da degradação dos glóbulos vermelhos do sangue, também conhecidos como hemácias ou eritrócitos, que circulam no sangue, e a menor parte é produzida diretamente no fígado.

Assim, quando a bilirrubina está presente na urina, podemos assegurar que a sua concentração no sangue está elevada, o que indica um mau funcionamento do fígado, uma obstrução na vesícula que esteja impedindo o fluxo da bile, uma degradação exagerada de hemácias, ou ainda uma possível lesão hepática.

Quando as taxas de bilirrubina estão altas, além de ser excretada na urina, causando uma coloração escura, esse pigmento também se deposita na pele e na conjuntiva (parte branca dos olhos), resultando em coloração amarelada na pele e nos olhos. É a chamada icterícia.

Contudo, na maioria das vezes, a bilirrubina pode ser detectada no exame de urina mesmo antes da icterícia se manifestar.

Veja também: Bilirrubina alta: o que pode ser?

Para maiores esclarecimentos, fale com o médico que solicitou o exame ou consulte um hepatologista.

Saiba mais em:

Para que serve o exame de bilirrubina no sangue?

Olhos amarelados, o que pode ser?

Suspeita de estar grávida a urina sai verde?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não, este não é sintoma de gravidez, pode estar relacionado a ingestão de algum alimento, ou substância que contenha corante de cor verde ou uma infecção urinária.

Meus olhos estão amarelos e a urina está escura, o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Olhos amarelos e urina escura podem ser sintomas de doença no fígado ou na vesícula biliar, as mais comuns são: Hepatite A, B, C, Hepatite autoimune e coledocolitíase (pedra na vesícula).

Apesar das hepatites apresentarem causas distintas, os sintomas são semelhantes e incluem:

  • Olhos e pele amarelados (icterícia);
  • Urina escura;
  • Dor de cabeça e no corpo;
  • Cansaço;
  • Fraqueza;
  • Perda de apetite;
  • Aumento do abdômen, por acúmulo de líquido;
  • Febre;
  • Fezes claras.

Vale lembrar que a hepatite C não apresenta sintomas na fase aguda. 

Hepatite é uma inflamação do fígado causada por vírus (hepatites virais), bactérias, medicamentos, drogas ou álcool. Os tipos mais comuns são causados pelos vírus A, B, C, embora existam também hepatites causadas pelos vírus D, E, G.

Uma outra condição que pode deixar os olhos amarelos e a urina escura é a coledocolitíase (cálculo no principal canal biliar). Trata-se de um cálculo ("pedra") que sai da vesícula e aloja-se no principal canal (colédoco) que leva a bile ao intestino.

Além de olhos amarelos e urina escura, os sintomas incluem também:

  • Dores abdominais;
  • Cólicas, náuseas, vômitos e mal-estar;
  • Fezes claras;
  • Pode haver também febre com calafrios.

Seja qual for a causa dos olhos amarelos e da urina escura, é muito provável que você esteja com algum problema relacionado com o fígado ou vesícula, e precisa ser visto com urgência por um médico, de preferência um gastroenterologista ou hepatologista.

Saiba mais em: Urina escura: o que pode ser?

Fiz um exame de urina e o meu leucócitos é de 45.000 m/l?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Significa que o valor dos leucócitos está aumentado, e a causa mais comum de aumento dos leucócitos no exame de urina é a infecção urinária.

Exame de urina

O exame de urina é utilizado para avaliar o funcionamento e presença de doenças no sistema urinário. Nessa análise, existem dados já estipulados para avaliação, com os seus valores de referência para normalidade.

Os parâmetros usados na grande maioria dos laboratórios de análise são:

  • Coloração;
  • PH;
  • Densidade;
  • Glicose;
  • Proteínas;
  • Corpos cetônicos;
  • Hemoglobina;
  • Bilirrubina;
  • Urobilinogênio;
  • Nitritos;
  • Leucócitos e
  • Células epiteliais.
Leucócitos na urina

Os leucócitos são os nossos glóbulos brancos, células de defesa, portanto costumamos encontrar poucos, alguns ou nenhum leucócito na urina, em termos de valores, 5 por campo, ou menos do que 10.000 células por ml.

No caso de aumento dos leucócitos, a primeira hipótese diagnóstica é uma infecção urinária, porém existem outras causas, embora menos comuns, para esse achado. Podemos citar: Casos de trauma, uso de certos medicamentos e uso de substâncias irritantes, como para higiene íntima.

Dessa maneira, é fundamental que o exame seja avaliado por um médico clínico geral, médico da família ou urologista, que junto a história clínica e exame físico, será capaz de diagnosticar e oferecer as orientações necessárias.

Saiba mais sobre esse assunto em: Exame de Urina: como se preparar e entender os resultados

Meu marido teve contato com urina de rato...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Várias doenças podem ser transmitidas pelos ratos, sendo as mais comuns e preocupantes a leptospirose e a hantavirose. Os sintomas são como os sintomas iniciais de uma infecção viral comum: febre, dores no corpo (panturrilha no caso da leptospirose); tosse e falta de ar no caso da hantavirose. Todas as duas são graves, mas não é todos que entram em contato que vão desenvolver as doenças.

Tive relação e durante senti uma dor na urina...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pequenos traumatismos podem ocorrer na uretra durante a relação sexual, inclusive com pequenos sangramentos, normalmente não são graves e melhoram sozinhos, mas se os sintomas permanecerem ou forem intensos precisa procurar um médico. Sempre existe também a possibilidade de infecção urinária, muito comum em mulheres com vida sexual ativa e pode estar relacionada com o ato sexual.

O que pode causar retenção urinária?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A retenção urinária é causada pela incapacidade de esvaziamento da bexiga.

Suas principais causas incluem:

  • Hipertrofia benigna da próstata;
  • Estreitamento da uretra;
  • Infecção urinária;
  • Impactação fecal;
  • Câncer de próstata;
  • Cálculos na bexiga;
  • Distúrbios neurológicos (bexiga neurogênica);
  • Cirurgias pélvicas;
  • Hímen imperfurado e
  • Uso de drogas.

As causas mais comuns na nossa população são doenças da próstata, infecção urinária e presença de cálculos na bexiga, entretanto todas as causas devem ser investigadas.

Há ainda casos de hímen imperfurado que podem provocar dificuldade para urinar. Os sintomas normalmente são notados na puberdade, quando a menina atinge a idade da primeira menstruação e o fluxo menstrual não desce porque fica retido pelo hímen.

Quais são os sintomas de retenção urinária?

Os sintomas da retenção urinária podem incluir sensação de pressão ou desconforto na bexiga, aumento da sensibilidade na região púbica, agitação, transpiração e ausência de urina.

Pessoas com retenção de urina podem apresentar ainda o que os urologistas chamam de incontinência urinária paradoxal. O paradoxo está no fato do indivíduo perder urina continuamente e não conseguir realizar a micção. A pessoa sente cada vez mais vontade de urinar, não consegue esvaziar a bexiga e ao mesmo tempo apresenta uma perda contínua de gotas de urina.

Como se faz o diagnóstico de retenção urinária e tratamento?

O diagnóstico da retenção urinária é feito através do exame físico acompanhado pela história do paciente.

O tratamento consiste no esvaziamento da bexiga por meio de um cateter introduzido pela uretra ou por uma pequena incisão logo acima do púbis.

Sem tratamento, a retenção urinária pode causar frouxidão da musculatura lisa da bexiga, insuficiência renal, infecção urinária, pedras na vesícula, entre outras complicações.

Vale lembrar ainda que a insuficiência renal decorrente da retenção urinária é reversível, desde que o problema seja detectado e tratado a tempo.

Para maiores informações, consulte um/a médico/a urologista.

Pode lhe interessar também:

Tenho sentido um tremor e formigação nas pernas e pés...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu peso está dentro do esperado, os seus outros sintomas são compatíveis com ansiedade ou problemas de circulação, mas como sua urina está doce o ideal é em primeiro lugar ir a um médico contar isso a ele e fazer exames para ver se não tem diabetes. E depois de ver o resultado dos exame ver o que fazer.

Menstruação está atrasada 15 dias posso fazer o teste?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Já está na hora de fazer o teste de gravidez. Não precisa ser a primeira urina do dia.

Em geral, é recomendado esperar pelo menos 8 dias de atraso menstrual para fazer o teste de farmácia. Isso porque só depois de 8 dias após a concepção os níveis do hormônio beta-hCG estão altos o suficiente para serem detectados nesse tipo de teste de gravidez. Ou seja, como você está com 15 dias de atraso menstrual, você já pode fazer o teste de gravidez.

O beta-hCG só é produzido pela mulher apenas durante a gravidez, por isso, quando o teste dá positivo é bem provável que a mulher esteja grávida.

Para realizar o exame, não é preciso esperar a primeira urina do dia.

Quando o teste de gravidez de farmácia não é realizado de forma correta, ele pode dar resultados alterados. Nesses casos, o indicado é esperar mais alguns dias e repetir o teste ou fazer o exame de gravidez em laboratório.

Para maiores esclarecimentos sobre quando fazer o teste de gravidez, consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou ginecologista.

Cimelide com Ampicilina pode combater infecção de urina?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Podem, provavelmente na maioria dos casos. O Cimelide é um dos nomes comerciais da nimesulida, que é um anti-inflamatório e auxilia no controle dos sintomas de dor, ardência urinária e desconforto provocado pela infecção. Já a Ampicilina é um antibiótico da classe dos beta-lactâmicos, capaz de combater diversos tipos de bactérias entre eles os principais causadores de infecção urinária como a E. coli, 

Contudo, atualmente existem outras opções de antibiótico que são preferíveis ao tratamento da infecção urinária ao invés da ampicilina, isto porque possuem maior eficácia e menor índice de bactérias resistentes. A maioria dos casos de infecção urinária simples podem ser tratadas com sulfametoxazol-trimetoprim (Bactrim) ou a nitrofurantoína.

Em alguns casos, o médico pode solicitar além do exame de urina Tipo 1, a Urocultura que é um exame que vê qual bactéria está causando a infecção e quais são os antibióticos capazes de combatê-la eficazmente e quais ela apresenta resistência.

Em relação ao anti-inflamatório qualquer outro pode ser utilizado, não há diferença de eficácia pois é usado apena para alívio de sintomas.

Para mais informações consulte o seu médico de família ou clínico geral. 

Segurar a urina faz mal?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, segurar a urina faz mal, pois pode provocar infecção urinária, afetando rins e bexiga. Isso porque a urina limpa a uretra, eliminando bactérias que ali se acumulam e prevenindo, assim, que essas bactérias causem infecções na bexiga.

Em geral, as mulheres são mais resistentes do que os homens na hora de segurar o xixi, o que faz com que estejam mais expostas às infecções urinárias por causa disso.

Além disso, com o passar do tempo, o organismo feminino adapta-se a esse hábito de segurar a urina, aumentando a capacidade contenção. Assim, a mulher consegue suportar ainda mais tempo sem ir ao banheiro.

Há ainda mulheres que bebem pouca água justamente para não ter que ir ao banheiro fora de casa, o que pode agravar ainda mais as complicações no trato urinário.

Quanto mais tempo a pessoa segurar a vontade de urinar, maior é o risco de problemas. Para manter uma limpeza constante do canal urinário e evitar infecções, recomenda-se urinar pelo menos a cada duas horas, mesmo sem sentir que a bexiga está muito cheia.

Para maiores esclarecimentos, consulte com o/a médico/a de família, ginecologista, urologista ou clínico/a geral.