Perguntar
Fechar
Posso tomar nimesulida de 100mg amamentando?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não. A nimesulida® é um anti-inflamatório, que não está indicado para uso em mulheres amamentando. Uma opção de anti-inflamatório indicado pela Academia Americana de Pediatria para a mulher durante a amamentação, por ser considerado de baixo risco, é o ibuprofeno®.

Entretanto recomendamos que qualquer uso de medicamentos nessa fase da vida da mulher, deva ser discutida com seu médico ginecologista ou pediatra.

Quais medicamentos posso tomar durante a amamentação?

Essa é uma questão muito comum nessa etapa da vida da mulher, e não é fácil responder visto que o volume de medicamentos que existem hoje no mercado é muito extenso, e cada situação precisa de uma avaliação criteriosa.

O Ministério da Saúde do Brasil esclarece que a maioria das medicações passam sim pelo leite materno, mas em pequenas quantidades, por isso nem sempre são absorvidos pelo organismo do bebê, de qualquer forma, sempre deve ser informado e discutido com o médico assistente o uso de medicamentos.

Contudo, sugere como medicamentos fortemente contraindicados: o antibiótico Linezolida®, anticoncepcional hormonal combinado e cosméticos com formol na sua composição.

Além desses, outros podem ser prejudiciais, porém devem ser avaliados riscos e benefícios pela equipe médica e paciente.

Contraindicações de nimesulida®

Quanto a nimesulida®, as contraindicações formais pelo fabricante, são:

  • Pacientes que tenham alergia à nimesulida® ou a qualquer outro componente do medicamento;
  • Histórico de reações de hipersensibilidade (por exemplo.: broncoespasmo, rinite, urticária e angioedema) ao ácido acetilsalicílico ou a outros anti-inflamatórios não esteroidais;
  • Histórico de reações hepáticas ao produto;
  • Pacientes com úlcera péptica ou doença gástrica em atividade;
  • Ulcerações recorrentes ou com hemorragia no trato gastrintestinal;
  • Pacientes com distúrbios de coagulação graves;
  • Pacientes com insuficiência cardíaca grave;
  • Pacientes com insuficiência renal e/ou hepática;
  • Pacientes menores de 12 anos.

Embora não seja uma contraindicação absoluta, durante o uso de nimesulida® e outros anti-inflamatórios, é preferível evitar o uso de analgésicos, para não mascarar possíveis reações adversas e sinais iniciais de infecção.

O uso concomitante de outros anti-inflamatórios não esteroidais também é uma contraindicação relativa, pelo aumento do risco de lesão gástrica. Assim como a administração concomitante com drogas hepatotóxicas conhecidas e abuso de álcool, uma vez que podem aumentar o risco de reações hepáticas.

Para maiores esclarecimentos fale com seu/sua médico/a ginecologista.

Pode lhe interessar também: Posso tomar antidepressivo durante a amamentação?

Posso tomar colágeno durante a gravidez e durante a amamentação?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim, o colágeno hidrolisado pode ser usado na gravidez e na amamentação, desde que a utilização seja feita sob orientação médica. Recomenda-se também que as grávidas e as mulheres que estão amamentando tomem colágeno sem adição de corantes ou adoçantes.

Não há evidências de que o uso de colágeno hidrolisado em pó ou em cápsulas, nas doses indicadas, possa interferir na qualidade ou na quantidade do leite materno ou prejudicar a saúde do bebê durante a gestação.

O colágeno é uma proteína produzida pelo corpo, presente nas cartilagens, pele, ligamentos e tendões. A partir dos 30 anos, o organismo começa a diminuir a produção de colágeno, o que pode causar flacidez na pele e desgaste articular.

Na gravidez, o colágeno hidrolisado ajuda a manter a hidratação e a resistência da pele, auxiliando a prevenção das estrias. No pós-parto, o seu uso é indicado principalmente para combater a flacidez da pele.

Para maiores informações sobre o uso de colágeno durante a gravidez e amamentação, fale com o seu médico obstetra ou consulte um nutricionista.

Mulher grávida ou que está amamentando pode tomar anestesia no dentista?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, mulher grávida ou que está amamentando pode tomar anestesia no dentista.

A mulher grávida ou que está amamentando pode realizar os procedimentos no dentista normalmente, mesmo que haja exigência de anestesia.

As medicações contidas na anestesia usada pelo/a dentista podem ser utilizadas tanto pela gestante quanto pela mulher em aleitamento materno.

Mesmo assim, é prudente informar essas condições ao/à profissional para que fique ciente em caso de alguma necessidade.

Quando a mulher que está amamentando engravida, o leite seca?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Não, o leite não seca se a mulher engravidar enquanto estiver amamentado, caso a mulher deseje continuar amamentando o filho mesmo durante a gravidez não há problema algum. 

É frequente os bebês deixarem de mamar espontaneamente quando a mulher engravida, pois a produção do leite diminui em quantidade, o que pode desestimular a criança a continuar. Da mesma forma as mamas da mãe também ficam mais sensíveis o que também pode contribuir para o desmame.

Além disso, quando a criança mais nova nasce o leite muda o aspecto, forma-se novamente o colostro, o que pode fazer com que a criança mais velha também deixe de buscar a amentação.

Caso a mãe queira continuar amamentando as duas crianças ela pode continuar, mas é bem importante ficar atenta a hidratação e a alimentação por conta do corpo necessitar de um bom aporte energético e nutricional nessa circunstância. 

Atualmente já se sabe que a amamentação não estimula contrações uterinas fortes ou trabalho de parto prematuro, contudo alguns médicos ainda preferem contraindicar a amamentação em casos em que a gestante apresenta risco de abortamento ou parto prematuro por conta da produção dessas contrações.

Para maiores esclarecimentos sobre a amamentação durante a gestação, fale com o seu médico de família ou obstetra.

Também podem lhe interessar:

É possível engravidar durante a amamentação?

Posso engravidar durante o resguardo?

Fazer academia pode secar o leite?

Comer pimenta durante a amamentação faz mal para o bebê?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. Comer pimenta durante a amamentação não faz mal ao/à bebê.

A pimenta não precisa ser evitada durante a amamentação pois sua ingestão não causará nenhum prejuízo à mulher ou ao/à bebê.

A mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

A quantidade adequada de calorias para cada mulher será dependente do seu peso, altura, idade e das possíveis atividades físicas desempenhadas por ela

Algumas comidas devem ser evitadas durante a amamentação como determinados peixes que podem conter elevados níveis de mercúrio. As demais comidas são liberadas e não demonstram riscos para a mãe e/ou bebê.

Uma alimentação diversificada deve incluir frutas, vegetais, grãos, cereais, proteínas, etc. Além disso, a mulher deve ter uma boa ingesta de água para se hidratar e recuperar os líquidos perdidos durante a amamentação.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura. 

Também pode lhe interessar: Estresse durante a gravidez faz mal para o bebê?

O que fazer no caso de leite empedrado?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Em caso de leite empedrado, retire manualmente o excesso de leite e, a seguir, coloque uma compressa de água fria ao redor da mama por 3 minutos (não ultrapasse esse tempo, pois pode provocar efeito contrário).

Para facilitar a saída do leite, faça uma massagem na mama da seguinte forma:

  1. Com a ponta dos dedos, massageie a mama com movimentos circulares, começando do mamilo para fora;
  2. Faça movimentos circulares curtos e suaves sobre as regiões endurecidas, partindo de fora e seguindo em direção ao mamilo;
  3. Lave as mãos com água e sabão;
  4. Comece a retirar o leite com as mãos, colocando o polegar ao redor do mamilo e os outros dedos por baixo, apertando levemente.

A compressa fria, que deve ser feita após a retirada do leite, ajuda a reduzir a produção excessiva de leite, facilita o esvaziamento da mama e alivia a dor.

Não use compressas quentes, pois podem aumentar ainda mais a produção de leite e provocar queimaduras nas mamas.

O uso de bombas manuais ou elétricas para retirar o leite pioram a situação, pois estimulam a produção de mais leite. Como resultado, a mama fica cheia mais rápido, piorando o quadro.

Como evitar que o leite fique empedrado?
  • Dê o peito sempre que o bebê quiser e deixe-o mamar à vontade;
  • Esvazie ambas as mamas após cada mamada;
  • Se os seios estiverem muito cheios, retire o excesso de leite e ofereça o peito mais vezes;
  • Use sutiã de tamanho adequado, que suporte bem os seios, pois evita o empedramento do leite na parte de baixo da mama.

O melhor tratamento para leite empedrado é a ordenha manual do peito. Se a situação não melhorar, o seio ficar avermelhado e houver febre, procure o seu médico para evitar complicações como abscessos ou mastite.

Comer ou beber água enquanto estou dando de mamar faz mal?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. Comer ou beber água enquanto está dando de mamar não faz mal, muito pelo contrário.

Beber água durante a amamentação é fundamental para garantir a hidratação da mulher, fazendo com que ela produza adequadamente o leite necessário para o/a seu/sua bebê.

Por isso, toda mulher que está amamentando deve ingerir uma quantidade maior de água e outros líquidos comparativamente às outras pessoas. Uma boa dica é deixar uma garrafa de água filtrada ou fervida disponível e de fácil acesso para a mulher durante o processo de amamentação. Assim, ela poderá ingerir a água sempre que desejar.

Além da adequada hidratação, a mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Comer chocolate durante a amamentação faz mal para o bebê?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. Comer chocolate durante a amamentação não faz mal ao/à bebê.

O chocolate não precisa ser evitado durante a amamentação pois sua ingestão não causará nenhum prejuízo à mulher ou ao/à bebê.

A mulher que está amamentando precisa garantir uma alimentação diversa, completa e com maior quantidade de calorias para manter a produção de leite.

A quantidade adequada de calorias para cada mulher será dependente do seu peso, altura, idade e das possíveis atividades físicas desempenhadas por ela.

Algumas comidas devem ser evitadas durante a amamentação como determinados peixes que podem conter elevados níveis de mercúrio. As demais comidas são liberadas e não demonstram riscos para a mãe e/ou bebê.

Uma alimentação diversificada deve incluir frutas, vegetais, grãos, cereais, proteínas, etc. Além disso, a mulher deve ter uma boa ingesta de água para se hidratar e recuperar os líquidos perdidos durante a amamentação.

Leia também: Amamentar aumenta o apetite?

Converse com o/a médico/a durante as consultas de rotina de puericultura.