Perguntar
Fechar
Menstruei duas vezes este mês: como saber qual meu período fértil?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

É difícil saber qual o seu período fértil se menstruou duas vezes no mês. Pode ser que nem tenha tido ovulação neste mês e, por consequência, não houve período fértil.

Regra geral, para saber qual o período fértil, a mulher deve verificar qual o tempo médio de intervalo entre uma menstruação e outra e observar qual é o dia central desse período. Partindo deste dia, deve-se contar 3 dias antes e 3 dias depois. Este é o período fértil.

A duração de um ciclo menstrual regular é, em geral, de 28 a 35 dias. Quando o intervalo entre duas menstruações está dentro desse período, geralmente o ciclo é ovulatório e, portanto, o período fértil está presente. Nos casos em que esse intervalo é pequeno e há mais de uma menstruação no mesmo mês, há indícios de que a mulher não está ovulando e, dessa forma, não apresenta período fértil.

Como calcular o período fértil com ciclos menstruais irregulares?

Mulheres com ciclos menstruais irregulares e que pretendem calcular o período fértil, devem contar os dias dos ciclos menstruais durante pelo menos 6 meses. Vale lembrar que o dia em que a mulher amanhece com a menstruação é considerado o 1º dia do ciclo menstrual.

Após saber o tempo de duração dos últimos 6 ciclos menstruais, deve-se subtrair 18 do número de dias do ciclo mais curto e subtrair 11 do ciclo menstrual mais longo. O resultado do primeiro cálculo serve para encontrar o 1º dia do período fértil e o segundo cálculo irá determinar o último dia do período fértil.

Por exemplo: Se o ciclo mais longo foi de 32 dias e o mais curto foi de 25 dias, subtraia 18 do ciclo mais curto (25 - 18 = 7) e subtraia 11 do ciclo mais longo (32 - 11 = 21). Nesse caso, pode-se concluir que o período fértil pode variar desde o 7º ao 21º dia do ciclo menstrual.

Contudo, é importante ressaltar que essa forma de calcular o período fértil não é considerada segura. Por isso, mulheres com ciclos menstruais com mais de 6 dias de variação entre eles não devem utilizar esse método.

Menstruar duas vezes no mesmo mês pode ter várias causas, desde estresse à gravidez. Por isso, o mais indicado é procurar um/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para realizar uma avaliação e identificar as possíveis causas dessa desregulação no seu ciclo menstrual.

Quando a mulher não menstrua, tem período fértil?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Depende. Se a mulher não menstrua e esse atraso da menstruação for devido à irregularidade menstrual, ela tem período fértil sim, pois continua ovulando, o que parece ser o seu caso.

Por outro lado, a ausência de menstruação também pode indicar que a mulher não está produzindo óvulos e, neste caso, ela não tem período fértil. Isso pode acontecer em casos de gravidez, uso ininterrupto de pílula anticoncepcional, alterações hormonais, entre outras causas.

O ciclo menstrual tem uma duração que varia entre 24 e 35 dias. Para saber qual é o seu período fértil, tem que contar os dias entre uma menstruação e outra.

Se, por exemplo, o intervalo for de 30 dias, o 15º dia será o seu dia mais fértil, pois provavelmente estará ovulando nesse dia. Importante lembrar que o período fértil começa 3 dias antes e continua até 3 dias depois do 15º dia, pois o espermatozoide pode sobreviver por até 5 dias dentro do seu corpo.

Assim, para um ciclo de 30 dias, o período fértil será do 12º ao 18º dia desse ciclo menstrual.

Saiba mais em: Como saber qual meu período fértil?

A irregularidade menstrual é comum nos primeiros 2 anos após a primeira menstruação. Há casos de adolescentes em que o tempo entre uma menstruação e outra é de mais de 40 dias.

Fora isso, atrasos da menstruação superiores a 35 dias devem ser avaliados por um médico ginecologista, pois podem sinalizar doenças como síndrome dos ovários policísticos, mioma uterino, endometriose, distúrbios hormonais, como o hipotireoidismo, entre outras.

Leia também:

Quantos dias de atraso são considerados como atraso menstrual?

Menstruação atrasada na adolescência é normal?

Corro risco de engravidar fora do meu período fértil?

Ciclo menstrual desregulado: Como calcular o período fértil?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Para calcular o período fértil quando os ciclos menstruais são irregulares, você deve primeiro anotar, durante pelo menos 6 meses, quantos dias têm os seus ciclos menstruais. 

Depois de saber a duração dos últimos 6 ciclos, você deve subtrair 18 do número de dias do ciclo mais curto, para encontrar o 1º dia do período fértil, e subtrair 11 do número de dias do ciclo mais longo, para calcular o último dia do seu período fértil.

Exemplo: Se o seu ciclo mais longo foi de 35 dias e o mais curto foi de 26 dias, você tem que subtrair 18 do ciclo mais curto (18 - 26 = 8) e subtrair 11 do ciclo mais longo (35 - 11 = 24).

Resultado: O seu período fértil vai do ao 24º dia do ciclo. Portanto, se pretende engravidar, deve manter relações dentre desse período. Se não quiser engravidar e não usar nenhum método anticoncepcional, deve abster-se de relações nesse período.

Lembrando que o 1º dia de menstruação é sempre considerado o dia 1 do ciclo.

Veja aqui como calcular o período fértil.

Calcular o período fértil em ciclos irregulares é seguro?

Não, calcular o período fértil quando a mulher tem ciclos irregulares não é seguro, pois o cálculo faz uma avaliação retrospectiva que é projetada para o futuro, quando o funcionamento do organismo da mulher é bastante incerto.

Além disso, quanto maior for avariação entre os ciclos menstruais, maior será o número de dias doperíodo fértil e mais impreciso é o cálculo.

Isso porque os ciclos irregulares tornam impossível prever o dia exato da ovulação, uma vez que a mulher ovula num dia diferente do ciclo a cada mês.

Por isso, mulheres que apresentam ciclos com variações de mais de 6 dias não devem usar esse método, pois não dá para prever com segurança quais serão os dias férteis.

Saiba mais em: O período fértil pode mudar de mês para mês?

O ciclo menstrual irregular pode ter diversas causas, como distúrbios hormonais, alterações na produção do hormônio prolactina ou ainda problemas na tireoide.

No seu caso, os ciclos ficaram desregulados depois de ter parado com o anticoncepcional, o que está relacionado com fatores hormonais.

O melhor a fazer é falar com o seu médico de família ou ginecologista para saber o que pode ser feito e descobrir ao certo por que o seu ciclo ficou irregular.

Leia também:

Quais os sintomas do período fértil?

Menstruei duas vezes este mês: como saber qual meu período fértil?

Corro risco de engravidar fora do meu período fértil?

O período fértil é antes ou depois da menstruação?

É normal sentir enjoo e dor no período fértil?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, enjoo e dor pélvica, ou no baixo ventre, durante o período fértil é normal para algumas mulheres. As variações hormonais desse período podem estar por trás das náuseas, enquanto que a dor tipo cólica é decorrente da própria ovulação em si.

A dor no período fértil pode ser em cólica ou em pontada, de leve a moderada intensidade, ocorre sempre na mesma fase do ciclo menstrual e geralmente dura de minutos a horas, podendo ainda persistir por 2 ou 3 dias em alguns casos. É também chamada de dor do meio ou Mittelschmerz.

Os sintomas do período fértil variam bastante de mulher para mulher. Algumas podem ficar com as mamas inchadas e doloridas ou podem apresentar alterações de humor, aumento do apetite e da libido, ou ainda leve sangramento. 

No entanto, os sintomas mais evidentes do período fértil são as modificações que ocorrem no muco vaginale o aumento da temperatura corporal. O muco fica mais abundante e transparente na ovulação, parecido com uma clara de ovo. Já o aumento da temperatura ocorre devido ao hormônio progesterona, que provoca uma ligeira elevação de 0,3ºC a 0,8ºC na temperatura do corpo.

A mulher pode verificar as alterações do muco introduzindo os dedos na vagina para obter uma amostra da secreção, enquanto que o aumento da temperatura deve ser medido com um termômetro logo pela manhã ao acordar, antes de sair da cama e fazer qualquer esforço.

Apesar dos enjoos e da dor serem normais no período fértil, eles também podem ser sintomas de diversos problemas de saúde, por isso é recomendável consultar um médico de família, clínico geral ou ginecologista caso eles persistam.

Leia também:

É normal ter sangramento durante o período fértil?

Quais os sintomas do período fértil?

O período fértil pode mudar de mês para mês?

Quem tem ovário com folículos pode engravidar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem tem ovários com folículos pode engravidar.

A cada ciclo menstrualum folículo é estimulado pelos hormônios e se desprende do ovário no formato de óvulo. Esse óvulo passa pelas tubas uterinas e segue o percurso até o útero. Caso encontre com algum espermatozoide, o óvulo é fecundado e inicia-se o processo da gestação. Caso o óvulo não for fecundado, a mulher apresentará a menstruação.

A presença de folículo nos ovários é uma condição benigna que não apresenta riscos para a mulher. Esses folículos são comuns e fazem parte da constituição dos ovários.  

A liberação do folículo para fora do ovário é conhecida como ovulação. A avaliação dos folículos na fase pré-ovulatória é um passo importante durante a realização da ultrassonografia para avaliar o ciclo menstrual e a ovulação.

Portanto, a mulher que apresenta folículos no ovário pode engravidar normalmente.

A fase lútea está relacionada com a gravidez?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

Sim, a fase lútea está relacionada com a gravidez, uma vez que é nesta fase que a mulher está no período fértil do seu ciclo menstrual, isto é, após a ovulação que ocorre por volta do décimo segundo dia do ciclo, a contar a partir do primeiro dia de sangramento menstrual.

Essa fase tem início com a formação do corpo lúteo (do dia em que ocorre a ovulação ao primeiro dia do próximo ciclo menstrual (menstruação). Dura aproximadamente 12 a 16 dias, quando o corpo lúteo degrada-se (luteólise), ou mantém-se ativo (quando a mulher engravida), liberando hormônios (grande quantidade de progesterona e moderada quantidade de estrógeno) que mantêm a gestação até que a placenta assuma esse papel, entre a oitava e décima segunda semanas.

O hormônio que predomina neste período é a progesterona (há uma queda nos níveis de estrógeno e um pico de progesterona), o que faz cessar o espessamento da camada mais interna do útero (endométrio), mas mantém a circulação sanguínea e aporte de nutrientes para o caso de uma eventual nidação (quando o óvulo fecundado se fixa ao endométrio).

Caso ocorra a nidação, a produção de hCG pelas células do sinciciotrofoblasto mantém o corpo lúteo ativo; caso contrário ele degenera (processo que leva duas semanas a partir da ovulação) e a mulher menstrua, começando um novo ciclo.

O período fértil, na mulher, pode ser facilmente calculado tomando como base o dia da ovulação (por volta do décimo segundo dia). Como os espermatozóides podem estar viáveis (capazes de fecundar o óvulo) até 72 horas depois de uma relação sexual, alguns ginecologistas consideram que o período fértil esteja compreendido entre três dias antes da ovulação (nono dia do ciclo) até seis dias após (décimo oitavo dia do ciclo), mas esse período varia de acordo com a opinião de cada profissional.

Em caso de suspeita de gestação, um médico ginecologista deverá ser consultado.

O período fértil pode mudar de mês para mês?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, o período fértil pode mudar de um mês para outro, pois existem diversos fatores que podem influenciar o dia da ovulação e provocar variações no período fértil.

Situações de estresse, doenças (mesmo que seja uma gripe), mudanças na rotina, alterações emocionais, cansaço, exercício físico intenso, variações de altitude, uso de medicamentos, são algumas das circunstâncias que podem alterar o ciclo e atrasar a ovulação, afetando assim o período fértil.

O ciclo menstrual é dividido em duas fases. A primeira é chamada de fase folicular, que começa no 1º dia da menstruação e termina no momento da ovulação. Essa fase do ciclo dura em média 15 dias, mas pode variar consideravelmente em cada mulher, podendo durar de 9 a 23 dias.

A segunda fase do ciclo menstrual é a fase lútea, que vai desde o dia da ovulação até o 1º dia do período. A fase lútea tem uma duração média de 12 a 16 dias e não varia tanto de mulher para mulher. 

Assim, o que determina a duração do ciclo e, consequentemente, o período fértil, é o dia da ovulação e não a menstruação. Por isso o período fértil pode variar de mês para mês, pois depende da duração da primeira fase do ciclo, que, como dito no início, pode sofrer influência de vários fatores.

Leia também: Como saber qual meu período fértil?

Portanto, não basta apenas contar os dias da última menstruação para encontrar o período fértil. É preciso saber o dia certo que a mulher está ovulando. Por essa razão a chamada "tabelinha" não é considerada um método anticoncepcional seguro, uma vez que o tempo de duração do ciclo pode ser alterado.

Para maiores esclarecimentos sobre as possíveis variações do ciclo menstrual, fale com o seu médico de família ou ginecologista.

Saiba mais sobre o assunto em:

Ciclo menstrual desregulado: Como calcular o período fértil?

É normal sentir enjoo e dor no período fértil?

Quais os sintomas do período fértil?

É possível engravidar durante o climatério?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, é possível engravidar durante o climatério. O climatério é um período de transição entre os anos férteis da mulher e a menopausa. Nesse período, os ciclos menstruais são irregulares em consequência da diminuição dos óvulos liberados em cada ciclo e das alterações hormonais.

Embora seja bem menos provável uma mulher ficar grávida no climatério isso é possível, especialmente se a mulher ainda tiver os ciclos menstruais e manter relações sexuais ativamente.

Após 1 ano sem nenhuma menstruação, ou seja, com a entrada de fato na menopausa, a mulher não mais terá chance de engravidar naturalmente.

Caso a mulher que está no climatério não deseja engravidar, deve usar algum tipo de método anticonceptivo para evitar a gravidez até a menopausa.

O climatério é uma fase especial na vida da mulher, sendo que cada mulher poderá ter uma experiência diferente. Por isso, é importante uma avaliação médica para possíveis suportes terapêuticos que podem minimizar os sintomas indesejados e facilitar o período de transição até a chegada da menopausa.