Perguntar
Fechar

Período Fértil

É possível engravidar durante o climatério?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, é possível engravidar durante o climatério. O climatério é um período de transição entre os anos férteis da mulher e a menopausa. Nesse período, os ciclos menstruais são irregulares em consequência da diminuição dos óvulos liberados em cada ciclo e das alterações hormonais.

Embora seja bem menos provável uma mulher ficar grávida no climatério isso é possível, especialmente se a mulher ainda tiver os ciclos menstruais e manter relações sexuais ativamente.

Após 1 ano sem nenhuma menstruação, ou seja, com a entrada de fato na menopausa, a mulher não mais terá chance de engravidar naturalmente.

Caso a mulher que está no climatério não deseja engravidar, deve usar algum tipo de método anticonceptivo para evitar a gravidez até a menopausa.

O climatério é uma fase especial na vida da mulher, sendo que cada mulher poderá ter uma experiência diferente. Por isso, é importante uma avaliação médica para possíveis suportes terapêuticos que podem minimizar os sintomas indesejados e facilitar o período de transição até a chegada da menopausa.

Quando será meu período fértil, quero engravidar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Mais ou menos seu período fértil deve começar no dia 6 ou 7 de outubro até o dia 13 ou 14 de outubro, sendo os dias 9, 10 e 11 os dias mais prováveis de ocorrer a ovulação.

Como saber o dia da ovulação?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

O dia mais provável da ovulação ocorre 14 dias antes da menstruação, com variação de três dias para mais ou para menos. Sendo assim, nas mulheres com ciclos de 28 dias, a ovulação ocorre entre o 11º e 15º dia antes de cada menstruação.

Já se o ciclo for de 35 dias, a ovulação ocorrerá mais provavelmente no 21º dia do ciclo (35 menos 14); se for de 21 dias, será no 7º dia do ciclo (21 menos 14) e assim por diante.

Também é possível observar alterações no corpo feminino, como:

  • Dor abdominal, semelhante à cólica menstrual ("dor do meio");
  • Eliminação de muco vaginal transparente (similar à clara de ovo);
  • Aumento de 0,5ºC na temperatura;
  • Maior sensibilidade aos odores;
  • Maior desejo sexual nos dias que antecedem a ovulação.

Veja também: Existe alguma forma de estimular a ovulação?

Estes métodos, contudo, são pouco específicos. Há outros métodos para detectar o dia da ovulação, como:

  • Ultrassonografia transvaginal, que permite visualizar o crescimento e rotura do folículo;
  • Detecção do aumento do LH na urina, que pode ser feito com testes de farmácia;
  • Detecção do aumento da progesterona no sangue.

Se você tiver dúvidas sobre o ciclo menstrual, deve procurar o médico ginecologista.

Qual o dia mais provável de ocorrer a ovulação? Posso ovular logo no primeiro mês que parar a pílula?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim, a mulher pode ovular no mês seguinte que interrompeu a pílula, normalmente.

O dia mais provável da ovulação, é o dia localizado bem no meio do ciclo menstrual, sabendo que o primeiro dia do ciclo é o dia em que a menstruação acontece, terminando no dia anterior do ciclo seguinte.

Por exemplo, se sua menstruação vier no dia 01 de janeiro, e a próxima no dia 29 de janeiro, saberá que o primeiro ciclo durou de 01 de janeiro a 28 de janeiro, considerado então o dia 1 como primeiro e o dia 28, o último dia do ciclo. O dia 29 já será o primeiro dia do novo ciclo. Nesse caso, o dia mais provável da ovulação, será dia 14 de janeiro.

Em média, os ciclos variam entre 28 a 30 dias, podendo ser mais curtos ou mais longos.

Porém esse cálculo não é específico, estando sujeito a falhas, devido às mudanças que ocorrem dia a dia no organismo da mulher, principalmente no caso das mulheres que não dispõe de ciclos regulares. Por isso, quando houver necessidade de investigar a ovulação, como na pesquisa de causas para infertilidade, seu/sua médico/a provavelmente pedirá exames complementares para uma melhor avaliação.

O período fértil é a fase do mês em que há mais chances de ocorrer uma gravidez, já que é o período em que ocorre a ovulação.

Para calcular o período fértil, como discutimos acima, é preciso saber quantos dias tem o seu ciclo menstrual, além de algumas outras características. Para entender melhor como calcular o seu período fértil leia também o link: Como calcular o Período Fértil?

Vale lembrar mais uma vez, que o cálculo do período fértil através da “tabelinha” só é válido para mulheres com ciclos regulares. Saber o dia da ovulação quando os ciclos são irregulares é mais difícil e incerto.

Pode lhe interessar também:

Ciclo menstrual desregulado: Como calcular o período fértil?

O período fértil pode mudar de mês para mês?

O que é a ovulação?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

A ovulação é o processo durante o ciclo menstrual das mulheres, em que um folículo ovariano maduro se rompe e libera um óvulo (também conhecido como oócito, o gameta feminino).

O processo de ovulação é controlado pelo hipotálamo através da liberação de hormônios segregados no lóbulo anterior da hipófise (LH e FSH).

Nos seres humanos, a fase fértil está compreendida alguns dias antes e depois da ovulação, que ocorre aproximadamente no meio do ciclo menstrual (14º dia, em média).

Qual é o dia da ovulação?

A média de duração do ciclo menstrual é de 28 dias. Nesses caso, a ovulação provavelmente irá correr 14 dias antes da menstruação, ou seja, na metade do ciclo.

Portanto, o dia mais provável de ocorrer a ovulação em mulheres com ciclos de 28 dias é o 14º dia. Lembrando que o primeiro dia do ciclo é o dia que desce a menstruação; o último dia é o dia que antecede o próximo período menstrual.

Leia também: O período fértil é antes ou depois da menstruação?

O período fértil é o período do ciclo menstrual em que a mulher tem mais chances de engravidar, pois é nessa fase que acontece a ovulação.

O período fértil começa 3 dias antes do dia da ovulação e termina 3 dias depois. Assim, numa mulher com ciclo menstrual de 28 dias, o período fértil será do 11º ao 17º dia.

Saiba mais em: Como saber qual meu período fértil?

É possível saber se estou ovulando? Quais são os sintomas?

O corpo da mulher passa por algumas mudanças que indicam a ovulação. Dentre elas estão:

Secreção vaginal

O aumento da secreção vaginal (semelhante a clara de ovo crua), estimulada pela liberação de estradiol, é o primeiro indício de que o período da ovulação está para chegar. Esse sinal surge quando os folículos começam a se formar. A secreção vaginal tem a função principal de lubrificar a vagina e auxiliar a entrada dos espermatozoides no canal vaginal.

Aumento da temperatura corporal

Durante o período fértil, a temperatura do corpo da mulher também sofre um pequeno aumento. Se for medida da maneira correta (diariamente, logo ao despertar), essa elevação de temperatura pode ser percebida como mais um indício de ovulação.

Quando a temperatura cair ligeiramente e se elevar no dia seguinte, é sinal de que a ovulação está acontecendo. Depois do quarto dia de aferições mais altas, o período fértil termina. A temperatura se eleva porque quando os folículos liberam os óvulos, liberam também progesterona, responsável por essa pequena alteração.

Aumento da libido e do apetite

A progesterona é um hormônio que só é produzido durante a ovulação e aumenta o desejo sexual da mulher. Quando isso acontece, o organismo já está ovulando, pois a progesterona só é liberada quando os óvulos amadureceram e já saíram dos folículos. Além do aumento da libido, há também um aumento do apetite da mulher quando o nível de progesterona está mais elevado.

Dor pélvica

No pico de todos esses "sintomas", algumas mulheres podem ter uma dor pélvica (baixo ventre), em cólica, semelhante a uma cólica menstrual leve. Para o médico, essa dor indica concretamente que a mulher está ovulando.

Fim do período fértil

Depois da ovulação, o organismo apresenta níveis elevados de progesterona até o dia da menstruação. Com a quantidade do hormônio que vai aumentando a cada dia, sintomas como irritabilidade, sensibilidade emocional, libido elevada e aumento da fome poderão permanecer até à menstruação.

Para maiores esclarecimentos sobre ovulação e período fértil, consulte um médico clínico geral, médico de família ou ginecologista.

Cálculo do período fértil vale para ciclo irregular?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Não, o cálculo usado normalmente para saber o período fértil não serve para ciclo irregular. No entanto, é possível tentar calcular o período fértil em ciclos irregulares, apesar de não ser seguro, uma vez que o cálculo faz projeções para o futuro e os ciclos são muito incertos.

Para isso, durante pelo menos 6 meses você deve anotar quantos dias têm os seus ciclos menstruais (não se esqueça que o 1º dia de menstruação é sempre considerado o 1º dia do ciclo).

Depois de saber o tempo de duração dos últimos 6 ciclos, pegue o ciclo mais curto e subtraia 18 do número de dias para encontrar o 1º dia do período fértil. Depois, subtraia 11 do número de dias do ciclo mais longopara saber qual é o último dia do seu período fértil.

Por exemplo: Se o seu ciclo mais longo foi de 35 dias e o mais curto foi de 26, você deve subtrair 18 do ciclo mais curto (26 - 18 = 8) e subtrair 11 do ciclo mais longo (35 - 11 = 24). Nesse caso, o período fértil será do 8º ao 24º dia do ciclo.

Lembrando que quanto maior for a diferença de duração dos ciclos menstruais, mais longo é o período fértil e mais impreciso o cálculo. É impossível prever o dia exato da ovulação quando os ciclos são irregulares, pois a mulher pode ovular em dias diferentes de mês para mês.

Por isso é importante frisar que esse cálculo não é seguro para evitar uma gravidez. Consulte um médico ginecologista, clínico geral ou médico de família para receber indicações e orientações sobre o método contraceptivo mais adequado para você.

Também podem ser do seu interesse:O período fértil é antes ou depois da menstruação?

Corro risco de engravidar fora do meu período fértil?

Melhores posições para engravidar: isso existe mesmo?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública

Não existem muitos estudos científicos que comprovem uma determinada posição como melhor para engravidar, principalmente porque a fertilidade está relacionada a diversos outros fatores. Por exemplo, a posição do útero, algumas mulheres apresentam útero retrovertido, outras anterovertido, sendo uma posição mais adequada para uma posição uterina do que para a outra.

Entretanto, um grupo de pesquisadores francês publicou em 2011 um estudo sobre o tema, no qual concluiu que as melhores posições para engravidar seriam a de "missionário" e "de quatro", pois durante a penetração a ponta do pênis fica diretamente alinhada ao colo do útero, permitindo um alcance mais profundo do esperma. Embora confirme também, que o excesso de preocupação possa dificultar a concepção.

Portanto, para que a gravidez ocorra, o mais importante é que a relação sexual aconteça durante o período fértil e que a mulher esteja ovulando.

6 Dicas para Engravidar 1. Conhecimento sobre a Anatomia

É importante que homens e mulheres conheçam seus corpos, e saibam como eles funcionam. Especialmente para as mulheres, o conhecimento sobre os seus corpos sempre foi um tabu; e para algumas, ainda o é. Conhecer o próprio corpo e saber identificar, em seu ciclo menstrual, o período fértil e os sinais de ovulação são primordiais para que a gravidez possa ocorrer.

Muco vaginal elástico e semelhante à clara de ovo, dores abdominais de um lado ou em ambos os lados do abdômen, temperatura corporal mais baixa, libido e umidade vaginal aumentadas e escape de sangue de cor marrom são alguns sinais de ovulação.

Para casais que pretendem engravidar recomenda-se intensificar a frequência das relações sexuais neste período.

Veja mais:

Como calcular o período fértil?

2. Parar de tomar anticoncepcional

Aguarde pelo menos duas menstruações ocorrerem antes de iniciar as tentativas de engravidar. Este é um tempo adequado para que os ovários retomem suas funções hormonais normais e o endométrio, tecido que reveste internamente o útero, volte a crescer. Com a recuperação da espessura do endométrio, o útero estará mais preparado para receber o óvulo fecundado. Estudos mostram que a chance de os abortos espontâneos ocorrerem é de 10 a 15% quando a mulheres engravidam logo após a suspensão do uso de anticoncepcional, o que se deve ao fato de o endométrio ainda estar muito fino para sustentar o óvulo.

3. Evitar fumar e/ou utilizar outras drogas

O tabagismo e/ou o uso de outras drogas podem alterar a qualidade dos óvulos e comprometer a fertilidade.

4. Ter cuidado com o peso e a alimentação

O peso interfere na fertilidade. Se o seu Índice de Massa Corporal está muito abaixo ou muito acima da faixa normal, poderá levar mais tempo para conseguir engravidar. Buscar uma alimentação saudável com orientação do nutricionista ajudará a construir um bom plano alimentar que pode tornar seu organismo mais saudável e facilitar a ocorrência de gravidez.

5. Fazer um check-up ginecológico

Informar à ginecologista que você e seu parceiro pretendem engravidar é importante. A partir desta informação, o(a) médico(a) já efetua o exame ginecológico preventivo e os demais exames necessários (hemograma, dosagem de hormônios, entre outros).

6. Ter atenção à idade

O fator isolado mais importante que pode comprometer a fertilidade feminina é a idade. Mulheres com idade superior a 35 anos com tentativas de engravidar durante 6 meses sem sucesso, devem buscar o especialista em fertilidade para não perder muito tempo. Se houver ovários policísticos ou problemas nas trompas, ou o homem, tem problemas com sêmen, não se deve esperar este prazo de seis meses. O correto é procurar rápido um especialista.

A decisão de engravidar deve ser um plano comum do casal. Ambos devem estar dispostos a cuidar de sua saúde para que a gestação aconteça. É importante que procurem orientação médica e sigam as recomendações para evitar problemas de saúde, para preservar a saúde da mãe e do feto e para fortalecer os vínculos afetivos.

Para saber mais:

Quero engravidar: o que devo fazer?

Relação 6 dias após a menstruação posso ficar grávida?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O risco de gravidez nessa situação é mínimo.