Como é a cirurgia de hernia umbilical e qual é o tempo de recuperação?

A cirurgia de hérnia umbilical pode ser feita através de um corte na região umbilical (método aberto) ou por videolaparoscopia, através de "furinhos" no abdômen.

O método aberto pode ser realizado com anestesia peridural. A cirurgia começa com uma incisão na região umbilical para localizar a hérnia. O tamanho do corte varia conforme o tamanho da hérnia. Pessoas obesas geralmente também precisam de uma incisão maior do que as magras.

Após a incisão, o médico empurra a hérnia umbilical para dentro do abdômen. A abertura da parede abdominal por onde saiu a hérnia é fechada com pontos. Pode ser necessário reforçar o local com uma tela para diminuir as chances da hérnia umbilical voltar a aparecer.

Publicidade

Já a cirurgia por videolaparoscopia geralmente é realizada com anestesia geral. No início, injeta-se gás carbônico no abdômen do paciente para aumentar o espaço e facilitar o procedimento.

Depois, são feitos3 furos com cerca de 1 cm na parte lateral do abdômen e uma pequena câmera é introduzida na parede abdominal através de um desses orifícios. A câmera permite ao cirurgião visualizar a hérnia umbilical em um monitor de vídeo.

Os outros furinhos no abdômen servem para o médico realizar o procedimento com os instrumentos cirúrgicos necessários. A hérnia umbilical é então empurrada para dentro da barriga e a abertura na parede abdominal que permitiu o extravasamento da hérnia é fechado com uma tela.

O tempo de recuperação da cirurgia de hérnia umbilical é de uma ou duas semanas, o que significa que o paciente pode voltar ao trabalho e às suas atividades diárias após esse período, desde que não seja necessário levantar pesos. O tempo de internamento é de 12 a 24 horas.

A escolha do tipo de tratamento cirúrgico para a hérnia umbilical depende da idade, do tamanho da hérnia, da presença de outras doenças ou obesidade, além da preferência do próprio paciente.

Leia também:

Quem tem hérnia umbilical pode engravidar?

Tenho hérnia umbilical. Posso continuar malhando?