Perguntar
Fechar
Quero engravidar e não consigo, o que devo fazer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Em primeiro lugar devemos levar em consideração o que os médicos consideram como infertilidade. Um casal é considerado infértil quando após um ano tendo 2 a 3 relações sexuais por semana sem proteção a mulher não engravida.

Quando este fato ocorre o ideal é que em primeiro lugar o homem vá ao médico e faça um exame denominado Espermograma (um exame bem simples e que define se o homem pode ou não ter filhos), caso o exame de Espermograma dê alterado um médico Urologista deve ser procurado, ele pode conduzir a investigação e o tratamento adequado para a infertilidade masculina.

Se o Espermograma for normal então é a mulher que deve procurar um Ginecologista que vai conduzir a investigação e tratamento adequado para a infertilidade feminina (a histerosalpingografia é o exame de eleição para se iniciar a investigação feminina para infertilidade, ultrassom não serve - pouco ou nenhuma importância na investigação de infertilidade).

Leia também:

Que exames devo fazer para saber se posso engravidar?

Como saber se sou estéril?

1 - Existe algum remédio para fortalecer os espermatozoides?

Dependendo do tipo de alteração encontrada no espermograma existe sim tratamento, procure um médico urologista. Não prescrevemos nenhum tipo de remédio pela internet.

 2 - O espermograma deu ausência de espermas, o que fazer?

Devem procurar um urologista que ele analisará o resultado e conduzirá uma investigação mais apurada para saber a causa exata da alteração e somente depois disso poderá ser proposto algum tipo de tratamento.

É normal ter barriga pequena na gravidez?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Sim, é normal ter barriga pequena na gravidez porque o tamanho da barriga varia de pessoa para pessoa, de acordo com a semana de gestação e com o desenvolvimento do bebê.

Para avaliar a normalidade da gestação são realizados exames de ultrassonografia e ecografia. Além desses exames, durante as consultas do pré-natal é medido o tamanho da barriga da mulher, que a cada semana deverá aumentar 1 cm até o 8º mês (32ª semana), quando terá aproximadamente 32 cm. Nesse período da gestação o bebê muda de posição e começa a preparar-se para nascer (encaixar-se), fazendo com que a barriga fique mais baixa e pareça menor.

Outros fatores que influenciam o tamanho da barriga são:

  • primeira gravidez, pois a barriga geralmente começa a aparecer entre o 3º e 5º mês (12ª à 20ª semana),
  • peso e altura da mulher, porque as mulheres mais baixas e mais gordinhas aparentam, às vezes, terem barrigas maiores do que as altas e magras.

Durante o acompanhamento pré-natal da gestante, o obstetra e a enfermeira obstetra poderão avaliar o desenvolvimento da gravidez e esclarecer as dúvidas que surgirem.

Vomitar sangue durante a gravidez é normal?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, vomitar sangue durante a gravidez não é normal. Vômitos durante a gravidez são normais, mas sem sangue. Aliás, a presença de sangue no vômito de qualquer pessoa, esteja ela grávida ou não, pode indicar que algo não está bem e precisa ser investigado. ​

Uma situação que pode explicar o fato da mulher vomitar sangue durante a gravidez é a hiperemese gravídica, que caracteriza-se por vômitos muito intensos que podem levar a gestante a perder muito peso e se desidratar.

No entanto, apesar de não ser normal esses vômitos terem sangue, vomitar com bastante intensidade ou por muito tempo pode ferir pequenos vasos sanguíneos localizados na garganta ou no esôfago, produzindo rajas de sangue no vômito. 

Se for este o caso, o tratamento deve ser feito com medicamentos para enjoo, além de terapias que possam auxiliar no alívio dos sintomas, como acupuntura, por exemplo. Se não for devidamente tratada, a grávida pode chegar a sofrer distúrbios metabólicos devido aos vômitos ou ainda uma lesão cerebral, nos casos mais raros.

Porém, vomitar sangue também pode ser sinal de doenças como câncer de estômago, gastrite, úlcera, entre outras. Por isso, recomenda-se que a gestante fale com o/a seu/sua médico/a durante as consultas de pré-natal para avaliar a origem desse sangue no vômito. 

Eu e meu marido temos o mesmo tipo de sangue e agora?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não há problema nenhum em ter o mesmo tipo de sangue. Essa ideia que mesmo tipo de sangue dá problemas na gravidez ou no bebê é um mito, um "folclore popular". O problema geralmente aparece quando a mãe tem sangue negativo e o bebê tem sangue positivo.

Teste de gravidez de farmácia positivo e beta hcg negativo: estou grávida ou não?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Se o teste de gravidez de farmácia deu positivo e o beta hCG negativo, é provável que você não esteja grávida. O beta hCG raramente dá resultado falso negativo ou errado e é mais confiável do que o teste de farmácia.

Contudo, é importante lembrar que o teste de gravidez apenas detecta o hormônio hCG a partir de 1 semana após a concepção.

Os níveis do hormônio hCG, que só é produzido durante a gravidez, aumentam a partir do 8º dia de gestação. Por isso, se o teste for feito antes desse período, o resultado dará negativo. 

Portanto, se o exame beta hCG foi realizado depois desse período e deu negativo, provavelmente você não está grávida.

Os testes de farmácia levam algum tempo a mais para ficarem positivos, uma vez que as concentrações do hormônio na urina são bem menores que no sangue.

Veja também: Teste de farmácia de gravidez é confiável?

No entanto, se esses testes forem feitos com duas semanas de atraso da menstruação, têm maior possibilidade de presumir um resultado correto.

Teste de gravidez pode dar resultado falso negativo ou positivo?

Os testes gravidez de farmácia podem dar resultados falso positivo ou negativo. Isso significa que a mulher pode estar grávida e o teste acusar “negativo” ou não estar grávida e o resultado dar “positivo”. 

Esses resultados errados, sobretudo os falso negativos, ocorrem com mais frequência nas primeiras semanas de gestação, quando os níveis de hCG ainda são muito baixos para o hormônio ser detectado na urina.

O resultado do teste de gravidez de farmácia também pode ser alterado se o teste não for feito da forma correta.

Leia também: O teste de gravidez de farmácia pode dar falso negativo?

Por essas razões, a gravidez só é confirmada com o exame de sangue beta hCG. Normalmente, o exame é capaz de detectar se a mulher está grávida a partir do 12º dia de gravidez. 

A interpretação dos resultados do exame deve ser realizada pelo/a médico/a que solicitou o exame, juntamente com a história e o exame clínico da paciente. Por isso, é recomendado marcar uma consulta com o seu/sua médico/a para lhe dar as informações apropriadas para o seu caso.

Infecção urinária interfere no resultado do teste de gravidez de farmácia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. A presença de infecção urinária no momento do teste de gravidez não influencia o resultado.

Mesmo que a mulher esteja com infecção de urina, a gravidez pode ser detectada pelo teste de farmácia.

Sabe-se que o teste de gravidez feito em laboratório (Beta-hCG no sangue ou na urina) é um exame mais sensível e capaz de detectar com precisão a presença ou ausência de gravidez.

Mesmo com os avanços tecnológicos do teste de farmácia, vale a pena realizar o exame de laboratório quando há dúvida.

O teste realizado logo no início da gestação muitas vezes não é capaz de detectar a presença da gravidez. Por isso, muitas vezes é aconselhável aguardar 1 a 2 semanas de atraso menstrual para realização do teste.

A presença de infecção urinária na gestação é algo grave e deve ser tratado brevemente para evitar danos no feto.

Procure um serviço de saúde para tirar suas dúvidas, solicitar um teste de gravidez e realizar o tratamento da infecção de urina.

Leia também:

Teste de farmácia pode dar resultado errado?

O teste de gravidez de farmácia pode dar falso negativo?

Infecção urinária dificulta a tentativa de gravidez?

Café - Benefícios e malefícios
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O consumo moderado de café (duas a quatro xícaras ao dia) exerce efeito na prevenção de doenças como depressão, cirrose hepática, doença de Alzheimer, asma, diabetes tipo 2, cálculos biliares, câncer de intestino, alguns tipos de dores de cabeça, doença de Parkinson. Previne o consumo de drogas e álcool. Melhora a atenção e desempenho mental. Contém vitaminas, sais minerais, antioxidantes que combatem os radicais livres e cafeína, a principal amina ativa do café, que é absorvida rapidamente e chega ao cérebro em cerca de 20 minutos após a ingestão, onde age aumentando a influência do neurotransmissor dopamina.

A cafeína é um estimulante e como tal pode interferir no sono e causar insônia. Seu uso durante a gravidez é desaconselhado devido ao aumento do risco de aborto e mal formações congênitas. O uso regular da cafeína pode levar ao vício e a descontinuidade da ingestão de café nessas situações leva a sintomas de abstinência como dor de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração e rigidez muscular.

Leia também: Cafeína tira a dor de cabeça?

O consumo exagerado pode levar a alguns malefícios que são atribuídos ao uso do café. Efeito diurético e perda de minerais e vitaminas, causando enfraquecimento do organismo. Possui uma relação direta com a doença fibrocística que é precursora do câncer de mama. Pode causar irritação da pele e outras doenças dermatológicas como verrugas e psoríase e favorecer o aparecimento de pólipos intestinais. Provoca aumento da secreção de ácido cloridrico (azia constante) no estômago levando ao aparecimento de gastrite e úlcera.

Na ultrassom transvaginal se estiver grávida aparece?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Se a mulher estiver grávida com mais de 5 semanas de gestação, a gravidez aparece no ultrassom transvaginal.

O ultrassom transvaginal é capaz de detectar a presença de gestação a partir da 5º semana. Nessa fase, é possível detectar o saco gestacional que contém o embrião de apenas 5 ou 6 mm. Exames realizados antes desse período pode não revelar a gestação inicial.

O 1º ultrassom da gravidez é feito entre a 5ª e a 8ª semana de gestação. O exame serve para analisar o número de embriões, onde a gravidez está localizada (no útero ou fora dele, como nas trompas) e o tempo de gravidez.

No resultado do ultrassom transvaginal, pode haver a seguinte frase: Fundo de Saco posterior livre ou Fundo de Saco de Douglas livre. Isso não significa que você está grávida. O fundo de saco de Douglas livre significa que não há estruturas ou massas ocupando o saco e, portanto, ele está livre. Esse é o espaço anatômico localizado entre o útero e o reto. A sua avaliação pode facilitar o diagnóstico de patologias como cisto de ovário, doenças inflamatórias pélvicas, peritonite ou gravidez ectópica.

Além disso, em alguns casos, os ovários ou algum deles podem não ser visualizados durante o exame de ultrassom transvaginal. Não se preocupe com isso, pois pode ser devido à presença de estruturas que não permitiram a visualização do ovário durante o exame. A não visualização do ovário também não é indicativo de gravidez.

Quais são os sintomas de gravidez?

Um dos primeiros sinais de suspeita de gravidez é a ausência de menstruação no período esperado pela mulher, observando um atraso menstrual de 1 ou mais semanas. Nesse início da gravidez outros sinais podem ser observados como náusea, aumento da sensibilidade nas mamas, cansaço e aumento da frequência urinária.

Caso você apresente atraso menstrual maior de 15 dias, procure um serviço de saúde para uma avaliação e/ou realização de teste de gravidez.

Além disso, leia também:

Como é feito o exame transvaginal?

Para que serve o exame transvaginal?

Com quantas semanas dá para ver o bebe no ultrassom?

É possivel estar gravida mesmo que o saco gestacional nao apareca no ultrassom?

Quanto tempo leva para exames de gravidez darem positivos?

Posso fazer o teste de gravidez de farmácia antes do atraso?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Pode fazer o teste de gravidez de farmácia a qualquer momento. Se der positivo, é de certa forma um resultado confiável e, se der negativo, ainda assim ficará em dúvida e terá que repetir após alguns dias caso a menstruação atrase. Por isso, espera-se a menstruação atrasar.

O ideal é esperar pelo menos 8 dias de atraso menstrual para fazer o teste de farmácia. Isso porque só depois de 8 dias após a concepção os níveis do hormônio beta-hCG estão altos o suficiente para serem detectados nesse tipo de teste de gravidez. Lembrando que o beta-hCG só é produzido pela mulher durante a gravidez.

Por essa razão, fazer o teste antes do atraso da menstruação pode muito facilmente dar resultados falso-negativos, ou seja, a mulher pode estar grávida e o resultado dar negativo, já que os níveis de beta-hCG estão ainda muito baixos.

Quantos dias depois da relação posso fazer o teste de farmácia?

O teste de gravidez de farmácia deve ser feito pelo menos 8 dias a 15 dias depois da relação. É desde a concepção que os níveis de hormônio beta-hCG começam a aumentar. Só 8 dias depois da relação, ou seja, após a concepção, os níveis desse hormônio já estão altos o suficiente para serem detectados no teste de farmácia. O ideal é esperar pela menstruação. Se o período atrasar uma semana, faça o teste.

Teste de gravidez de farmácia é confiável?

Sim, o teste de gravidez de farmácia é confiável. Se o resultado do teste for positivo e a menstruação estiver atrasada, existe uma grande possibilidade de a mulher estar mesmo grávida.

Os resultados falso negativos são mais comuns nas primeiras semanas de gravidez, quando os níveis de beta-hCG ainda estão muito baixos para o hormônio ser detectado na urina.

O teste de gravidez de farmácia também pode dar resultados alterados se não for realizado da forma correta.

Nesses casos, o indicado é esperar mais alguns dias e repetir o teste ou fazer o exame de gravidez em laboratório.

Para maiores esclarecimentos sobre quando fazer o teste de gravidez, consulte um médico de família, um clínico geral ou um ginecologista.

Estando grávida ao apertar os seios sai um líquido?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher pode ter saída de líquido das mamas durante a gestação.

Durante a gravidez, o corpo da mulher passa por diversas modificações, dentre elas, nas mamas. Nessa fase, as mamas passam por mudanças no tamanho, formato e função. As glândulas secretoras aumentam em quantidade e tamanho e aos poucos vão se estruturando para permitir a lactação.

Com esse processo, há a fabricação da secreção e a formação do leite materno. O estímulo nos seios, quando aperta, pode provocar a saída desses líquidos secretados pelas glândulas e, futuramente, do leite materno.

É recomendado não apertar os seios com frequência durante a gestação para evitar escoriações. Os cuidados com as mamas podem ser feitos durante e após o banho, com limpeza local e posterior hidratação.

Durante a gravidez, a mulher pode tirar suas dúvidas nas consultas frequentes de pré-natal.

Leia também:

Está saindo um líquido tipo água do meu seio, o que pode ser?

É comum ter dor e dormência nas mãos durante a gravidez? O que pode ser?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

Dor e dormência nas mãos é comum na gravidez e é chamada de síndrome do túnel do carpo. O túnel do carpo é uma passagem estreita no punho, através da qual passam os tendões e o nervo mediano.

Esse nervo é responsável pelas funções motoras e sensoriais do polegar, indicador, dedo médio e anelar. A síndrome é provocada pelo aumento da pressão sobre o nervo. 

O formigamento, a dor e a dormência podem irradiar do pulso para a mão ou para cima no braço causando, mais tarde, fraqueza na mão, perda da força de aperto e a tendência de derrubar objetos.

Na gravidez, ocorre como consequência da retenção de líquidos, mas é importante afastar outras doenças, como diabetes, artrite reumatoide, hipotireoidismo ou distúrbios hormonais.

O tratamento pode ser feito com anti-inflamatórios e repouso.

O obstetra deverá ser consultado para avaliar o melhor tratamento e afastar outras patologias.

Menstruação na gravidez é possível?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não, menstruação na gravidez não é possível.

Se a mulher estiver grávida, seu organismo interrompe o ciclo menstrual, pois a camada interna do útero que descama na menstruação, deverá receber e nutrir o embrião durante toda a gestação. Apenas quando não ocorre a fecundação, a menstruação acontece.

O que pode acontecer durante uma gravidez, é um episódio de sangramento no início, que marca a implantação do embrião na parede do útero, embora não seja frequente. Entretanto o sangramento é bem menor do que ocorre em uma menstruação, e a coloração diferente.

Casos de sangramento abundante, vermelho vivo, ou associado a cólicas em mulheres sabidamente grávidas, devem ser comunicados imediatamente ao/a médico/a assistente para avaliação.

Mulheres que suspeitam de gravidez e apresentam sangramento, devem realizar o teste de gravidez para esta confirmação e início de acompanhamento adequado. A ausência de menstruação é um dos primeiros sinais de gravidez. O atraso nesses casos deve ser de pelo menos 7 dias.

O/A médico/a da família, clínico/a geral ou ginecologista, poderão auxiliar e orientar da melhor forma nesses casos.

Saiba mais em:

Menstruação diferente e pouca pode ser gravidez?

Menstruação e Gravidez

Sintomas de Gravidez