Perguntar
Fechar

Pele

Pele verde: o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Pele verde ou de tom amarelo-esverdeado pode ser sinal de algum problema no fígado. Essa alteração na cor da pele e dos olhos é chamada icterícia.

A icterícia é causada pelo acúmulo de bilirrubina no sangue. Trata-se de uma substância de coloração amarela-esverdeada, que resulta do metabolismo da hemoglobina (substância responsável pela cor vermelha das células do sangue).

Em excesso, a bilirrubina se deposita na pele, na parte branca dos olhos e nas mucosas, deixando pele e olhos amarelados.

Porém, se a icterícia for muito acentuada ou de longa duração, a pele adquire uma coloração esverdeada devido à transformação da bilirrubina em biliverdina.

Algumas doenças que podem deixar a pele amarelada:

  • Doenças hepáticas e biliares, como hepatites, cirrose, cálculos ou tumores biliares, câncer de fígado;
  • Hemocromatose: doença genética que aumenta excessivamente a absorção de ferro;
  • Síndrome de Gilbert: condição genética que provoca um aumento dos níveis de bilirrubina;
  • Anemia falciforme;
  • Câncer de pâncreas.
Pele esverdeada é sempre sinal de doença?

Não. Se for uma mancha esverdeada pode ser uma equimose, que geralmente é causada por pancadas ou alterações na coagulação do sangue.

A equimose ocorre quando vasos sanguíneos muito pequenos (capilares) se rompem e o sangue extravasado se espalha e infiltra-se nos tecidos ao redor.

Dentre as possíveis causas de uma equimose estão:

  • Traumas;
  • Distúrbios da coagulação;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Cirurgias;
  • Injeções;
  • Longos períodos em posturas forçadas.

Uma equimose recente geralmente tem uma coloração arroxeada, tornando-se depois amarelo-esverdeada, até ir desaparecendo gradualmente.

Consulte um médico clínico geral ou médico de família se a sua pele estiver amarelada ou esverdeada.

Leia também: Olhos amarelados, o que pode ser?

Manchas roxas que aparecem pelo corpo...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Manchas roxas pelo corpo aparecem por muitos motivos: pode ser até mesmo uma particularidade da própria pessoa (não significando alguma doença ou problema de saúde) ou pode ser causado por doenças, sendo as principais doenças hematológicas ou doenças dos vasos sanguíneos. O ideal é começar com um clínico geral.

Existe alguma forma de clarear manchas escuras na pele?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, existem várias formas de clarear manchas escuras na pele, que variam conforme o local, a profundidade e o tipo de mancha. Alguns dos tratamentos indicados para tirar manchas escuras na pele:

  • Proteção solar: Proteger a pele contra os raios solares é fundamental para o sucesso de qualquer tratamento para remover manchas na pele. Para isso, deve-se aplicar um filtro solar com FPS mínimo de 30 nas áreas expostas do corpo. Recomenda-se usar filtros que protegem contra os raios ultravioleta A (UVA) e B (UVB);
  • Laser: Além de estimular a produção de colágeno na pele, o laser dissolve os pigmentos escuros das manchas;
    • Laser de CO2 fracionado: É indicado para tirar manchas escuras na pelecausadas por envelhecimento, exposição ao sol, entre outros fatores. As células atingidas pelo laser evaporam, pois atingem uma temperatura de 100ºC;
    • Laser Quantum: Muito usado para remover manchas avermelhadas do pescoço, também é útil para clarear manchas escuras causadas pelo sol;
    • Laser de Rubi: Este tipo de laser é bastante usado para tratar sardas escuras;
  • Ácido retinoico e hidroquinona: A combinação dessas duas substâncias é muito usada para tirar manchas na pele. Em alguns casos, são adicionados corticoides para potencializar o efeito das fórmulas. As aplicações devem ser feitas à noite, de preferência no inverno, para evitar qualquer tipo de exposição solar. Provoca descamação e deixa a pele levemente rosada;
  • Isolaz: É um método que associa a luz pulsada com sucção, limpando os poros, reduzindo a inflamação e clareando as manchas. É indicado principalmente para clarear manchas escuras causadas por acne;
  • Peeling de Diamante ou Cristal: Através de agentes químicos ou físicos, o peeling faz uma esfoliação, permitindo a formação de uma nova camada de pele. O método é especialmente indicado para tirar manchas causadas pela acne;
  • Luz Pulsada: A cor escura da mancha atrai a luz, que destrói os seus pigmentos; Trata-se de uma luz de alta energia que atua principalmente em manchas na pele provocadas pelo sol, processos inflamatórios, feridas, picadas de inseto e acne;
  • Microcauterização: É uma forma simples e bastante eficiente de clarear manchas e sardas escuras na pele. O tratamento é feito com um aparelho de ponta muito fina e quente, que é aplicada sobre o local e provoca uma descarga elétrica que destrói a mancha;
  • Neve Carbônica: Trata-se de um aparelho com uma ponta congelada que é aplicada sobre a mancha, provocando a sua destruição devido ao frio intenso;
  • Amelan: Pode ser aplicado sob a forma de creme ou peeling, sendo indicado para tratar manchas escuras no rosto. Como contém ácidos, provoca uma leve descamação e vermelhidão;
  • Cremes despigmentantes: Possuem substâncias clareadoras como hidroquinona, ácido glicólico e ácido azeláico. Os resultados só começam a aparecer depois de cerca de 2 meses.

Veja também:

Água oxigenada com bicarbonato de sódio clareia manchas na pele?

Como posso tirar manchas de espinha da cara?

Manchas escuras na pele: o que pode ser?

Mancha escura no pescoço é diabetes?

Para saber qual é o método mais indicado para clarear as manchas escuras que você tem na pele, consulte um médico dermatologista.

Como tirar mancha de limão da pele?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

O tratamento para tirar manchas de limão da pele pode ser feito com cremes despigmentantes, laser, peelings, além do uso constante de filtro solar.

É comum o desaparecimento das manchas provocadas pelo limão com o decorrer do tempos aos poucos, para tanto são importantes alguns cuidados como uso de protetor solar.

Para acelerar o tratamento e em casos mais extenso e de difícil resolução os cremes despigmentantes podem ser utilizados. Eles possuem substâncias clareadoras como hidroquinona, ácido glicólico e ácido azeláico. 

Peelings de diamante ou cristal fazem uma esfoliação com agentes físicos ou químicos, permitindo a formação de uma nova camada de pele. São muito usados para remover manchas causadas por espinhas, mas também podem ser úteis para tirar manchas escuras na pele provocadas por queimadura de limão.

O laser estimula a produção de colágeno na pele e dissolve os pigmentos escuros das manchas. O laser de CO2 e o laser quantum são dois exemplos de lasers que podem ser usados para clarear as manchas de limão.

Já o filtro solar é fundamental para o sucesso do tratamento, uma vez que protege a pele contra os raios solares que provocam o escurecimento da lesão. Recomenda-se a aplicação de filtro solar com FPS 30 (no mínimo), e que também protege contra os raios ultravioleta A (UVA) e B (UVB);

O médico dermatologista é o especialista capacitado para tratar e clarear as manchas provocadas por limão.

Também pode lhe interessar: Queimadura de limão: o que fazer e como tratar?

Pele oleosa pode ser sintoma de gravidez?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, pele oleosa pode ser sintoma de gravidez.

As alterações na pele, que pode ficar mais oleosa ou mais ressecada, dependendo da mulher, são observadas durante a gravidez.

Além do aumento (ou diminuição) da oleosidade da pele, o início da gestação também é marcado pelas seguintes alterações:

  • Atraso menstrual;
  • Mamas doloridas e inchadas;
  • Escurecimento dos mamilos;
  • A mulher começa a urinar com mais frequência;
  • Enjoos e vômitos;
  • Pequeno sangramento (nem sempre), acompanhado por cólicas uterinas;
  • Cansaço;
  • Sonolência.

Leia também: Sintomas de Gravidez; Sintomas de gravidez só aparecem após o atraso menstrual?

A gravidez também deixa a pele mais luminosa e viçosa, devido ao aumento das células de gordura do corpo, que esticam a pele e melhoram o seu aspecto. Porém, se a mulher já tiver tendência para ter pele oleosa, ela poderá desenvolver espinhas.

Contudo, pele oleosa também pode ser sintoma de síndrome do ovário policístico, uma doença nos ovários que também provoca acne, aumento dos pelos do corpo e obesidade.

Veja mais sobre o assunto em Pele e cabelo oleosos: o que pode ser e o que fazer?

Para saber se está mesmo grávida, o melhor é esperar pela menstruação. Se ela atrasar, faça um teste de gravidez de farmácia. Se estiver grávida, consulte o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família. Caso contrário, procure o/a médico/a dermatologista, clínico/a geral ou médico/a de família para fazer uma avaliação da pele oleosa.

O que manchas roxas na pele podem representar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Geralmente representa sangue abaixo da pele, são pequenos "hematomas", pode ser causado por algumas doenças ou ser uma característica da pessoa, a causa mais comum é traumatismo.

O que fazer em caso de alergia na pele?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Depende. Vai depender sobretudo da localização da alergia, causa e da extensão da alergia.

Nos casos de alergia de pele em locais como braço, perna, em áreas pequenas, causadas por exemplo por uma picada de inseto, pode aplicar uma compressa de água fria no local para diminuir o inchaço e incômodo. Para aliviar a coceira, também pode aplicar loção de calamina. Alergias maiores, ou com pouca resposta as medidas indicadas, pode acrescentar uma pomada com antialérgico, que tenha em casa.

Caso não haja melhora, ou perceba a piora da alergia, procure imediatamente um atendimento médico.

Esteja atento aos sintomas. As crises alérgicas mais leves desaparecem espontaneamente ou respondem rápido às pomadas antialérgicas.

A presença de um ou mais desses sinais e sintomas pode indicar uma reação alérgica grave e a pessoa precisa receber atendimento médico com urgência:

  • Dificuldade para respirar;
  • Inchaço nos lábios ou na garganta;
  • "Coceira na garganta";
  • Desmaio;
  • Tontura;
  • Confusão mental;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Urticária (lesões vermelhas na pele, parecidas com vergões, que surgem rapidamente e coçam muito);
  • Cólicas;
  • Náuseas e vômitos.

Saiba mais em: O que fazer em caso de reação alérgica?

A alergia na pele pode ser causada por infecções, alimentos, estresse, medicamentos, contato com produtos de limpeza, bijuterias, cosméticos ou outros materiais ou substâncias irritantes.

Veja também:

O que pode causar alergia na pele?

Quais são os sintomas de alergia nas mãos e quais são as causas?

Se a alergia for frequente, mesmo que de forma leve e que melhore com as pomadas, é recomendado que agende uma consulta com dermatologista ou alergologista para determinar a causa da alergia e receber o tratamento adequado.

Caroços internos na coxa, vermelho e sensível...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pela sua descrição parecem ser nódulos inflamatórios ou infecciosos o ideal é procurar um médico para fazer o correto diagnóstico e tratamento.

Pele e cabelo oleosos: o que pode ser e o que fazer?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A principal causa de pele e cabelo oleosos é o aumento da produção de sebo pelas glândulas sebáceas, que estão presentes em quase todo o corpo, sobretudo no couro cabeludo e no rosto.

Esse aumento da oleosidade pode ocorrer devido a:

  • Predisposição genética;
  • Alterações hormonais, como gravidez e síndrome dos ovários policísticos;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Estresse;
  • Alimentação rica em alimentos gordurosos.
Como diminuir a oleosidade do rosto?
  • Utilizar cremes e sabonetes matificantes, que absorvem a oleosidade excessiva da pele e diminuem o brilho por causa do zinco e das vitaminas geralmente presentes;
  • Lavar o rosto com sabonetes que possuem ácido retinoico, salicílico ou glicólico para diminuir a formação de cravos e estimular a renovação celular;
  • Utilizar protetor solar sem óleo e que tenha ação matificante. Lembrar que o filtro solar não deixa a pele mais oleosa e ajuda a controlar a oleosidade, desde que seja adequado para esse tipo de pele;
  • Não lavar o rosto muitas vezes ao longo do dia para evitar o "efeito rebote", que seria o aumento da oleosidade da pele;
  • Evitar produtos com fragrância que podem favorecer irritações na pele;
  • Utilizar hidratantes livres de óleo, que não provoquem cravos (com ácido retinoico) e não obstruam os poros, de preferência em loção, emulsão ou gel-creme, pois têm uma textura mais suave.
Como diminuir a oleosidade do cabelo e couro cabeludo?
  • Lavar a cabeça com shampoos que tenham ácido salicílico e que sejam em gel;
  • Usar água morna para lavar o cabelo e evitar água quente;
  • Massagear suavemente o couro cabeludo ao lavar o cabelo, evitando esfregar;
  • Não usar condicionador e shampoos 2 em 1; quem tem cabelos compridos deve aplicar o condicionar apenas nas pontas;
  • Evitar secar o cabelo com o secador quente.

O cabelo e a pele oleosos podem ocorrer em conjunto ou de forma isolada e não precisam estar necessariamente relacionados. 

Leia também: Pele oleosa pode ser sintoma de gravidez?

Consulte o médico de família caso a oleosidade esteja lhe incomodando. Em algumas situações pode ser necessário o encaminhamento para o médico dermatologista.

Queria saber se é normal machucar a pele do pênis?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, é possível. Durante a relação sexual ou ato masturbatório é possível machucar a pele do pênis, a depender da intensidade da relação, posição ou mesmo presença de alterações prévias no pênis, todos esses fatores podem interferir na ocorrência de lesões.

O atrito durante a relação sexual, principalmente se não houver lubrificação adequada pode inflamar a glande, deixar a região sensível e dolorida ou mesmo provocar lesões.

Durante a relação sexual mais raramente pode-se mesmo traumatizar o pênis, ocasionando fratura. Esse é um tipo de condição que exige tratamento imediato.

O que pode machucar a pele do pênis?

Algumas doenças podem deixar a pele do pênis lesionada com aspecto inflamado, como a candidíase peniana, nessa situação a pele da glande pode ficar inchada, avermelhada e dolorosa. Além disso, ocorre coceira na região.

A balanite que é uma inflamação na cabeça do pênis, acompanhada ou não de infecção bacteriana, pode deixar a pele do pênis com aspecto inflamado e também causar dor.

Algumas doenças sexualmente transmissíveis podem também provocar feridas no pênis, a sífilis por exemplo pode causar uma lesão ulcerada e indolor, normalmente avermelhada e de bordas elevadas.

Outras doenças como o herpes genital também pode levar a presença de pequenas bolhinhas de água que estouram e ficam com aparência de feridas, essas lesões costumam ser muito dolorosas.

Uma outra condição que pode ocasionar uma reação inflamatória no pênis é a dermatite de contato, que ocorre quando o homem apresenta uma reação alérgica a alguma substância, é comum a dermatite ocasionada pelo contato com o látex de preservativos. Nessa situação a pele pode ficar rachada.

Caso apresente lesões no pênis procure um médico de família ou clínico geral para uma avaliação inicial.

Como tratar erupções na pele causadas por estresse?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Habitualmente, para tratar as erupções na pele causadas por estresse ou por outra causa são usados anti-histamínicos e anti-inflamatórios de ação local ou no corpo todo (sistêmica), que devem ser prescritos pelo médico segundo as características das erupções e a sua origem. Também é importante que sejam tomadas medidas para o alívio e controle do estresse, se esta for a causa do aparecimento das erupções. 

O estresse é uma situação psicológica que causa um desgaste físico e emocional no organismo levando-o à uma diminuição das suas defesas (resposta imunológica) e deixando-o mais predisposto ao aparecimento de doenças como a herpes, psoríase e  problemas alérgicos que causam erupções na pele. Por isso é importante que as erupções sejam diagnosticadas para que o seu tratamento seja adequado.

As erupções na pele, para serem tratadas, devem ser identificadas segundo suas características tais como a coloração, se são aumentadas, planas ou pontos vermelhos, se têm bolhas, se há presença de pus, se descamam, em que local do corpo estão localizadas, se coçam, ardem ou queimam, quando isso ocorre e há quanto tempo surgiram. 

O dermatologista é o especialista indicado para tratar das lesões na pele.

Saiba mais em: Erupção cutânea pode ser o quê?

O que pode causar alergia na pele?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A alergia na pele pode ser causada por infecções, alimentos, estresse, medicamentos, contato com produtos de limpeza, bijuterias, cosméticos ou outros materiais ou substâncias irritantes.

A urticária e a dermatite de contato são os tipos mais comuns de alergia na pele. A urticária caracteriza-se pela erupção de lesões vermelhas salientes na pele que causam coceira intensa.

A dermatite ou eczema de contato manifesta-se por erupções que coçam, deixam a pele vermelha e causam bolhas, inchaço, descamação e sensação de queimação.

A urticária pode ter diversas causas: medicamentos, insetos, alimentos, frio, sol, calor, pressão sobre a pele, hepatite A ou B, citomegalovírus, H. pylori, fungos, parasitas, além de doenças como tumores e sarcoidose.

Veja também: Como saber se tenho alergia ao sol? Quais são os sintomas?

O eczema de contato é causado pela ação direta de algumas substâncias sobre a pele, que atuam como agentes irritantes. As principais causas desse tipo de alergia na pele são o uso de cosméticos (esmalte, batom, lápis de olho, tinta para cabelo, xampus, sabonetes, perfumes, condicionadores), cremes, pomadas, loções, bijuterias, produtos de limpeza, entre outros.

Vale lembrar que, no caso da dermatite de contato, a alergia na pele surge depois de algum tempo de uso do produto e não logo na primeira vez em que ele é usado.

Em caso de alergia na pele, consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou dermatologista para uma avaliação detalhada, diagnóstico da causa da alergia e receber o tratamento adequado.

Saiba mais em:

O que fazer em caso de alergia na pele?

Alergia ao frio causa que tipo de sintomas?

O que é urticária?