Pílula do Dia Seguinte

Usei a pílula do dia seguinte, posso estar grávida?

Sua menstruação somente vai descer quando der a pausa do anticoncepcional, se está em duvida quanto a uma possível gravidez precisa fazer exame de sangue, não há como dizer se uma mulher está ou não grávida no "chute", precisa fazer exames, procure um ginecologista, pare de usar tanto a pílula do dia seguinte (pode ser prejudicial para sua saúde).

Pílula do dia seguinte pode adiantar e reduzir a menstruação?

Sim. A pílula do dia seguinte pode adiantar e reduzir a menstruação.

A pílula do dia seguinte contém hormônios que irá desregular o ciclo menstrual habitual da mulher. Com esse desequilíbrio, a menstruação poderá vir depois do esperado ou antes.

Principalmente no ciclo posterior à tomada da pílula do dia seguinte, pode haver alteração na característica do sangramento menstrual. A mulher pode apresentar um sangramento reduzido e antes do período esperado para vir a menstruação.

Isso ocorre por causa da desregulação provocada pela medicação. Depois desse ciclo desregulado, a menstruação da mulher voltará ao padrão anterior.

A pílula do dia seguinte não é abortiva, por isso ela não impede a gravidez que já esteja efetivada.

Leia também:

A pílula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?

Pílula do dia seguinte dose única pode falhar?

Sim. A pílula do dia seguinte apresenta uma probabilidade de falha em torno de 2 a 3%. A pílula do dia seguinte usada até no máximo 72 horas após uma relação sexual desprotegida é eficaz e apresenta como uma boa opção contraceptiva de emergência. Porém, como toda medicação, ela apresenta uma porcentagem de falha que pode ocorrer e, nesse caso, aparenta ser bem reduzida, variando de 2 a 3% dos casos. 

A pílula do dia seguinte não é abortiva, ou seja, caso a fecundação (junção do óvulo com espermatozoide) já tenha ocorrido, ela não evitará a gravidez. 

O uso da pílula do dia seguinte deve ser feito com precaução e não é recomendado o uso de rotina como método anticoncepcional de médio e longo prazo. Ela é uma medicação de emergência e deve ser usada no tempo menor possível após a relação sexual. 

Tem problema tomar pílula do dia seguinte direto?

Não pode tomar pílula do dia seguinte direto (risco de complicações graves). Procure um ginecologista e escolha outro método anticoncepcional.

Caso ele ejacule dentro o efeito da pílula seria o mesmo?

O efeito da pílula do dia seguinte não tem nada haver com o fato de ejacular dentro ou fora da vagina, o efeito da pílula depende do tempo de tomada após a relação sexual. A pílula do dia seguinte é uma anticoncepção de emergência se ficar usando tanto assim vai causar sérios danos para a sua saúde (quando eu digo sérios quero dizer sérios mesmo.).

A camisinha estourou e tomei a pílula, pode ocorrer gravidez?

Sim, existe sempre uma pequena possibilidade, mesmo tomando a pílula do dia seguinte. Porém tudo depende do período do seu ciclo menstrual, se está na menstruação ou perto da menstruação (antes ou depois) as chances de gravidez são menores, se estiver bem no meio do ciclo as chances são maiores.

A pílula do dia seguinte altera os exames?

Não, a pílula do dia seguinte não altera os exames de sangue, urina e fezes. Desde que não sejam exames hormonais, os resultados não serão influenciados pela pílula.

A pílula do dia seguinte possui uma grande quantidade de hormônios que podem alterar o ciclo menstrual da mulher e por isso não deve ser usada frequentemente.

Uma mulher que tomou a pílula do dia seguinte não deve esperar alterações nos resultados dos exames de sangue, urina ou fezes.

Podem sim ocorrer efeitos colaterais, como:

  • Náusea e vômito;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Aumento da sensibilidade das mamas;
  • Fadiga;
  • Dor abdominal;
  • Alteração no ciclo menstrual, podendo haver antecipação ou atraso da menstruação.

Todos esses efeitos colaterais podem ser facilmente tratados com medicamentos específicos para aliviar tais sintomas.

Para maiores esclarecimentos, fale com o médico que pediu os exames.

Leia também:

Teste de farmácia pode dar positivo devido a pílula do dia seguinte?

Quanto tempo duram os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?

Posso tomar pílula do dia seguinte no resguardo?

pílula do dia seguinte pode ser tomada durante o resguardo.

O resguardo é o período que compreende os 40 dias após o parto. Durante esse período, é indicado que a mulher não pratique relações sexuais, pois o seu aparelho reprodutor está se recuperando, há maior risco de infecções e pode haver desconforto ou mesmo dor.

A maioria das pílulas do dia seguinte disponíveis nas farmácias são compostas pelo progestágeno Levonorgestrel que não apresenta repercussão para o aleitamento materno.

Os métodos anticoncepcionais hormonais de uso contínuo só podem voltar a ser utilizados após os 40 dias de resguardo. Se a mulher estiver amamentando, ela só poderá tomar anticoncepcionais sem o componente de estrogênio.

É muito importante conversar com o/a profissional de saúde sobre os métodos anticoncepcionais disponíveis e mais indicado para cada situação, além de realizar um planejamento familiar durante as consultas do pré-natal ou mesmo nas consultas de acompanhamento pós parto.

Leia também: Sangramento durante o resguardo é normal?

Pílula do dia seguinte pode atrasar ou fazer descer a menstruação?

Sim. A pílula do dia seguinte pode atrasar ou adiantar a menstruação.

A pílula do dia seguinte contém hormônios que irá desregular o ciclo menstrual habitual da mulher. Com esse desequilíbrio, a menstruação poderá vir antes do esperado ou depois.

Normalmente, se ocorrer um atraso da menstruação, esse atraso não ultrapassará 4 semanas. Por isso, a mulher que tomou a pílula do dia seguinte e não menstruou até 4 semanas após o uso, deverá procurar um serviço de saúde para investigação de possível gravidez.

A pílula do dia seguinte não é abortiva, por isso ela não impede a gravidez que já esteja efetivada.

Leia também:

A pilula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?

Tive relação e o preservativo se rompeu, tomei a pílula...

Em relação ao seu sangramento: um aborto somente seria possível se já estivesse grávida de mais tempo, se engravidou esse mês e já abortou dificilmente teria um sangramento grande ou com dores fortes, o mais provável é um sangramento decorrente da pílula do dia seguinte ou sua menstruação mesmo. A diarreia pode ter sido mera coincidência e significa uma intoxicação alimentar ou infecção intestinal. Não acredito que precise fazer alguma coisa agora que já está melhor.

Estou amamentando, posso tomar pilula do dia seguinte?

Sim. A mulher que está amamentando pode tomar pílula do dia seguinte desde que seja após 6 semanas do parto.

A pílula do dia seguinte pode ser usada apenas após 6 semanas do parto devido aos riscos de eventos trombogênicos na mulher. Após esse período, a pílula pode ser utilizada sem acarretar danos ao/à bebê ou à mulher.

Apesar de ser secretada pelo leite materno em pequena quantia, a pílula do dia seguinte não acarreta problemas no desenvolvimento da criança.           

Essa medicação contém uma quantidade elevada de hormônio, por isso pode, em alguns poucos casos, reduzir a produção de leite por um curto período. 

Leia também:

Quais os riscos para o bebê de tomar pílula do dia seguinte enquanto estiver amamentando?

Quais os riscos para o bebê de tomar pílula do dia seguinte enquanto estiver amamentando?

A mãe que precisou tomar pílula do dia seguinte pode continuar amamentando normalmente.

Caso você queira utilizar métodos contraceptivos de longo prazo, converse com o/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para escolher juntamente com você o método mais adequado nesse período da amamentação.

Qual o risco de gravidez neste caso?

A segunda cartela já está fazendo efeito, porém não é de 100%, deve usar camisinha durante esse mês, Ao tomar a Pílula do dia seguinte (que era desnecessária) deve continuar com a cartela do seu anticoncepcional normalmente. O risco de gravidez é muito pequeno neste caso.