Perguntar
Fechar

Pílula do Dia Seguinte

Será que a pílula do dia seguinte falhou e eu estou grávida?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Em primeiro lugar só deve considerar a possibilidade de gravidez caso tenha um atraso de sua menstruação superior a 15 dias. Outro ponto importante é que os sintomas de gravidez não costumam aparecer no primeiro mês de gravidez. Sempre é importante considerar que a pílula do dia seguinte causa sintomas como enjoo e irregularidade menstrual.

Leia também: Sintomas da pílula do dia seguinte ou gravidez?

Eu tomo anticoncepcional e tomei 3 vezes pílula do dia seguinte...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Volta a tomar normalmente o seu anticoncepcional no dia certo e pare de tomar pílula do dia seguinte. Se toma anticoncepcional porque tomar a pílula do dia seguinte, você está muito equivocada, além de estar correndo sérios riscos de saúde.

Pílula do dia seguinte só serve uma única vez?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não. O efeito da pílula dura no máximo 72 horas e em poucos dias o organismo já eliminou todo o remédio, porém a pílula do dia seguinte não é para ser usada com frequência, existem outros métodos mais eficazes e menos perigosos.

Sempre tomo a pilula do dia seguinte, muitas vezes...
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A gravidez é sempre possível quando há relações sexuais desprotegidas ou falha em algum método contraceptivo.

pílula do dia seguinte vendida em duas doses deve ser tomada em um intervalo de 12 horas entre os dois comprimidos. Quando utilizada da maneira correta, a pílula do dia seguinte pode ser eficaz entre 47 a 89%.

A pílula do dia seguinte é eficaz quando usada até 3 dias (72 horas) após a relação sexual desprotegida. Quanto mais cedo ela for usada, maior será sua eficácia.

Nesse seu caso particular, pode haver uma redução na eficácia da pílula, uma vez que ao realizar uma nova relação sexual após a tomada da primeira pílula tomar, o esquema não será completado da forma correta.

A pílula do dia seguinte é indicada para mulheres que apresentaram falhas no método contraceptivo habitual (esqueceu de tomar a pílula ou injeção, camisinha estourou) ou tiveram relação sexual desprotegida durante o período fértil ou em situações de estupro.

Ela é considera uma contracepção de emergência e não deve ser tomada como método contraceptivo de rotina.

Se a mulher deseja evitar gravidez é recomendado procurar o/a médico ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para indicar um método contraceptivo de longa duração. 

Tive relação sem proteção e usei a pílula do dia seguinte...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O simples fato de usar a pílula do dia seguinte já é um risco para gravidez, já que ela não é 100% eficiente, e tomando de forma não correta diminui ainda mais sua eficiência limitada. O risco de gravidez existe, mas é baixo no seu caso.

Como funciona a pílula do dia seguinte?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

A "pílula do dia seguinte" é um método anticoncepcional de emergência que age de várias formas para impedir a gestação, em situações de emergência (estupro, falha da camisinha, expulsão do DIU, deslocamento do diafragma, eventual relação sem proteção, etc). Idealmente, deve-se utilizar outros métodos contraceptivos muito mais seguros e eficazes, como por exemplo a pílula anticoncepcional comum associada ao uso de camisinha). O remédio pode agir antes ou depois da fecundação (quando um espermatozoide fecunda o óvulo). A mulher só é considerada grávida quando além da fecundação ocorre a nidação do óvulo fecundado no endométrio (parede uterina), que a partir desse momento é chamado de embrião.

O funcionamento da pílula do dia seguinte depende da fase do ciclo menstrual em que a mulher está: Se a mulher ainda não tiver ovulado, o medicamento inibe a ovulação (impede a liberação do óvulo). Se a ovulação já tiver ocorrido, a pílula age de outra forma: altera a composição da secreção vaginal, agindo no muco cervical e endométrio, tornando o ambiente hostil para os espermatozoides, que morrem antes de conseguirem chegar às tubas uterinas (onde fecundariam o óvulo). Ainda que ocorra a fecundação, se ainda não houve a nidação, a pílula consegue interferir no processo: altera o endométrio (camada interna do útero), impedindo a fixação do óvulo fecundado. Após a nidação, a eficácia da pílula é nula.

A eficácia deste medicamento é maior quando a primeira dose é tomada até 72 horas após a relação: nas primeiras 24 horas, sua eficácia chega a 95%. Depois de 48 horas, cai para 85% e após 72 horas, apenas 58%. A segunda pílula deve ser tomada doze horas após a ingestão da primeira, e não devem ser ingeridos mais do que estes dois comprimidos.

Nestes casos, um médico, preferencialmente um ginecologista, deverá ser consultado para prescrição do medicamento e avaliação correta, caso a caso.

A pílula do dia seguinte pode alterar resultado do beta-hcg?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. 

Os hormônios presentes na pílula do dia seguinte não interferem no resultado do Beta-hCG.

Portanto, quando o resultado é positivo, isso se deve à presença de gestação ou algumas patologias, como a doença trofoblástica gestacional.  

pílula do dia seguinte é eficaz quando usada até no máximo 72 horas após uma relação sexual desprotegida. Porém, como toda medicação, ela apresenta uma porcentagem de falha que pode variar de 2 a 3% dos casos.  

Como a pílula do dia seguinte não é abortiva, ela não impede a gravidez que já esteja efetivada.  

Por todas essas condições, algumas mulheres que fizeram uso da pílula do dia seguinte podem engravidar e apresentar o resultado do Beta-hCG positivo. 

Leia também:

A pílula do dia seguinte faz efeito depois de 2 dias?

A pílula do dia seguinte é uma medicação anticoncepcional de emergência. Caso você deseja utilizar métodos anticoncepcionais de longo prazo, procure um/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para escolherem juntamente com você o método mais adequado no seu caso. 

Como saber se a pílula do dia seguinte funcionou?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A única forma de saber se a pílula do dia seguinte funcionou é fazendo um teste de gravidez, de preferência após uma semana de atraso da menstruação, no caso dos testes de farmácia. 

A eficácia da pílula do dia seguinte é cerca de 98%, mas deve ser tomada até 72 horas após a relação sexual, de preferência nas primeiras 24 horas.

A pílula do dia seguinte evita a ovulação da mulher e impe que o espermatozoide se una ao óvulo. Se esta união já ocorreu, mas o ovo ainda não se fixou no útero, a pílula também atua.

Contudo, se já houve fixação do ovo no útero, a pílula já não pode fazer efeito e a gravidez está estabelecida.

Tomar pílula do dia seguinte altera o ciclo menstrual?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pílula do dia seguinte somente foi criada para uso de emergência em determinadas situações especiais, seu uso muito frequente vai levar a sérios problemas de saúde, o primeiro deles é a irregularidade menstrual. Precisou usar 3 vezes no mesmo mês precisa urgentemente repensar no método anticoncepcional que você vai usar.

Tomei a pílula do dia seguinte muitas vezes...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A pílula do dia seguinte contem uma grande quantidade de hormônios e pode ter problemas relacionados e esse excesso de hormônios, mas não irá ficar infértil, precisa repensar na sua anticoncepção, se usa tanto, precisa começar outro método anticoncepcional menos danoso ao seu corpo.

Será que a menstruação vai descer 2 vezes?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Difícil dizer, porque esse sangramento é decorrente da pílula do dia seguinte e pode desregular um pouco sua menstruação, porém é bem provável que ela venha.

Pílula do dia seguinte pode adiantar e reduzir a menstruação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A pílula do dia seguinte pode adiantar e reduzir a menstruação.

A pílula do dia seguinte contém hormônios que irá desregular o ciclo menstrual habitual da mulher. Com esse desequilíbrio, a menstruação poderá vir depois do esperado ou antes.

Principalmente no ciclo posterior à tomada da pílula do dia seguinte, pode haver alteração na característica do sangramento menstrual. A mulher pode apresentar um sangramento reduzido e antes do período esperado para vir a menstruação.

Isso ocorre por causa da desregulação provocada pela medicação. Depois desse ciclo desregulado, a menstruação da mulher voltará ao padrão anterior.

A pílula do dia seguinte não é abortiva, por isso ela não impede a gravidez que já esteja efetivada.

Leia também:

A pílula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?