Estética, Beleza e Saúde

Anorexia tem cura? Qual o tratamento?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A anorexia tem cura, porém a recuperação completa pode demorar anos. O tratamento da anorexia, assim como de outros transtornos alimentares, é multidisciplinar e envolve médicos, médico psiquiatra, psicólogo e nutricionista.

O tratamento inclui o ganho de peso através de dieta hipercalórica, orientada pelo nutricionista para recuperação e manutenção do peso adequado, psicoterapia realizada com psicólogo ou psicoterapeuta e apoio social-familiar durante todo o processo e, principalmente, nas possíveis recaídas.

Em muitos casos de anorexia, a pessoa precisa ficar internada para que os alimentos sejam reintroduzidos gradualmente na dieta e o coração não entre em sobrecarga. 

Os medicamentos usados para tratar o transtorno servem para controlar e tratar a ansiedade, a depressão e as atitudes compulsivas, uma vez que não há uma medicação específica para tratar a anorexia.

Contudo, uma vez que alguns medicamentos psiquiátricos podem provocar aumento de peso ou de apetite, muitas pessoas deixar de tomar a medicação, o que dificulta a cura da anorexia.

A psicoterapia, nomeadamente a terapia cognitivo-comportamental e a terapia familiar desempenham um papel muito importante no tratamento da anorexia.

Sem tratamento, a anorexia pode causar diminuição da massa óssea e muscular, desmineralização dos dentes, retardo no crescimento, perda total da gordura corporal, prisão de ventre grave, desnutrição extrema e morte.

Por isso, é indicado consultar o clínico geral ou médico de família que coordenará esse cuidado global do paciente.

Também pode lhe interessar: 

Como é o tratamento para vigorexia?

Quais os tipos de transtornos alimentares e seus sintomas?

Como é o tratamento para transtornos alimentares?

Como remover estrias?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Existem vários tipos de tratamento para remover estrias.

As estrias vermelhas, comuns na gravidez, são mais fáceis de tratar porque o tecido não está totalmente danificados, podendo ser removidas com infravermelho, ácidos, luz pulsada, peeling ou injeções de vitamina C. Já as estrias brancas necessitam de um tratamento mais intenso, com laser, radiofrequência, peeling ou carboxiterapia.

Contudo, nem sempre é possível remover totalmente as estrias. O tratamento visa principalmente melhorar a aparência e o aspecto estético das mesmas, estimulando a formação de colágeno nas lesões. Dependendo do caso e do tratamento, a aparência das estrias pode melhorar em média 80%.

Dentre os principais tratamentos para remover estrias brancas estão:

- Laser fracionado com subcisão: O laser fracionado melhora a textura e deixa a pele mais lisa, enquanto que a subcisão é um pequeno procedimento cirúrgico que estimula a produção de colágeno e recupera uma parte da estria.

- Radiofrequência: Aquece a camada mais profunda da pele através da emissão de ondas. A radiofrequência promove um aumento das fibras de colágeno, que organizam novamente os tecidos e aproximam as bordas das estrias.

- Laser fracionado: Acelera o processo de cicatrização, estimulando a produção de colágeno e elastina.

- Peeling de cobre com intradermoterapia: O peeling faz uma microesfoliação na estria e estimula a produção de colágeno e elastina, enquanto que o cobre devolve à estria a coloração normal da pele. A intradermoterapia é a injeção de uma mistura de sustâncias capazes de reconstruir e devolver a elasticidade, firmeza e hidratação da pele.

- Carboxiterapia: Consiste na injeção de gás carbônico no tecido subcutâneo, promovendo a dilatação dos vasos sanguíneos e estimula a produção de colágeno, preenchendo as estrias de dentro para fora.

Para as estrias vermelhas, os tratamentos dermatológicos disponíveis são:

- Infravermelho com ácido retinoico: Os raios infravermelhos esquentam as camadas mais profundas da pele, estimulando a produção de colágeno e elastina pelas células. Depois, o ácido retinoico é aplicado para promover também o aumento do tecido conjuntivo que sustenta a pele.

- Luz intensa pulsada com ácido retinoico: A luz intensa pulsada regenera a pele e os vasos sanguíneos dilatados responsáveis pela coloração vermelha da estria. A seguir, é aplicado o ácido retinoico, que potencializa a ação da luz pulsada.

- Peeling de cristal com ácido retinoico: O peeling de cristal esfolia a pele com jatos de pó de óxido de alumínio, facilitando a penetração do ácido retinoico, que, por sua vez, descama a pele e estimula a produção de colágeno.

- Vitamina C + luz intensa pulsada: A vitamina C é injetada na camada superficial da pele, estimulando a aproximação das bordas dos vasos sanguíneos que deixam a estria vermelha. A seguir, a luz intensa pulsada é aplicada para contrair a derme e deixar as estrias mais finas.

O/A médico/a responsável por determinar o tipo de estria e o melhor tratamento para cada caso, é o/a dermatologista.

Leia também:

Existe uma forma de prevenir estrias na gravidez?

Estrias na gravidez, como tratar?

Descolorir meus pelos e a menstruação está atrasada?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O que está feito está feito. Primeiro precisamos saber se você realmente engravidou, depois vamos nos preocupar. Em relação a água oxigenada nenhum problema, só precisa nos dizer o que havia nesse descolorante (composição).

Com que idade se pode furar a orelha?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Não há limite de idade para poder furar a orelha. O furo pode ser feito logo após o nascimento, desde que seja realizado por uma pessoa habilitada. Furar a orelha não prejudica em nada o bebê.

É fundamental esterilizar os materiais utilizados para evitar infecções, que, se não forem tratadas adequadamente, podem trazer sérios problemas. Por isso, o brinco e o lóbulo da orelha devem ser limpos com álcool a 70%.

É importante também estar muito atento ao material do primeiro brinco, para evitar possíveis alergias, infecções e a oxidação do metal.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o furo da orelha pode ser feito também em farmácias, com brincos vendidos no próprio local e colocados com ajuda de uma espécie de pistola. Porém, este equipamento é mais indicado para crianças maiores e adultos.

Uma vez colocado o brinco, este deve ficar por algum tempo (3 a 6 meses) na orelha do bebê para que o furo possa cicatrizar sem fechar. Durante esse período, a limpeza do furo na hora do banho deve ser feita com sabonete ou shampoo infantil, com o cuidado de enxaguar bem a orelha depois para evitar que os resíduos de sabonete ou shampoo irritem o local.

Qualquer sinal de alergia, inflamação ou irritação no local, deve-se tirar o brinco imediatamente e falar com o pediatra que acompanha a criança.

Doar sangue engorda ou emagrece?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A doação de sangue não interfere no peso da pessoa, por isso, quem doa sangue não engorda nem emagrece em decorrência do procedimento. 

Durante a doação de sangue, aproximadamente 450 mL de sangue é retirado da pessoa. Após a doação, o organismo é capaz de recuperar esse volume doado, repondo as células sanguíneas e voltando aos padrões hematológicos anteriores. Essa quantidade de sangue perdida não é capaz de provocar a redução ou aumento no peso da pessoa. Portanto, doar sangue não engorda nem emagrece. 

A doação de sangue é uma atitude voluntária e altruísta que depende exclusivamente da disposição da pessoa em doar sangue. Essa atitude pode salvar vidas e deve ser feita com o exclusivo objetivo de doar sangue e não com outros fins como perder, ganhar peso e investigar doenças sexualmente transmissíveis. 

Se você deseja engordar ou emagrecer, procure um profissional de saúde adequado como médico/a de família, clínico geral ou nutricionista. 

Quem está menstruada pode fazer academia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem está menstruada pode fazer academia normalmente.

O período menstrual não é impeditivo para realização de atividades físicas. A mulher que está menstruada pode realizar as atividades de academia normalmente.

O limite de cada pessoa deve ser respeitado. Por exemplo, caso a mulher esteja com alguma cólica ou outro sintoma que provoque desconforto, ela deve respeitar seu próprio corpo e realizar a atividade quando se sinta bem e capaz de fazer sem lhe causar danos.

Caso a mulher sinta algum incômodo, ela pode fazer uma pausa ou reduzir a intensidade da atividade.

Fique atenta ao seu corpo e respeite os seus limites. 

6 Dicas para Parar de Fumar
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Veja 6 dicas que podem ajudar você a parar de fumar naturalmente e definitivamente, sem precisar de remédios:

  1. Limite os lugares onde você fuma: Fume apenas em determinados lugares da casa, evitando os locais de costume; fume em pé, na lavanderia; evite também levar o maço de cigarro quando sair de casa; só essas dicas já ajudam a reduzir bastante o número de cigarros por dia;
  2. Pratique exercícios físicos: A atividade física aumenta a sensação de prazer e ajuda a compensar a abstinência do cigarro; além disso, o exercício distrai e ocupa o tempo, a pessoa não pensa em fumar durante aquele momento; outro efeito interessante da atividade física é que o corpo "deixa de pedir" tanto pelo cigarro; um corpo mais saudável tende a tolerar menos a fumaça e as toxinas do cigarro;
  3. Beba água: Sempre que tiver vontade de fumar, beba um copo de água; evite café e álcool pois costuma aumentar a vontade de fumar;
  4. Encontre novos hábitos saudáveis que substituem o hábito de fumar: Faça exercícios, leia, pratique atividades físicas em grupo, descubra atividades que lhe dão prazer e melhoram a sua qualidade de vida;
  5. Recompense o seu esforço: Guarde o dinheiro que gastaria com cigarros e use-o para se presentear;
  6. Determine uma data para deixar de fumar de uma vez: Após 2 ou 3 semanas, procure não ultrapassar 5 cigarros por dia. Quando conseguir passar o dia com 5 cigarros, marque uma data e pare de fumar definitivamente.

Se não conseguir sair dos 5 cigarros diários, procure um médico, pois existem medicamentos específicos que ajudam ainda mais a conseguir alcançar esse objetivo.

Saiba mais em: Como funciona o adesivo de nicotina para parar de fumar?

É importante lembrar que um fumante fica dependente da nicotina 9além de outras substâncias), que são drogas muito poderosas e que causam um grau de dependência elevado, por atuar diretamente no cérebro.

Veja aqui quais são os efeitos da nicotina no organismo.

Portanto, é normal que os primeiros dias sem cigarro sejam mais difíceis, mas essas dificuldades vão melhorando com o passar dos dias.

Leia também: Fumar narguilé faz mal?

Lipoma tem que ser removido?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, nem todo lipoma precisa ser removido.

A cirurgia para retirar o lipoma é indicada apenas quando a localização do tumor causa incômodo do ponto de vista estético ou comprime órgãos e estruturas vizinhas, provocando dordesconforto ou outras complicações.

Se houver dúvidas quanto à benignidade do lipoma, o tratamento cirúrgico também é indicado. Nesses casos, o tumor geralmente tem um crescimento rápido, apresenta dor à palpação ou tem um aspecto endurecido.

A remoção cirúrgica do lipoma é a única forma de garantir que ele não vai voltar a crescer, pois retira o tumor na totalidade, garantindo a cura definitiva do problema.

A cirurgia é simples e pode ser feita em consultório, com anestesia local e sedação, sem necessidade de internamento.

O/ médico/a dermatologista é o responsável por diagnosticar o lipoma e indicar o tratamento adequado em cada caso.

Leia também:

Lipoma tem cura? Qual o tratamento?

O que é um lipoma?