Perguntar
Fechar

Sangue

Sangue nas fezes de bebê, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

A presença de sangue nas fezes do bebê pode ter várias causas dependendo da idade do bebê. Uma das mais frequentes ocorre devido à dificuldade para evacuar (constipação) que pode surgir em bebês que ainda estão mamando, mas que geralmente ocorre quando há a introdução de novos alimentos na sua dieta, além do leite materno. As fezes ressecadas e o esforço para evacuar podem causar uma pequena lesão (fissura) na região anal, provocando sangramento em pequena quantidade.

Outra situação menos frequente da presença de sangue nas fezes decorre da colite alérgica, na qual a criança tem cólicas devido à alergia a alguns dos alimentos ingeridos. Sangue nas fezes de recém-nascidos não é normal e pode significar um problema mais grave, assim como a presença de sangue nas fezes acompanhada de dor e inchaço abdominal (distensão) nos bebês.

Em qualquer situação de presença de sangue nas fezes do bebê, independente da idade, deve-se consultar o pediatra para a realização do diagnóstico do problema e seu tratamento.

Após a primeira relação sexual é normal urinar com sangue e pus?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Não, em nenhuma situação urinar com sangue e pus pode ser considerado normal, pois isso acontece em infecções urinárias, habitualmente acompanhadas de febre e mal-estar geral. O que pode ser normal após a primeira relação é a urina ter presença de sangue pelo rompimento do hímen (película dentro da vagina de mulheres que nunca tiveram relações sexuais) e um aspecto turvo, com aparência de pus, que pode ser causado pela presença de esperma e secreções vaginais decorrentes do ato sexual. Dor e ardência ao urinar (disúria) podem estar presentes.

Também pode ocorrer pequeno sangramento causado por irritação da parede vaginal  devido à falta de relaxamento dos músculos da região vaginal, principalmente nas primeiras vezes em que se tem relação sexual. A pouca lubrificação vaginal e a atividade sexual frequente também podem causar os mesmos problemas.

Normalmente esses sinais e sintomas desaparecem após alguns dias sem relações sexuais. Quando não desparecem ou quando pioram, pode significar uma infecção urinária ou uma doença sexualmente transmissível (DST). A presença de sangue e aspecto de pus na urina nos homens geralmente ocorre devido à infecções.

O clínico geral, o ginecologista ou urologista poderão fazer o diagnóstico e dar as orientações necessárias nessa situação.

Para que serve o exame de bilirrubina no sangue?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O exame de bilirrubina serve para avaliar o funcionamento do fígado e da vesícula biliar, bem como possíveis lesões hepáticas. A bilirrubina é uma substância resultante do metabolismo da hemoglobina (substância no sangue que carrega o oxigênio dá a cor vermelha aos glóbulos vermelhos).

Quando os glóbulos vermelhos, também conhecidos como hemácias, envelhecem, eles são captados e destruídos pelo baço. A hemoglobina é então "quebrada"e transformada em bilirrubina, que por sua vez é metabolizada e excretada pelo fígado. A bilirrubina também é excretada pela bile e eliminada por meio das fezes.

A bilirrubina indireta é a primeira bilirrubina a ser produzida nesse processo, sendo depois transformada em bilirrubina direta. 

Assim, quando a bilirrubina indireta está alta, é sinal de aumento da degradação de hemoglobina ou deficiência do funcionamento do fígado. Já o aumento da bilirrubina direta tem como principal causa a deficiência da bile em eliminar a bilirrubina.

A elevação simultânea dos níveis de bilirrubina direta e indireta pode ser causada por obstrução da bile ou lesão intensa das células do fígado.

Dentre as doenças que podem aumentar a concentração de bilirrubina no sangue estão as hepatites, cirrose hepática, Síndrome de Gilbert (condição benigna e genética que provoca uma elevação nos níveis de bilirrubina), câncer de fígado, anemia falciforme, cálculos ou tumores biliares, entre outras.

Nos adultos, os valores de referência normais de bilirrubina são:

  • Bilirrubina total: 0,20 a 1,00 mg/dL;
  • Bilirrubina direta: 0,00 a 0,20 mg/dL;
  • Bilirrubina indireta: 0,20 a 0,80 mg/dL.

Em recém-nascidos prematuros, os valores de referência normais da bilirrubina total são:

  • 1 dia: 1,00 a 8,00 mg/dL;
  • 2 dias: 6,00 a 12,00 mg/dL;
  • 3 - 5 dias: 10,00 a 14,00 mg/dL.

Para os recém-nascidos a termo, os valores de referência normais da bilirrubina total são:

  • 1 dia: 2,00 a 6,00 mg/dL;
  • 2 dias: 6,00 a 10,00 mg/dL;
  • 3 - 5 dias: 4,00 a 8,00 mg/dL.

A avaliação do resultado do exame de bilirrubina no sangue é da responsabilidade do/a médico/a que solicitou o exame.

Também pode lhe interessar:

Bilirrubina na urina, o que pode ser?

Tenho a pele amarela desde que nasci. Posso ter hepatite?

Olhos amarelados, o que pode ser?

Fezes com sangue vivo, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes com sangue vivo são um sinal de sangramento na região baixa do sistema digestivo, ou seja, no intestino grosso, reto ou ânus. As causas mais frequentes são devidas a lesões no ânus (fissuras anais) e hemorroidas, que geralmente sangram em situações que exigem esforço para evacuar, como em casos de prisão de ventre.

O sangramento nesses casos costuma ser pequeno e as fezes apresentam uma pequena quantidade de sangue, que também pode ser apenas observado no papel higiênico.

Os principais sinais e sintomas da hemorroida são a dor ao evacuar e as fezes com um pouco de sangue. O sangue pode ser notado pelas gotas que caem depois da evacuação ou no papel higiênico.

Já as fissuras anais provocam muita dor durante as evacuações e o sangramento pode ser observado pela presença de um pouco de sangue nas fezes, no papel higiênico ou no vaso sanitário.

Quais as outras causas de fezes com sangue?

Além das hemorroidas e das fissuras anais, existem ainda outras doenças que podem causar esses sangramentos e deixar as fezes com sangue vivo, como pólipos no intestino, inflamação no reto ou no ânus, úlcera ou câncer no reto, câncer no ânus e endometriose intestinal.

Fezes com sangue escuro e um odor intenso característico (melena), pode ser sinal de um sangramento mais intenso na boca, esôfago, estômago ou porção inicial do intestino (duodeno). Nesses casos, o sangramento pode ser causado por traumatismos, úlcera, esofagite, varizes no esôfago, pólipos intestinais e tumores

Outras causas para a presença de sangue nas fezes incluem: diverticulose, vermes, doenças infecciosas, câncer e doenças inflamatórias intestinais, como colites, doença de Crohn e retocolite ulcerativa.

O que fazer em caso de fezes com sangue?

Uma vez que, muitas vezes, a presença de sangue nas fezes está relacionada com o esforço para evacuar, o sangramento pode ser ser evitado através de cuidados para prevenir a constipação intestinal.

A prisão de ventre pode ser amenizada com ingestão de mais líquidos e a manutenção de uma alimentação saudável, rica em alimentos ricos em fibras como frutas, vegetais, farelo de trigo e aveia. A atividade física regular, como caminhar, estimula o trânsito intestinal, melhorando também a constipação.

No entanto, fezes com sangue pode ser um sinal de doenças potencialmente graves e fatais. Por isso, se o sangramento persistir, é altamente recomendável procurar um médico.

O gastroenterologista ou o proctologista são os médicos especialistas indicados para realizar o diagnóstico e tratamento de problemas do sistema digestivo, como no caso de presença de sangue nas fezes.

Meu exame de sangue TSH ultra sensível deu 0,07 uUI/ml...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu exame está alterado e pode significar que sua tireoide está com a produção de hormônio alterada (o diagnóstico só com seu médico...), provavelmente não deve ser por causa da sibutramina.

Anemia: Sintomas, Causas e Tratamento
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A anemia, sobretudo a ferropriva, é um problema de saúde muito comum tanto entre as crianças como em adultos, ocorrendo também com muita frequência durante a gravidez. Anemia significa redução da concentração de hemoglobina nos eritrócitos, que são as células vermelhas do sangue. 

A hemoglobina é uma proteína especial. Além de dar a cor vermelha ao sangue, é responsável pela ligação com o oxigênio para que o sangue possa levar o gás dos pulmões para todo o corpo. Quando a pessoa tem anemia, ela terá uma menor oxigenação do organismo.

Eritrócitos, também conhecidos como hemácias (glóbulos vermelhos do sangue) Quais são os sintomas de anemia?

Os principais sintomas de anemia são: fraqueza, dor de cabeça, irritabilidade, cansaço, falta de ar ou dificuldade para realizar atividade física e palidez. 

Pessoas com anemia podem apresentar ainda fadiga, aumento da frequência cardíaca, palpitações, falta de apetite, desânimo, falta de atenção, baixo rendimento escolar, dor abdominal em crianças, desejos alimentares específicos ou estranhos como desejo de comer gelo ou terra, queda de cabelos, língua lisa, unhas quebradiças e feridas nos cantos da boca.

Veja também: Como saber se tenho anemia?

Quanto maior o grau da anemia mais intensos tendem a ser os sintomas da anemia. O diagnóstico é realizado através de exame de sangue realizado em laboratório.

Quais as causas da anemia?

Existem muitas causas de anemia: hemorragia intensa, doenças crônicas, doenças da medula óssea (responsável pela produção das células sanguíneas), doenças genéticas (anemia falciforme), deficiência de vitaminas e sais minerais, sendo a causa mais comum de anemia, além de deficiência de ferro, chamada de anemia ferropriva.

Leia também:

Eritrócitos baixos no hemograma, o que pode ser?

Hemoglobina baixa, o que pode ser?

O ferro é um mineral muito difundido na natureza e encontrado em quase todos os vegetais. Porém, o organismo humano tem dificuldade de absorver os sais de ferro provenientes dos vegetais e a nossa principal fonte de ferro acaba sendo a carne, principalmente o peixe e a carne vermelha, que têm um tipo de ferro que é mais facilmente absorvido no intestino (ferro heme).

Porém, para a produção da hemoglobina e das células do sangue, outras vitaminas como o ácido fólico e outras vitaminas do complexo B encontrados nos vegetais e cereais, também são necessárias.

Qual é o tratamento para anemia?

O tratamento da anemia depende da sua causa e da gravidade do quadro. Muitas vezes, é possível reverter o quadro apenas com alterações na alimentação. Porém, há casos em que é preciso incluir suplemento de ferro, medicamentos e até transfusão de sangue.

Dentre as diversas medidas dietéticas, recomenda-se:

⇒ Restringir a ingestão de leite para algo em torno de 300 ml ao dia (máximo de 500ml de leite ao dia, pois o leite dificulta a absorção do ferro e compete com os alimentos mais ricos em ferro);

⇒ Aumentar a ingestão de vegetais com folhas verde-escuro como brócolis, couve e espinafre, feijão, cereais e grãos em geral, abóbora, beterraba. Ter uma ingestão moderada de carnes vermelhas (as vísceras como o fígado são ricas em ferro) e peixes. 

⇒ Aumentar o consumo de frutas ricas em vitamina C, pois essa vitamina é importante para a  absorção do ferro e ajuda também no tratamento e na prevenção da anemia.

A correta avaliação e diagnóstico da anemia deve ser realizada pelo/a médico/a que pode solicitar os exames específicos para anemia e avaliar o grau e tipo de anemia e, a partir deste correto diagnóstico, propor um tratamento adequado.

Ao tossir tenho catarro com sangue, o que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Tossir catarro com sangue pode ser sinal de tuberculose, câncer de pulmão, infecções pulmonares, infarto pulmonar (morte de uma área do pulmão), defeitos na coagulação sanguínea, aumento da pressão sanguínea nas veias pulmonares, insuficiência cardíaca ou ainda problemas numa das válvulas cardíacas.

A presença de sangue no catarro indica a presença de algum sangramento nos pulmões ou nas vias aéreas. Contudo, na grande maioria dos casos, a perda de sangue é pequena e o sangramento tende a parar espontaneamente.

Mesmo que pare de sair sangue com a expectoração, é recomendável consultar o/a médico/a clínico/a geral ou médico/a de família para que a causa do sangramento seja investigada. Vale lembrar que tossir catarro com sangue pode ser sinal de doenças graves, como câncer, tuberculose, entre outras.

Veja também: Tossir sangue: o que pode ser?

Algumas doenças, como a tuberculose, têm cura e podem ser de fácil tratamento. Consulte o/a médico/a clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação.

Saiba mais em: 

Cuspir sangue é normal? O que pode ser?

Espirrar sangue: o que pode ser?

Tosse com catarro: o que fazer?

Tosse persistente: o que fazer?

Existem tipos de sangue incompatíveis?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

Sim, há tipos de sangue incompatíveis, especialmente quando se trata de transfusões sanguíneas, mas também na gestação.

Tipos de sangue incompatíveis: Transfusões 

Os tipos sanguíneos são determinados pela presença de antígenos presentes nos glóbulos vermelhos. Os antígenos considerados mais importantes são o sistema ABO e o sistema Rh. De acordo com o sistema ABO, há os seguintes tipos sanguíneos: A, B, AB e O. O Sistema Rh divide os tipos sanguíneos em Rh positivo ou negativo.

Os indivíduos com sangue A podem receber transfusões de sangue A ou O; aqueles com sangue B, transfusões de B ou O; aqueles com sangue AB, transfusões de qualquer tipo sanguíneo e aqueles com sangue O apenas podem receber sangue tipo O. Em outras palavras, o tipo AB é o receptor universal e o tipo O, doador universal.

Indivíduos com sangue Rh negativo só podem receber transfusões de Rh negativo (ou de Rh positivo, mas somente uma vez, visto que depois haverá a produção de anticorpos). Já indivíduos com Rh positivo podem receber transfusões de Rh positivo ou negativo. Complementando a informação acima, então, o doador universal é o tipo O negativo, e o receptor universal, o tipo AB positivo.

Tipos de sangue incompatíveis: Gestação

Além da importância dos tipos sanguíneos em casos de transfusão, é importante também o seu conhecimento na gestação, pois pode ocorrer uma doença chamada eritroblastose fetal, ou doença hemolítica do recém-nascido.

Esta doença pode ocorrer quando um casal é Rh discordante, ou seja, a mulher é Rh negativo e o homem, Rh positivo. Nesse caso, há 75% de chance de a criança gerada ser Rh positivo.

Depois do primeiro parto de um feto Rh positivo, ou da transfusão acidental de sangue Rh positivo, o sangue da mãe cria anticorpos anti-Rh+. Durante a segunda gravidez, esses anticorpos podem atravessar a placenta e provocar a hemólise do sangue da segunda criança.

Hoje existe tratamento para esta condição, e mães com Rh negativo, com pesquisa positiva de coombs indireto no sangue, devem receber imunoglobulina anti-D (RhoGAM®)  algumas semanas antes do parto ou nas primeiras 72 horas após o parto, de forma a impedir a formação dos anticorpos que poderiam criar complicações nas gestações seguintes.

A pesquisa do tipo sanguíneo (ABO e Rh), além da pesquisa de coombs indireto (se Rh negativo), deve ser feita no pré-natal de toda a gestante.

Para maiores informações, consulte seu obstetra ou clínico geral.

Espirrar sangue: o que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Espirrar sangue é indicativo de acometimentos nas vias aéreas superiores ou inferiores que podem ter várias causas, sendo a mais comum rinossinusite. Normalmente, o espirro é uma reação alérgica à algum componente presente no ar inspirado. Quando a reação alérgica é mais intensa ou quando há presença de algum microrganismo danificando a mucosa, o espirro pode vir acompanhado de sangue.

Espirrar sangue pode vir acompanhado de tosse com sangue e pode acontecer em abscessos pulmonares, tromboembolismo pulmonar, algumas doenças imunes, uso de drogas como a cocaína, distúrbios na coagulação, etc.

Você pode saber mais em:Tossir sangue: o que pode ser?

Ao tossir tenho catarro com sangue, o que pode ser?

Toda pessoa que está espirrando sangue deve ser investigada. Por isso, procure um/a médico/a de família ou clínico geral em alguma unidade de saúde para iniciar a investigação.

Sangue nas fezes, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

A presença de sangue nas fezes pode ter muitas causas. Quando o sangue existente nas fezes tem coloração vermelho vivo, indica que o sangramento ocorreu nas regiões baixas do sistema digestivo (intestino grosso, reto e ânus). Esse tipo de sangramento pode ser causado por hemorroidas, fissuras anais, lesões causadas por algum tipo de trauma nessas regiões, vermes, pólipos, diverticuloses, doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e retocolite ulcerativa) e tumores.

Quando esse sangramento ocorre na boca, esôfago, estômago ou duodeno (parte superior do intestino delgado), as fezes tendem a apresentar uma coloração bem escura e um cheiro forte característico (melena), principalmente após sangramentos mais intensos. Entre as causas para estes sangramentos temos as lesões traumáticas, úlceras, esofagites, varizes esofagianas, pólipos e tumores

Sangue nas fezes em pequena quantidade

O sangramento retal mais comum é aquele em que se observa uma pequena quantidade de sangue nas fezes ou o sangue só é notado no papel higiênico. Na grande maioria dos casos, esses pequenos sangramentos não indicam nada de grave e são causados principalmente por hemorroidas e fissuras anais.

As causas incluem principalmente hemorroidas, fissuras anais, pólipos intestinais, inflamação na porção final do intestino ou no ânus, úlceras no reto, câncer no reto ou no ânus e endometriose intestinal.

No caso das hemorroidas, os sintomas incluem dor ao evacuar e presença de pequenas quantidades de sangue nas fezes. O sangramento pode ser percebido sob a forma de gotas de sangue que surgem após evacuar ou no papel higiênico ao se limpar.

Leia também: Como saber se tenho hemorroidas e quais os sintomas?

As fissuras anais causam dor intensa ao evacuar e o sangue pode ser notado em pequenas quantidades nas fezes, no vaso sanitário ou no papel higiênico.

Sangue nas fezes em média e grande quantidade

Se houver uma quantidade moderada ou grande de sangue nas fezes ou quando as fezes estão com uma coloração bem escura (melena), é provável que o sangramento tenha origem mais interna, como no cólon, no duodeno ou no estômago.

Nesses casos, as causas mais comuns incluem úlcera no estômago ou intestino, lesões no esôfago, doença diverticular do cólon, câncer de intestino, infecção intestinal, doença inflamatória do intestino e angiodisplasia (presença de vasos sanguíneos dilatados na camada interna do intestino grosso).

O gastroenterologista ou o proctologista são os especialistas que diagnosticam e tratam os problemas do sistema digestivo, como no caso de presença de sangue nas fezes.

Também pode lhe interessar: Tive um sangramento anal o que pode ser?

Sangue oculto nas fezes: Para que serve e como entender os resultados?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O exame de sangue oculto nas fezes é um teste feito em laboratório que serve para detectar a presença de quantidades muito pequenas de sangue nas fezes, normalmente não visíveis a olho nú.

A pesquisa de sangue oculto nas fezes é usada para rastrear a presença de pólipos intestinais, que são lesões precursoras do câncer colorretal.

O exame é feito mediante a coleta de uma pequena amostra de fezes feita pelo paciente, que é então analisada no laboratório.

Tipos de exame

Há 2 tipos de pesquisa de sangue nas fezes. Um deles necessita de uma dieta específica que deve começar 3 a 5 dias antes do exame, enquanto que o outro não.

O primeiro é o mais utilizado e a dieta deve ser seguida rigorosamente. O outro tipo de exame rastreia especificamente o sangue humano, pelo que os seus resultados não são alterados pela alimentação e outros fatores.

Resultados Positivo

Quando o resultado é positivo, não significa necessariamente que a pessoa esteja com câncer, mas permite investigar logo a causa antes mesmo dela manifestar outros sintomas. Contudo, vale lembrar que sangue oculto nas fezes costuma ser o primeiro sinal do câncer colorretal.

Veja também: Quais são os sintomas do câncer de cólon?

Há ainda casos de falso-positivos, muitas vezes decorrentes de sangramentos na gengiva ou no nariz (pois a pessoa pode engolir sangue), menstruação, ingestão de carne e uso de certos medicamentos.

Resultados positivos de sangue oculto nas fezes devem ser avaliados por colonoscopia. Quando o resultado do teste dá negativo, o exame deve ser repetido no ano seguinte.

Dieta

Os alimentos e outros produtos que devem ser evitados para quem vai realizar o exame de sangue oculto nas fezes incluem:

  • Carne vermelha, nabo, rabanete, vitamina C, ferro;
  • Medicamentos como aspirina e ibuprofeno;
  • Pasta de dente com clorofila.

Alimentos permitidos em pequenas quantidades:

  • Aves e peixes;
  • Enlatados;
  • Amendoim;
  • Aveia.

Alimentos que podem ser consumidos sem restrição:

  • Hortaliças (alface, espinafre, agrião, rúcula);
  • Milho;
  • Frutas.

A interpretação dos resultados do exame devem ser avaliados pelo/a médico/a que o solicitou.

Saiba mais em:

Sangue nas fezes, o que pode ser?

Fezes escuras com sangue, o que é?

Meu exame de sangue deu leucócitos: 3.700 e VHS: 22?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Leucócitos levemente diminuídos (pode ter ou não algum significado clínico) e VHS está dentro do normal (um pouco aumentado, mas é tão pouco que não deve ter nenhum significado), o mais importante do resultado dos exames é a interpretação que seu médico irá fazer baseado nas suas queixas (a simples verificação do normal ou fora do normal não tem muito sentido).