Perguntar
Fechar

Saúde do Homem

Método para aumentar o pênis pode causar impotência?

Não acredito que o método que você usou para aumentar tamanho do pênis tenha causado seu problema de ereção, precisa confiar e acreditar no seu médico, ou seja, seu problema deve realmente ser por causas emocionais (problemas emocionais são disparado a principal causa de impotência sexual em homens jovens).

Candidíase no homem: como reconhecer, tratar e prevenir a candidíase masculina

A candidíase é uma infecção causada por fungos do gênero Candida, sendo que a Candida albicans é a espécie mais prevalente. Pode acometer diversos locais do corpo, como os genitais (levando a vulvovaginite nas mulheres e balanopostite nos homens), cavidade oral e esôfago, bexiga, pele e unhas, dentre outros locais, menos acometidos.

Não é considerada uma infecção sexualmente transmissível, mas pode ser transmitida através de relações sexuais.

Como reconhecer a Candidíase Peniana (balanopostite)?

É comum que os homens não apresentem sintomas, mas quando se manifestam podemos observar:

  • Coceira intensa é sintoma mais característico;
  • Ardor ao urinar;
  • Ardência ao contato com a secreção vaginal;
  • Pele do pênis avermelhada e brilhante;
  • Inchaço leve da glande ('cabeça do pênis');
  • Descamação ao toque da pele da região peniana (pele friável);
  • Pequenas ulcerações ou vesículas com crostas cobertas por uma secreção esbranquiçada com aspecto de queijo;
  • Excreção de secreção peniana esbranquiçada semelhante ao sêmen.

A candidíase no homem pode estar ligada a fatores imunológicos ("queda" da imunidade) ou relacionados ao nível de açúcar no sangue. Sendo assim, é importante investigar causas que alterem a imunidade, como diabetes, uso de medicações e HIV.

Como é feito o diagnóstico?

Um clínico geral, urologista ou dermatologista podem facilmente diagnosticar a candidíase peniana. As formas de diagnóstico incluem a avaliação dos sintomas clínicos e exames laboratoriais. No caso da avaliação laboratorial, colhe-se amostras de secreção das ulcerações ou vesículas presentes no pênis analisando-as com o auxílio de microscópio. Neste exame serão procurados nas amostra das secreções o fungo do gênero Candida. O mais comum nas infecções genitais é o Candida albicans.

Como tratar?

O tratamento da candidíase peniana consiste no uso de medicamentos antifúngicos em forma de pomadas e cremes, para uso local, e por via oral ou injetável.

É importante buscar orientação médica para, com base nos sintomas e exames laboratoriais, definir a melhor forma de tratamento e retirar possíveis dúvidas. Além disso, é preciso evitar relações sexuais durante o tratamento, seguir a dosagem da medicação prescrita e a duração do tratamento adequado. Estas medidas possibilitam a cura da candidíase e ajudam a evitar a sua reincidência.

Como prevenir a Candidíase Peniana?

A prevenção desta infecção tem seu foco principal em cuidados de higiene e que fortaleçam o sistema imunológico.

  • Higienizar adequadamente a região peniana para manter esta área limpa e seca;
  • Os cuidados de higiene devem ser feitos com mais atenção na área do pênis coberta pelo prepúcio, em homens não circuncidados;
  • Buscar hábito alimentares saudáveis com uma alimentação rica em frutas, legumes, e água;
  • Evitar roupas quentes, apertadas ou molhadas;
  • Usar preservativos durante as relações sexuais;
  • Usar antibiótico apenas sob prescrição médica.

Os fungos se proliferam mais facilmente em ambientes quentes e úmidos. Por este  motivo, se deve manter a região genital limpa, seca e priorizar o uso de roupas mais leves.

Em homens com prepúcio longo (pele que recobre a glande - “cabeça do pênis”) ou portadores de diabetes, pode ser necessária a circuncisão  - retirada cirúrgica do prepúcio – como uma forma de prevenir a candidíase, uma vez que esta área de mucosa pode ser limitada na sua capacidade de defesa local.

Uma alimentação saudável com baixo consumo de açúcar e a prática de exercícios físicos são hábitos que reforçam o sistema imunológico e ajudam a evitar não somente a candidíase peniana, mas também outras doenças além de influenciar positivamente na qualidade de vida das pessoas.

O homem que tem o esperma fraco pode engravidar?

Para saber a qualidade do esperma, se ele é fraco ou não, o homem deve realizar o exame de espermograma.

Nele, o/a profissional de saúde observará no microscópio a quantidade de espermatozoides presente, bem como suas características de mobilidade entre outras.

Por ser um exame detalhado e analisado em laboratório, não é possível avaliar a qualidade do esperma a olho nu.

O espermograma é um dos exames realizados na avaliação do casal infértil. Essa avaliação inclui exames da mulher e do homem para compreender as causas da infertilidade e orientar adequadamente o tratamento apropriado.

Caso você já realizou este exame e apresenta alterações, procure o/a médico/a para continuar a avaliação, identificar a causa da baixa qualidade do esperma e tratar devidamente.

O casal que está há mais de 15 meses seguidos tentando engravidar e não conseguiu, é indicado uma consulta de planejamento familiar com o/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral.

O que é fimose, como é a cirurgia e quando deve ser feita?

A fimose ocorre quando não é possível retrair o prepúcio (camada de pele que recobre e protege a cabeça do pênis) e expor completamente a glande, ou seja, a glande não fica exposta mesmo se o pênis estiver ereto.

A formação do prepúcio começa logo nas primeiras semanas de desenvolvimento do feto. Desde o nascimento até os primeiros anos de vida do homem, o prepúcio encontra-se aderido à glande, o que é normal (fimose fisiológica). 

A medida que a criança cresce, a região interna vai se desprendendo da glande de forma gradual, até ser totalmente retrátil quando o pênis está ereto.

Não se deve forçar o descolamento do prepúcio nas crianças, pois o mesmo ocorre naturalmente com o passar dos anos. Em 90% dos meninos, a fimose fisiológica desaparece nos três primeiros anos de vida.

Quando a fimose pode aparecer?Desde o nascimento

Uma fimose que não desapareceu nos primeiros anos de vida e que não pode, portanto, ser considerada fisiológica. Há homens que nascem com o anel do prepúcio (abertura) muito estreito, o que impossibilita a retração da pele mesmo após o descolamento do prepúcio nos primeiros anos de vida. 

A fimose também pode ser provocada quando os pais tentam forçar a retração do prepúcio, causando lesões e formando cicatrizes que perpetuaram a fimose;

Idade adulta

A fimose adquirida surge em adultos que não tinham fimose quando criança, mas que devido a infecções ou traumas no pênis formaram-se cicatrizes que causaram aderência do prepúcio, impedindo sua retração. 

Normalmente, esse tipo de fimose acontece por má higienização do pênis, o que favorece o acúmulo de secreções e proliferação de bactérias dentro do prepúcio.

Em que idade a circuncisão é indicada?

Não há uma resposta correta para essa pergunta. A cirurgia de fimose apresenta benefícios porém pode apresentar potenciais riscos. Por isso, a indicação da cirurgia de correção da fimose (postectomia) deverá levar em conta aspectos como infecções urinárias de repetição e o tipo da fimose (primária ou secundária). É muito importante a avaliação médica que levará em conta todos esses aspectos juntamente com a família.

Como é feita a cirurgia de fimose?

A circuncisão é feita com anestesia local e consiste na retirada do prepúcio. O procedimento cirúrgico tem um tempo médio de duração de uma hora.

Após a cirurgia, é aplicado um curativo e o pênis encontra-se inchado. É comum ocorrer desconforto ao urinar no pós-operatório da circuncisão. Nesse período, recomenda-se manter a glande afastada da fralda ou da roupa.

Veja também: Cirurgia de fimose causa aumento ou perda de sensibilidade na glande?

Durante o pós-operatório, é recomendável ficar em repouso e aplicar compressas frias no local. O curativo não deve ser molhado. Em caso de dor, pode ser indicado medicamentos analgésicos.

Não é necessário retirar os pontos, pois eles saem sozinhos nos dias seguintes à cirurgia.

Em caso de suspeita de fimose, o médico, preferencialmente o urologista, deverá ser consultado. Ele poderá avaliar detalhadamente, através de anamnese e exame físico, qual é o seu diagnóstico correto, orientá-lo e prescrever o melhor tratamento.

Ter relações sexuais todos os dias é normal?

Normal não existe. é a mesma coisa se você me preguntasse: é normal torcer para o Flamengo? O flamenguista diria que sim e o vascaíno diria que não. A frequência de relações sexuais depende mais de um acordo entre o casal. O homem geralmente acha que uma vez por dia é pouco e a mulher (a maioria) acha que é muito. e agora quem é normal, quem está certo? Flamengo ou Vasco?

Meu namorado tem problemas para ejacular, ele é rápido...

Na verdade seu namorado tem ejaculação precoce, ele deve procurar um urologista para tratar esse problema. Quem não deve estar ficando excitada é você, por isso tem ardência e não consegue manter relação por mais tempo.

Não consigo manter meu pênis com a mesma ereção...

Geralmente este tipo de problemas está associado com problemas emocionais, como a ansiedade. Estar com uma mulher pode gerar em alguns homens um estresse tão grande ( que você não conseguem ter uma ereção de forma normal). Existe remédios e terapias que podem ajudar você a controlar isso, procure um urologista.

O que acontece se o homem tomar anticoncepcional feminino?

Se um homem tomar anticoncepcional feminino por tempo prolongado, ele começa a desenvolver características femininas e perder as características masculinas. Dentre as mudanças que podem ocorrer estão:

  • Diminuição do número de espermatozoide, chegando à esterilidade completa;
  • Impotência sexual;
  • Redução do tamanho do pênis e dos testículos;
  • Aumento gradual das mamas;
  • Acúmulo de gordura nos quadris, coxas e nádegas;
  • Crescimento mais lento dos pelos do corpo, que podem ainda ficar mais claros ou menos intensos;
  • Perda de massa muscular;
  • Ganho de peso e maior dificuldade para emagrecer;
  • Clareamento da pele, que também fica mais fina;
  • Alterações nos odores corporais;
  • Desequilíbrio emocional, com amplificação das emoções;
  • Redução da transpiração;
  • Ondas de calor;
  • Osteoporose;
  • Aumento do colesterol;
  • Depressão.

As altas doses de hormônios femininos estrógeno e progesterona presentes no anticoncepcional diminuem a ação do hormônio masculino testosterona, que é responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características físicas e sexuais do homem.

Os homens também possuem progesterona e estrogênio no corpo, mas em quantidades muito inferiores às mulheres. No sexo masculino, esses hormônios são derivados de outros hormônios, como a testosterona e a androstenediona.

Para maiores informações sobre os efeitos dos hormônios femininos em homens, consulte um médico endocrinologista ou urologista.

Pode lhe interessar também: