Pergunte ao Médico
Como Funciona

Seios Inchados

Estou sentindo meus seios inchados e doloridos, o que pode ser?

Seios inchados e doloridos podem ser causados por diversas situações, sendo as mais frequentes: período pré-menstrual (TPM), alterações hormonais, uso de anticoncepcional, gravidez, etc.

A principal causa de inchaço e dor nos seios quando a mulher não está grávida são as alterações hormonais que ocorrem durante o ciclo menstrual. Esses sintomas tendem a piorar nos dias antes de menstruar, na fase pré-menstrual.

Os próprios anticoncepcionais hormonais também podem deixar os seios inchados, sendo outra causa comum de inchaço nas mamas.

Procure o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação completa e detecção da causa do inchaço e dor nos seios.

Leia também:

Seios inchados fora do período menstrual, o que pode ser?

Anticoncepcional deixa os seios inchados?

Estou com os seios inchados e doloridos o que pode ser?

Seios inchados e doloridos são queixas frequentes de mulheres em qualquer idade. A maioria desses problemas é explicada pelas flutuações hormonais ao longo do ciclo menstrual. Em geral, a época em que esses sintomas ficam mais intensos é na fase pré-menstrual, ou seja, dias antes de começar a menstruação.

Os outros tipos de dores ou sensibilidade nos seios são bem raros e podem acontecer não necessariamente vinculadas ao ciclo menstrual, e afetar apenas uma mama ou uma região dela. Nesse caso, havendo presença de outros sintomas como secreção mamilar, alteração da pele da mama, vermelhidão, coceira, nódulo ou caroço, é recomendada a consulta com o/a médico/a para avaliação e exame físico das mamas. 

O auto exame e observação do próprio corpo é muito importante para a compreensão do funcionamento de cada organismo e da percepção de alterações.

Menstruação não parou será que estou grávida?

Na verdade o que você tem é um problema com sua menstruação que não parou, pode ser uma irregularidade decorrente de uma alteração hormonal, uma infecção vaginal ou outras situações menos frequentes (gravidez está inclusa). Deve procurar um ginecologista para ver o que está acontecendo.

Seios inchados fora do período menstrual: o que pode ser?

Seios inchados fora do período menstrual podem ser causados por diversas situações, como aproximação da menstruação, alterações hormonais, uso de anticoncepcional, gravidez, entre outras.

Pode ser gravidez?

Sim, se os seios estiverem inchados e doloridos e vierem acompanhados de atraso menstrual e outros sintomas, como cansaço, tontura, sono, inchaço abdominal, pode ser que você esteja grávida.

Entretanto, as causas mais comuns de seios inchados fora do período menstrual são TPM (tensão pré-menstrual), alterações hormonais e uso de anticoncepcionais.

Antes da menstruação é normal os seios ficarem inchados e doloridos devido à retenção de líquidos provocada pela mudança hormonal no corpo nessa fase.

Grande parte dos casos de seios inchados está relacionada com a fase do ciclo menstrual ou com o uso de hormônios, que causa retenção de líquidos e deixa os seios inchados, levando a uma reação inflamatória no tecido que provoca dor.

Para saber exatamente por que os seus seios estão inchados fora do período menstrual, você deve procurar um médico ginecologista.

Seios inchados cinco dias após a menstruação. O que pode ser?

Seios inchados e doloridos são queixas frequentes de mulheres em qualquer idade. A maioria desses problemas é explicada pelas flutuações hormonais ao longo do ciclo menstrual. Em geral, a época em que esses sintomas ficam mais intensos é na fase pré-menstrual, ou seja, dias antes de começar a menstruação. Mas nada impede que a mulher sinta os seios inchaços após a menstruação também.

Os outros tipos de dores ou sensibilidade nos seios são bem raros e podem acontecer não necessariamente vinculadas ao ciclo menstrual, e afetar apenas uma mama ou uma região dela. Nesse caso, havendo presença de outros sintomas como secreção mamilar,alteração da pele da mama, vermelhidão, coceira, nódulo ou caroço, é recomendada a consulta com o/a médico/a para avaliação e exame físico das mamas.

O auto exame e observação do próprio corpo é muito importante para a compreensão do funcionamento de cada organismo e da percepção de alterações.

Meus peitos estão inchados, doloridos e duros há um mês. O que pode ser?

Seios inchados, duros e doloridos normalmente podem ser devido às alterações hormonais que ocorrem durante o ciclo menstrual.

As mamas tendem a ficar mais doloridas, duras e inchadas nos dias que antecedem a menstruação, no período pré-menstrual.

O uso de anticoncepcionais hormonais também podem causar inchaço e dor nos seios, sendo uma causa frequente dessa condição.

Quando a dor é intensa e prolongada, como no seu caso que está durando mais de 1 mês, é indicado procurar o/a médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para uma avaliação. 

Leia também: Seios inchados fora do período menstrual: o que pode ser?

Anticoncepcional deixa os seios inchados?

Sim. Alguns anticoncepcionais podem deixar os seios inchados.

As pílulas anticoncepcionais podem ser combinadas, quando possuem na fórmula estrógeno e progestágeno juntos, ou podem conter apenas o progestágeno. Os anticoncepcionais orais que contêm estrógeno na fórmula podem aumentar a sensibilidade nas mamas. Esse efeito colateral do anticoncepcional geralmente desaparece com o passar dos meses de uso contínuo ou com a interrupção da medicação.

A maioria das mulheres que usa esse tipo de anticoncepcional oral sente os seios inchados, as mamas mais tensas e os mamilos sensíveis no início, porém isso não é sinal de malignidade e nem de preocupação maior. Esse inchaço decorre do aumento do hormônio estrogênio na corrente sanguínea e da regulação do ciclo hormonal que o anticoncepcional provoca.

Se a mulher estiver apresentando desconforto excessivo com esse efeito colateral, ela pode consultar o/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação mais detalhada ou a consideração de trocar o método anticoncepcional.

Minha namorada está com os seios bem inchados mas sem atraso menstrual. Pode ser gravidez?

Os seios inchados podem ser sintomas de gravidez, sim. Porém, o principal sinal de que uma mulher está grávida é o atraso menstrual. Se a menstruação veio normalmente, então as mamas provavelmente estão inchadas por outra razão.

Além disso, os primeiros sintomas de gravidez começam a aparecer no final do primeiro mês e início do segundo mês de gestação.

A principal causa de inchaço e dor nos seios quando a mulher não está grávida são as alterações hormonais que ocorrem durante o ciclo menstrual. Esses sintomas tendem a piorar nos dias que antecedem a menstruação, na fase pré-menstrual.

Os próprios anticoncepcionais hormonais também podem deixar os seios inchados, sendo outra causa comum de inchaço nas mamas. Saiba mais em: Anticoncepcional deixa os seios inchados?

O importante nesse caso é fazer um teste de gravidez para saber ao certo se ela está grávida ou não. Após isso, ela deve escolher o método anticoncepcional que seja mais adequado e fazer o uso correto dele. Se a opção for a pílula anticoncepcional, ela deve tomar 1 comprimido por dia sempre no mesmo horário para que a medicação faça efeito.

Procure o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação completa e para ajudar na escolha do melhor método anticoncepcional.

Leia também:

Seios inchados fora do período menstrual: o que pode ser?

Seios inchados cinco dias após a menstruação. O que pode ser?

Estou tentando engravidar e meus seios estão inchados. Posso estar grávida?

Sim, se os seus seios estão inchados e você teve relações durante a ovulação, pode ser que esteja grávida. Seios inchados e doloridos são alguns dos sintomas de gravidez.

Outros sinais e sintomas de gravidez incluem:

  • Atraso da menstruação;
  • Cansaço;
  • Tontura;
  • Sonolência;
  • Inchaço abdominal.

Porém, é importante lembrar que seios inchados também podem ser um sinal de que você vai menstruar. É muito comum as mulheres ficarem com os seios inchados e doloridos durante a TPM. Além disso, o próprio uso do anticoncepcional também pode deixar os seios inchados.

Espere pela sua menstruação. Se houver atraso, aguarde uma semana e faça um teste de gravidez de farmácia. Se der positivo, marque uma consulta com a/o ginecologista, médica/o de família ou clínica/o geral para iniciar o acompanhamento pré-natal. Se der negativo, espere mais uma semana e se a menstruação continuar atrasada, repita o teste. 

Estou tentando engravidar há quase um ano, tomei Serophene e os meus seios estão inchados. Posso estar grávida?

Os seios inchados e doloridos podem ser um sinal de que você esteja grávida, mas o principal sintoma inicial de gravidez é o atraso ou a ausência de menstruação. Após o atraso menstrual, outros sintomas começam a surgir, tais como:

  • Mamas doloridas e inchadas;
  • Escurecimento dos mamilos;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Enjoos e vômitos;
  • Alterações da pele;
  • Cansaço e sonolência.

Contudo, os seios inchados e doloridos nem sempre indicam que a mulher está grávida. Na ausência de gravidez, a dor e o inchaço das mamas são causados principalmente pelas variações hormonais que ocorrem ao longo do ciclo menstrual.

O próprio Serophene, que você está tomando para tentar engravidar, pode causar alguns efeitos colaterais que podem ser confundidos com gravidez, como:

  • Dor nas mamas;
  • Náuseas e vômitos;
  • Fadiga;
  • Tonturas;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Aumento de peso.

Espere pela menstruação. Se ela atrasar por mais de duas semanas, há uma grande probabilidade de você estar grávida. Se isso acontecer, consulte o seu médico ginecologista para que seja feito um exame de gravidez.

Leia também:

Seios inchados fora do período menstrual: o que pode ser?

Estou com os seios inchados e doloridos o que pode ser?

Com quantos dias aparecem os primeiros sintomas de gravidez?

Sintomas de TPM após a menstruação é normal? O que pode ser?

Não, continuar com os sintomas da TPM após a menstruação não é normal, mas pode eventualmente acontecer. Isso pode ser sinal de alguma desordem hormonal, que fez com que as condições da fase pré-menstrual permanecessem no seu corpo mesmo depois da menstruação descer.

A TPM ocorre devido ao aumento acentuado dos níveis de hormônio luteinizante durante a ovulação. Há também um aumento da progesterona seguido por uma diminuição do mesmo para que haja menstruação.

Já a fase pós-menstrual é marcada pelo hormônio estrógeno, que melhora o humor e ameniza os sintomas da TPM.

O que é TPM?

A TPM (Tensão Pré-Menstrual) é uma síndrome que envolve manifestações físicas, emocionais e comportamentais que ocorre em mulheres em fase reprodutiva.

Os sintomas da TPM surgem após a ovulação e desaparecem ou diminuem significativamente após a menstruação. 

Leia também: Quais são os sintomas de TPM?

Qual o tratamento para TPM?

Mulheres com sintomas leves devem mudar o estilo de vida, com uma alimentação saudável, prática de atividade física e redução do estresse.

Quando os sintomas são mais intensos, o tratamento pode incluir medicamentos analgésicos e anticoncepcionais, suplementos, vitaminas, além das mudanças no estilo de vida.

Também pode lhe interessar: Anticoncepcional pára os efeitos da TPM?

Consulte um médico ginecologista para fazer um exame de dosagem hormonal e iniciar um tratamento para a TPM.

Sinceramente não sei o que acontece para a camisinha...

Recomenda-se fazer o teste de gravidez pelo menos 1 semana após a concepção, o que pode equivaler a 1 ou 2 semanas de atraso menstrual.

Por isso, a mulher deve aguardar o atraso da menstruação para fazer o exame de detecção da gravidez.

Quando o teste de gravidez é feito antes desse período e há suspeita de gravidez, deve-se aguardar mais 1 semana para repetir o teste.

hormônio beta-hCG pode ser detectado no sangue ou na urina da mulher após a implantação do ovo (a união do espermatozoide com o óvulo) no útero. Essa implantação geralmente ocorre 7 dias após a fecundação. Por isso, nas primeiras semanas de gestação, ainda não há quantidade suficiente desse hormônio na circulação da mulher capaz de dar positivo o exame. 

Se após a repetição o teste continuar negativo e houver sintomas de gravidez, deve-se consultar o/a médico/a clínico geral, ginecologista ou médico/a de família para uma avaliação.